Tudo o que você precisa saber para ter um certificado digital

Guia Completo Sobre O Que É Certificado Digital [ATUALIZADO 2024]

Imagem de Sanon Matias

Se você tem a pretensão de abrir um novo negócio, precisa saber o que é certificado digital, um documento muito importante. Isso porque, com ele, você consegue manter sua documentação segura, organizada e autenticada.

Com o certificado digital, manter todas essas informações de acordo é possível. Isso também facilita a legitimação de documentos, ele permite também uma maior agilidade na assinatura dos arquivos.

Então, se você tem interesse em saber mais sobre este documento e como você pode conseguir ele, continue com a gente neste post.

Aproveitando o espaço, temos uma dica para simplificar o seu trabalho: o ERP WebMais! Agende uma demonstração gratuita e veja como sua gestão pode ser automatizada.

Boa leitura!

BANNER GERAL Estoque, compras, financeiro e muito mais com o ERP WebMais

O Que É O Certificado Digital?

Vamos começar entendendo o que é certificado digital. Trata-se de um documento eletrônico que possibilita a validação jurídica da sua empresa perante a receita federal. Em outras palavras, funciona basicamente como uma identidade virtual.

Basicamente, contém informações sobre a identidade do titular, como nome, número de CPF (no caso de pessoas físicas) ou CNPJ (no caso de empresas), e uma chave pública associada a uma chave privada.

Eles são emitidos por Autoridades Certificadoras (ACs) autorizadas e reconhecidas pelo governo ou entidades competentes em cada país.

Essas ACs seguem procedimentos rigorosos para verificar a identidade dos solicitantes antes de emitir um certificado.

Para Que Serve o Certificado Digital?

Para entender o que é certificado digital, é preciso saber que ele serve principalmente para legitimar de forma jurídica documentos e operações fiscais.

Mas, além dessa função, ele é útil para trazer maior segurança no armazenamento digital de seus documentos, evitando fraudes e violações.

Para comprovar a sua eficácia e ampla variedade de finalidades, citaremos algumas utilidades que o certificado digital traz para sua rotina com documentos formais.

1. Assinar Documentos Digitais

Cada vez mais as pessoas buscam formas de facilitar os processos e resumir retrabalhos. Isso reflete diretamente na burocracia que muitos de nós enfrentamos dia a dia com a assinatura de documentos, por exemplo.

Com um certificado digital, você pode realizar a assinatura de documentos virtualmente, sem ter custos com deslocamento.

Isso auxilia processos comerciais, já que por meio de uma assinatura digital, você pode fechar negócios com pessoas, mesmo que elas não estejam perto de você.

Neste tutorial elaborado pelo SERASA, você confere o passo a passo de como realizar uma assinatura digital, uma vez que você já tenha um certificado digital.

2. Acessar Sistemas Com Dados Restritos

Ainda neste assunto de burocracia, o certificado digital é uma ótima ferramenta para acessar sistemas com dados restritos.

Por exemplo, em alguns sistemas de órgãos governamentais, que possuem travas de proteção para segurança dos dados de cada cidadão.

A partir do momento que você possui um certificado digital que represente sua integridade pessoal, você pode realizar alteração de dados em sistemas governamentais.

Dessa forma, você não precisa se deslocar ou comprovar sua intenção por meio de documentação física.

3. Trabalha em Sistemas Virtuais

O certificado digital também é útil para advogados, profissionais da saúde e contadores, no que diz respeito à emissão de documentos oficiais.

Assim, por meio do documento eletrônico, esses profissionais podem emitir documentos atestando sua autoria.

São sistemas como o e-Contador, e-Jurídico e o e-Saúde, criados para unificar e computar dados dos cidadãos brasileiros, bem como instituições por eles criadas.

Outro uso muito comum dos certificados digitais em sistemas virtuais é na emissão de notas fiscais eletrônicas.

Muitos sistemas de gestão facilitam o processo de emissão de NF-e por meio da validação do certificado.

Sendo assim, uma vez que seu sistema possui um certificado digital, ele está automaticamente autorizado a emitir notas fiscais para atestar o valor das transações comerciais.

