O que você precisa saber sobre custo marginal

Entenda Que É Custo Marginal E Impactos Na Sua Empresa

Imagem de Sanon Matias

No mundo dos negócios, compreender o custo marginal é fundamental para tomar decisões estratégicas e maximizar os lucros. Ele proporciona uma visão clara do impacto financeiro de expandir a produção.

Assim, é preciso compreender melhor a importância desse tipo de custo e de como a tecnologia é aliada para encontrar esse valor. Portanto, vamos explorar em detalhes o seu conceito e formas de calculá-lo.

Está em busca de uma solução eficiente para gerenciar seu negócio e analisar o custo marginal de forma precisa? Então peça uma demonstração gratuita do ERP da WebMais para ter controle financeiro e insights valiosos.

Garantiu sua demonstração? Vamos para a leitura!

BANNER GERAL Estoque, compras, financeiro e muito mais com o ERP WebMais

O Que É Custo Marginal?

O custo marginal representa o valor associado a cada unidade adicional produzida, além da produção habitual. Ou seja, é a mudança na produção, seja um aumento ou uma diminuição na quantidade de vendas ou serviços prestados.

Para Que Serve O Custo Marginal?

Essa é uma métrica importante para as empresas, pois auxilia na tomada de decisões relacionadas à produção e aos preços dos produtos ou serviços.

Ela permite analisar os benefícios e os custos adicionais envolvidos em uma mudança na quantidade produzida. Assim, é possível determinar a viabilidade e a rentabilidade de tais alterações.

Como O Custo Marginal Funciona?

À medida que a produção aumenta, os custos fixos são diluídos, reduzindo o custo marginal. Mas, em algum momento, os custos fixos não são suficientes para acomodar um aumento adicional na produção, aumentando esse valor novamente.

Com base nesse custo, as empresas podem definir suas ações de maneira mais informada sobre a expansão da produção e otimizar seus resultados financeiros.

O Que O Custo Marginal Envolve?

O cálculo desse custo envolve os custos fixos e variáveis, que desempenham papéis distintos no processo, afetando o custo total e a tomada de decisão:

  • custos fixos: permanecem constantes, independentemente do nível de produção. Incluem despesas mensais como aluguel, software e salários dos funcionários e não são afetados pela produção da empresa;
  • custos variáveis: não têm uma estrutura fixa e variam com base na produção, como a compra de matéria-prima, pagamento de horas extras e impostos anuais.

Qual A Importância Do Custo Marginal?

De forma direta, a importância do cálculo do custo marginal reside em determinar o preço de produzir unidades adicionais e compreender os efeitos dos custos fixos nesse processo.

Basicamente, ajuda a analisar até que ponto é lucrativo aumentar a produção, considerando os custos fixos e sua influência na rentabilidade.

Desse modo, permite tomar decisões informadas sobre a viabilidade e maximização dos lucros na expansão da produção. Esse cuidado garante que os investimentos em aumento de produção sejam vantajosos e alinhados aos objetivos financeiros da empresa.

Como Calcular O Custo Marginal?

A fórmula do custo marginal é:

Custo marginal (CM) = Custo total / Quantidade produzida

Para entender melhor, suponha que o custo fixo de sua empresa seja de R$ 10.000, enquanto o custo variável está em torno de R$ 3.500.

Seu custo total será de R$ 13.500 para produzir 200 unidades de um determinado produto, mas, em determinado mês, ocorreu um aumento em sua produção.

No mês em questão foram produzidas 80 unidades a mais com um valor adicional de R$ 200.

Então, neste mês teremos R$ 14.200 de gasto total e 280 peças produzidas.

Ou seja:

CM = 14.200 / 280

CM = 50,71

Portanto, nosso custo marginal é de R$ 50,71. Para sabermos se estamos tendo lucro ou prejuízo, basta dividir o custo total pela quantidade produzida. Assim temos o custo médio, sendo possível comparar o valor obtido com o custo marginal.

Como O Custo Marginal É Representado Graficamente?

A representação gráfica desse tipo de despesa segue uma curva em forma de U.

Ilustração com um gráfico exemplificando o custo marginal de uma empresa

Inicialmente, a curva é descendente, indicando que o custo marginal diminui à medida que a produção aumenta. Isso ocorre devido à diluição dos custos fixos em mais unidades produzidas.

No entanto, após atingir o ponto mínimo, a curva começa a subir, refletindo a Lei dos Rendimentos Decrescentes.

O ponto mínimo é onde a produção atinge o nível onde o valor é mínimo. A partir desse ponto, o custo começa a aumentar à medida que são necessários recursos adicionais para produzir cada unidade adicional.

Portanto, a curva de custo marginal representa graficamente a relação entre a quantidade produzida e o custoassociado a cada nível de produção.

Ela mostra como o custo varia à medida que a produção aumenta, evidenciando a interação entre os custos fixos, custos variáveis e o nível de produção.

Qual A Diferença De Custo Marginal X Custo Médio?

Quando queremos avaliar o desempenho do empreendimento, é essencial analisar a relação entre o custo marginal e o custo médio.

O custo médio é uma medida que representa a média geral dos custos de produção em relação à quantidade de unidades produzidas. Por outro lado, o custo marginal representa a variação do preço adicional para produzir uma unidade adicional.

Para calcular o custo médio, dividimos o custo total da produção pela quantidade de unidades produzidas.

A comparação entre o custo médio e o custo marginal é fundamental para identificar a rentabilidade do negócio. Além disso, você poderá tomar decisões estratégicas para otimizar a produção e maximizar os resultados financeiros.

Se o valor do médio for inferior ao do marginal, indica operação com prejuízo. Nesse caso, exige ajustes para