O certificado digital serve para:

- Assinar documentos digitais
- Acessar sistemas com dados restritos
- Trabalhar em sistemas virtuais

Somente um sistema com seu certificado digital é capaz de realizar a emissão de notas. Dessa forma, é possível garantir sua segurança, uma vez que ninguém poderá emiti-las “em seu nome”.

Com este documento eletrônico, seus arquivos estarão praticamente invioláveis, visto que o mesmo utiliza chaves criptografadas para trazer maior eficiência.

Para emissão do certificado é necessário, obrigatoriamente, buscar por uma autoridade certificada e credenciada pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação.

Como Surgiu o Certificado Digital?

Agora que sabe o que é certificado digital, vamos entender de onde surgiu.

Em agosto de 2001, o governo brasileiro reagiu ao contexto burocrático. Na época, pedia medidas que facilitassem o dia a dia das empresas no quesito jurídico.

Isso porque tais processos exigiam das pessoas não só o deslocamento, como também custos com cartório referentes ao reconhecimento de firma.

Para isso, foi aprovada a MEDIDA PROVISÓRIA No 2.200-2 a qual dá início a uma grande mudança digital que impactaria principalmente o meio corporativo.

Como Funciona um Certificado Digital?

Além de entender o que é certificado digital, é interessante ter conhecimento sobre seu funcionamento na prática.

Desde sua criação em 2001, o Brasil conta com o ICP (Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira). Esse é o órgão oficial responsável pelo gerenciamento das certificações digitais no Brasil.

O ICP controla todas as Autoridades Certificadoras que criam e veiculam certificados digitais para as transações nacionais.

Então, a partir do momento que você adquire uma “chave” de uma dessas empresas, seus dados são criptografados para segurança das suas informações.

Dessa forma, cada processo realizado com uso de certificado digital é veiculado digitalmente com uma codificação para não ser possível a interpretação dos dados por terceiros.

O certificado digital é um código que você não deve compartilhar com ninguém.

Isso porque, através desse código, você pode assinar documentos digitais, emitir documentos eletrônicos e, até mesmo, realizar alterações em seus dados oficiais em órgãos e sistemas do governo.

Em resumo, o documento funciona com uma identidade virtual pela qual você comprove em vias digitais sua autenticidade, podendo dessa forma realizar assinaturas oficiais com valor jurídico.

Quais As Vantagens Do Certificado Digital?

Agora que já vimos como funciona e o que é certificado digital, vamos ver quais são as vantagens de utilizá-lo!

Uma Espécie de RG Do Mundo Digital

Esse documento é uma identidade virtual. Dessa forma, ela funciona como um RG do mundo digital, permitindo a identificação segura e confiável de pessoas físicas e jurídicas na internet.

Isso é especialmente importante para a realização de transações eletrônicas seguras, como o acesso a sistemas protegidos e assinatura de documentos eletrônicos.

Pode Ser Usado Para Assinar Documentos

O certificado digital é utilizado para assinar documentos eletrônicos de forma segura e confiável, garantindo a integridade e a autenticidade dos documentos.

6 vantagens do certificado digital

1. Funciona como uma identidade virtual
2. Pode ser usado para assinar documentos
3. Oferece mobilidade
4. É agil e prático
5. Traz segurança jurídica nas assinaturas
6. Diminui custos

Facilitando o processo para empresas e organizações que precisam assinar contratos e outros documentos à distância, sem a necessidade de imprimir e assinar documentos em papel.

Oferece Mobilidade

Também oferece mobilidade aos usuários, permitindo que a autenticação e a assinatura de documentos sejam realizadas de qualquer lugar e a qualquer hora.

Assim, é necessário apenas que o dispositivo onde o certificado digital está armazenado esteja disponível e conectado à internet.

Agilidade E Praticidade Na Execução De Tarefas

O uso desse documento proporciona praticidade na execução de tarefas. Isso acontece pois ele elimina a necessidade de envio de documentos em papel e simplifica processos burocráticos.

Assim, isso agiliza muito os processos de empresas e organizações que precisam lidar com grandes volumes de documentos e transações diariamente.

Segurança Jurídica Na Assinatura

Utilizar um certificado digital oferece segurança jurídica na assinatura de documentos eletrônicos.

Como as assinaturas são criptografadas e associadas ao certificado digital do signatário, elas garantem a autenticidade e a integridade dos documentos assinados.

Diminuição De Custos

Como você viu, o certificado digital elimina a necessidade de impressão e envio de documentos em papel.

Além disso, também reduzir os custos com deslocamentos e armazenamento físico de documentos.

Logo, usar o certificado facilita muito os processos para empresas e organizações que precisam lidar com grandes volumes de documentos e transações diariamente.

Quais São os Tipos de Certificado Digital Existentes?

Devido à variedade de atividades exercidas pelas empresas hoje em dia, são existentes 12 variações de certificados digitais. Assim, desses, oito são para Assinatura Digital e quatro com sigilo.

Desta maneira, é necessário prestar muita atenção no tipo de certificado digital correto que sua empresa precisa.

Tipo A

Você já sabe o que é certificado digital e seus tipos, mas vamos nos aprofundar no tipo A, que traz autenticação e segurança na maioria das transações.

A1

Os certificados A1 são armazenados em mídias digitais, como computadores pessoais, smartphones ou tokens USB. A chave privada associada ao certificado é armazenada no dispositivo do usuário.

São frequentemente usados em assinaturas digitais, e-mails criptografados e autenticação em sites e serviços online.

Eles são práticos e convenientes, pois não exigem hardware adicional. O usuário pode facilmente fazer backup ou exportar o certificado para diferentes dispositivos.

A segurança depende de onde o certificado A1 está armazenado. Se o local for comprometido, a chave privada também estará em risco. Portanto, é importante proteger adequadamente onde o certificado A1 é usado.

A3

Já os certificados A3 são armazenados em dispositivos de hardware de segurança, como smart cards ou tokens USB criptografados. A chave privada não pode ser exportada facilmente, o que torna esses certificados mais seguros.

Diferença entre os certificados digitais A1 e A3

Podem ser aplicados onde requer um nível mais alto de segurança, como autenticação de identidade em serviços governamentais, assinaturas eletrônicas em transações financeiras críticas e acesso a sistemas de alta segurança.

Isso porque esse tipo de certificado torna mais difícil para terceiros mal-intencionados acessarem a chave privada, mesmo se o dispositivo físico for perdido ou roubado.

A sua única desvantagem é ser menos conveniente de usar, pois exige a presença física do dispositivo de hardware no momento da autenticação ou assinatura digital.

Qual a Diferença do Certificado Digital A1 e A3?

Para entender melhor o que é certificado digital, vamos esclarecer a diferença entre os tipos A1 e A3. Ambos não possuem objetivos muito diferentes, podendo inclusive atuar na forma de e-CPF ou e-CNPJ. Contudo, sua principal distinção ocorre na forma de armazenamento do arquivo.

Certificados do tipo A1, devem ficar armazenados na própria máquina do usuário. Entretanto, os Certificados classificados tipo A3 são armazenados em mídias portáteis, como cartões de chip, USB e token.

Para a escolha do certificado digital correto acontecer de maneira assertiva, é necessário que você pense bem nas ferramentas que serão utilizadas. Além disso, é preciso que entre em contato com a sua contabilidade antecipadamente.

Tipo T

Certificado do tipo T atesta o momento da emissão de um documento digital, também conhecido como timestamp ou carimbo de tempo.

Para evitar fraudes, ele envolve uma terceira parte certificadora na validação do momento de emissão e pode ser usado em conjunto com outros certificados para garantir transações mais seguras.

Tipo S

O certificado do tipo S é usado para garantir sigilo e confidencialidade em transações, criptografando informações e permitindo o acesso apenas com certificado autorizado.

É comum em empresas que transmitem regularmente dados confidenciais pela rede.

Outros

Além desses, existem outros tipos de certificados:

  • CF-e: utilizado em operações de venda no varejo. Ele substitui o antigo cupom fiscal em papel, tornando as transações mais seguras e facilitando a fiscalização tributária;
  • SAT: dispositivo utilizado em conjunto com o CF-e. Ele autentica e transmite os cupons fiscais eletrônicos para a Receita Federal;
  • OM-BR: usado em sistemas de comunicação e segurança, especialmente em aplicações militares e governamentais no Brasil.

Como o Certificado Digital Comprova a Identidade de Pessoas Jurídicas?

Quando se fala de Pessoa Jurídica, logo remetemos às instituições privadas, as quais precisam prestar conta de suas transações comerciais à Receita Federal.

Essas transações acontecem por meios digitais. Então, o certificado digital para pessoa jurídica trabalha com três elementos que garantem a identidade real da sua empresa.

Detalhando mais o assunto, pode-se dizer que o certificado digital para pessoa jurídica combina dois códigos que jamais se repetem. Isso ocorre por um arquivo digital que agrega em si os dados da pessoa e/ou empresa.

O arquivo digital valida o par de códigos (chave privada e chave pública), garantindo então a autenticidade da assinatura. Vamos entender o que é este par de chaves para aprender o que é certificado digital de uma vez por todas?

1. Chave Privada

Chave privada nada mais é do que um código particular que o dono do certificado deve ter para garantir sua autenticidade e segurança. Por ser uma chave não compartilhável, ela só pode ser usada pelo detentor da certificação.

O que são as chaves do certificado digital?

2. Chave Pública

Por outro lado, a chave pública diz respeito ao código compartilhável usado para as pessoas enviarem dados para você virtualmente. É como se fosse seu endereço oficial eletrônico para transações jurídicas e comerciais.

Qual A Diferença Entre Assinatura Eletrônica E Certificado Digital?

A principal diferença entre assinatura eletrônica e certificado digital está relacionada ao nível de segurança e autenticidade que cada um oferece.

Ao longo do seu aprendizado sobre o certificado digital, sabemos que ele atesta a identidade de uma pessoa ou entidade online por meio de uma chave pública e outra privada.

Por isso, oferecem um alto nível de segurança, pois a chave privada associada ao certificado é armazenada de forma segura em um dispositivo.

Por outro lado, uma assinatura eletrônica é uma representação eletrônica da assinatura manuscrita de uma pessoa. Nesse caso, seu nível de segurança pode variar conforme são feitas.

Assinaturas simples, como uma imagem de assinatura digitalizada, podem ser menos seguras, pois são mais fáceis de falsificar.

Já assinaturas eletrônicas avançadas que usam autenticação biométrica ou tokens de segurança podem proteger mais.

Normalmente, elas são usadas em uma variedade de contextos, desde contratos comerciais até formulários de consentimento em sites.

A aceitação legal e a validade das assinaturas eletrônicas podem variar segundo as leis e regulamentos locais.

O Que Contém No Arquivo Do Certificado?

Mesmo sabendo o que é certificado digital, você sabe o que há nele? O arquivo contém informações criptografadas que identificam o titular do documento.

As informações contidas no arquivo podem variar de acordo com o tipo de certificado e a autoridade certificadora responsável pela emissão.

Quais Os Modelos De Certificados Digitais?

Até aqui você aprendeu o que é certificado digital, mas agora é hora de ir além e conhecer os modelos desses documentos eletrônicos.

Abaixo, separamos os principais, com suas devidas finalidades e exemplos de aplicação. Entendê-los ajudará você a saber qual deve escolher.

NF-e

O certificado digital NF-e é utilizado para assinar digitalmente notas fiscais eletrônicas.

Ele é essencial para empresas que emitem NFs-e, pois garante a autenticidade e a integridade dos documentos fiscais, além de permitir que sejam enviados aos órgãos fiscais de forma segura.

Por exemplo, uma indústria de fabricação de produtos eletrônicos usa o certificado digital NF-e para assinar digitalmente as notas fiscais de seus produtos vendidos para clientes.

e-CPF

O e-CPF é um certificado digital destinado a pessoas físicas.

Ele é utilizado para garantir a identidade e autenticidade de indivíduos em transações online, como declaração de imposto de renda, acesso a sistemas governamentais e assinatura de documentos eletrônicos.

Para que serve cada modelo de certificado digital?

Nesse caso, um advogado pode usar o seu e-CPF para assinar digitalmente um contrato de prestação de serviços jurídicos, conferindo validade jurídica ao documento, por exemplo.

e-CNPJ

Em contrapartida, o e-CNPJ é voltado para empresas.

Ele é utilizado para representar a identidade de uma pessoa jurídica em transações eletrônicas, como acessar sistemas governamentais, assinar documentos fiscais e contratos, e realizar operações bancárias online em nome do negócio.

Assim, uma empresa de consultoria financeira pode usar seu e-CNPJ para acessar a Receita Federal e enviar declarações fiscais e outros documentos relacionados à empresa.

Certificado Digital OAB

Como o nome indica, o Certificado Digital OAB é específico para advogados no Brasil e é emitido pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Ele permite que advogados assinem documentos eletrônicos com validade jurídica, facilitando o processo de peticionamento e assinatura de peças processuais em sistemas judiciais eletrônicos.

Então, um advogado tem também a possibilidade de usar esse tipo de certificado para assinar digitalmente uma petição judicial que será apresentada eletronicamente em um tribunal.

Quem Precisa de Um Certificado Digital?

Não basta apenas saber o que é certificado digital, é preciso compreender quem precisa dele.

De modo geral, todas as pessoas que emitem Nota Fiscal Eletrônica precisam desse documento para que suas emissões de notas sejam validadas pela Receita Federal.

O certificado digital nada mais é do que a sua representação oficial no meio virtual. Assim, permite à sua empresa ter uma atividade jurídica e comercial.

Como Utilizar o Certificado Digital?

A forma como você usa esse documento depende muito da plataforma que você precisa utilizar.

Por exemplo, se você usa o e-CPF, a representação virtual de seu documento de CPF físico, você valida documentos e também acessos como e-Social e e-CAC.

É possível também acessar dados relacionados ao seu imposto de renda!

1. Certificado Digital Para Pessoa Física

A partir do momento que você tem um e-CPF (certificado digital para pessoa física), você pode ter importantes documentos como CNH (Carteira Nacional de Habilitação) no seu smartphone.

2. Certificado Digital Para Pessoa Jurídica

Para quem se enquadra como pessoa jurídica, ou seja, que representa uma instituição privada, o documento pode vir de formas diferentes.

Então, com elas, você acessa o ReceitaNet, dentre outros serviços relacionados ao SPED fiscal.

Esses certificados digitais (A1 ou A3) servem para ser instalados em um computador. Dessa forma, ao acessar um programa que exija a assinatura digital, ele aciona as chaves a partir do arquivo instalado no dispositivo.

O Que É e Para Que Serve o Certificado Digital E-CNPJ A1?

Até aqui você sabe o que é certificado digital, mas o que é o e-CNPJ A1? O certificado digital E-CNPJ A1 é um documento eletrônico que serve como identidade legal do CNPJ da sua empresa, perante a Receita Federal.

Ou seja, este documento está para pessoas jurídicas, como o CPF (Cadastro de pessoa física), está para pessoas físicas.

O certificado digital E-CNPJ A1 serve como identidade legal do seu CNPJ perante a Receita Federal

Por meio deste arquivo, é possível oferecer uma solução completa no armazenamento e segurança de seus dados essenciais.

Assim, operações que antes precisavam ser realizadas de forma presencial com o CNPJ, podem ser agora feitas de maneira simples com o e-CNPJ.

Como Adquirir Um Certificado Digital?

Agora que você sabe o que é certificado digital e seus benefícios, você deve estar se perguntando onde adquiri-lo.

Ao comprar um tipo, você deve estar sempre acompanhado de um responsável contábil. Isso porque somente assim é possível garantir uma maior segurança nas informações entregues.

Dessa forma, o primeiro passo para a emissão do documento, é a escolha de uma autoridade certificadora (AC).

Então, ao selecionar o melhor tipo de certificado para a sua necessidade, deve buscar regulamentar a validade jurídica do documento.

Estando tudo de acordo, é possível assinar documentos, realizar transações e emitir notas fiscais eletrônicas de maneira totalmente segura.

O MEI Pode Ter Certificado Digital?

Saber o que é certificado digital é importante, mas será que somente grandes empresas podem obtê-lo?

O MEI (Microempreendedor Individual) não tem a obrigação de possuir um certificado digital. Isso porque já não existe a obrigação de emitir NF-e em todas as vendas, apenas em operações para pessoas jurídicas.

Contudo, contar com esse documento possibilita facilitar diversos processos burocráticos e fiscais da sua empresa.

No entanto, existem casos onde o MEI passa a emitir NF-e para pessoa jurídica. Então, é preciso que o mesmo adquira um certificado de MEI, a fim de manter suas vendas declaradas e de acordo.

Quando Renovar os Certificados A1?

Entender o que é certificado digital e como adquiri-lo é um dos primeiros passos.

Então, sempre que adquirir um novo certificado, é preciso ficar atento ao seu vencimento. Neste caso, o tipo A1 possui uma validade de 12 meses.

Assim, quando este intervalo estiver próximo de ser finalizado – 30 dias no mínimo – é necessário buscar uma renovação de seu documento eletrônico.

O prazo de validade dos certificados ocorre por questão de precaução. Isso porque, devido às constantes evoluções tecnológicas que ocorrem, os padrões de segurança dos certificados precisam sempre ser atualizados.

Dessa maneira, o próprio Instituto Nacional da Tecnologia da Informação (ITI) mantém a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil) sempre atualizada. Assim, é possível garantir as melhores práticas de segurança dos arquivos digitais.

Quem Pode Emitir O Certificado Digital?

Após entender a necessidade e o que é certificado digital na prática, é hora de saber quem pode emiti-lo.

Apenas as autoridades certificadoras credenciadas pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil) estão autorizadas a emitir certificados digitais no Brasil.

A ICP-Brasil é responsável por garantir a segurança e a validade dos certificados digitais emitidos. Mas, para isso, conta com uma cadeia hierárquica de confiança composta por diversas autoridades certificadoras.

BANNER Configure e renove seus certificados digitais com o ERP WebMais

Qual a Intenção Do Governo Com a Certificação Digital Até 2023?

De acordo com o Decreto n.º 10.332, de 28 de abril de 2020, foi instituída a Estratégia de Governo Digital.

Ela promove no âmbito federal entre o período de 2020 a 2022, a transformação do governo por meio de tecnologias digitais.

Dessa maneira, os mesmos têm como tática, introduzir o certificado digital como registro oficial para as empresas e pessoas físicas.

Assim, buscam trazer mais transparência e segurança para os cidadãos brasileiros.

Por Que Minha Empresa Precisa Estar Atenta à Certificação Digital?

Se sua empresa emite nota fiscal eletrônica (NF-e) é indispensável buscar um Certificado Digital para a realização deste processo.

Devido à sua obrigatoriedade, o documento eletrônico é importante para realização de qualquer atividade fiscal ocorrida em um estabelecimento.

Somente com um certificado é possível garantir não somente a segurança de suas informações.

Além disso, se garante a legalidade de suas operações junto à receita, evitando problemas e dores de cabeça que possam ocorrer sem estes registros oficializados.

Se você gostou de saber sobre o Certificado Digital, pode querer conhecer um pouco acerca da Assinatura Digital! Acesse nosso post e acompanhe o blog WebMais para mais atualizações de conteúdo.

Qual O Custo De Um Certificado Digital?

Entendeu o que é certificado digital até aqui? Com toda sua importância, o valor na sua compra é apenas um investimento.

O custo de um certificado digital varia conforme o tipo, a validade e a autoridade certificadora responsável pela emissão.

Os preços dos certificados digitais também podem variar dependendo da autoridade certificadora escolhida.

Por isso, é importante pesquisar e comparar os preços e benefícios oferecidos por diferentes autoridades certificadoras antes de adquirir um certificado digital.

O Que Garante A Autenticidade Do Certificado Digital?

A autenticidade do certificado digital é garantida por uma cadeia hierárquica de confiança estabelecida pela ICP-Brasil. Essa é a entidade responsável por regulamentar e credenciar as autoridades certificadoras no Brasil.

Seus certificados digitais foram emitidos por outras autoridades certificadoras que não são credenciadas?

Então, saiba que eles não são reconhecidos como válidos para uso em processos eletrônicos no Brasil.

Pretende adquirir um certificado digital? Então, antes de fazer, sempre verifique se a autoridade certificadora é credenciada pela ICP-Brasil.

Qual Certificado Digital Devo Escolher?

Depois de entender o que é certificado digital e conhecer os seus tipos, a escolha do mais adequado para cada necessidade pode depender de vários fatores.

Desde o tipo de atividade que será realizada, o nível de segurança exigido, até o tipo de documento que será assinado, entre outros.

O que considerar na hora de escolher um certificado digital?

Para ter certeza de qual certificado você precisa, é recomendado que você entre em contato com sua contabilidade para uma orientação mais assertiva e detalhada das informações.

Como Os Certificados Digitais São Armazenados?

Os certificados digitais podem ser armazenados de diferentes maneiras, dependendo do tipo de certificado e do objetivo de uso.

Então, não basta apenas saber o que é certificado digital e comprá-lo sem entender o básico de armazenamento. Algumas das formas mais comuns de armazenamento são:

  • armazenamento em dispositivo criptográfico (cartão inteligente ou token USB): é uma forma segura e bastante utilizada de armazenamento de certificados digitais. Nessa opção, fica armazenado no dispositivo criptográfico, protegido por senha. Para utilizar, é necessário inserir o dispositivo no computador e informar a senha de acesso;
  • armazenamento em nuvem: algumas autoridades certificadoras oferecem a opção de armazenar o certificado digital em nuvem, ou seja, em servidores remotos. Nessa opção, o certificado é protegido por senha e pode ser acessado de qualquer computador com acesso à internet;
  • armazenamento no disco rígido do computador: essa é uma opção menos segura de armazenamento, pois o certificado fica vulnerável a ataques de hackers e malwares. No entanto, é uma opção viável para usuários que precisam acessar o certificado com frequência e não desejam utilizar um dispositivo criptográfico.

Seja qual for a forma de armazenamento escolhida, é importante que o usuário proteja adequadamente o certificado digital e suas senhas de acesso. Isso porque é preciso garantir sua segurança e evitar fraudes.

Quando O Certificado Digital É Inutilizado?

Saiba que nem sempre entender o que é certificado digital e comprá-lo garante o uso eterno, ele pode ser inutilizado por diversos motivos. Vamos ver alguns deles a seguir.

Erro De Senha

O certificado é bloqueado quando o usuário digita a senha do certificado digital incorretamente diversas vezes. Nesse caso, é necessário realizar o desbloqueio junto à autoridade certificadora responsável.

Formatação

Existem casos onde o computador no qual o certificado digital estava armazenado foi formatado sem que o backup do certificado tenha sido realizado. Então, quando isso ocorrer, o certificado será perdido. Assim, você deve emitir um novo.

Perda Ou Roubo

Se o dispositivo criptográfico no qual o certificado digital estava armazenado for perdido ou roubado, é importante informar imediatamente a autoridade certificadora responsável. Dessa forma, ele será bloqueado para não ser utilizado por terceiros.

Certificado Digital Expirado

Após o prazo de validade do certificado digital expirar, ele não poderá mais ser utilizado. Nesse caso, você precisa emitir um novo certificado digital para continuar utilizando os serviços que exigem a sua utilização.

Como Testar O Certificado Digital?

Para testar um certificado digital, você pode acessar o site de testes da autoridade certificadora responsável pela emissão do certificado.

No site ambiente você selecionará o tipo de certificado, realizará o teste de certificação e verificará se foi concluído com sucesso. Além disso, é preciso ver se o certificado foi reconhecido como válido.

Você também pode usar o certificado para assinar digitalmente um documento e verificar se a assinatura foi reconhecida como válida pelo software de verificação de assinatura digital.

BANNER Certificado digital sem mistérios, eficiente e simplificado? Só no ERP WebMais!

Conclusão

Como vimos até agora sobre o que é certificado digital, essa ferramenta tecnológica garante a autenticidade e a segurança das informações transmitidas pela internet.

Com ela, é possível assinar digitalmente documentos, realizar transações financeiras, acessar sistemas de informação, entre outras atividades que exigem autenticação digital.

Para obter o certificado digital, tanto de pessoas físicas ou jurídicas, basta procurar uma autoridade certificadora credenciada.

Para automatizar e digitalizar sua gestão, conte com o ERP WebMais. Agende uma demonstração gratuita e veja como o sistema simplifica seu trabalho.

1 Comentário “Guia Completo Sobre O Que É Certificado Digital [ATUALIZADO 2024]

Deixe um comentário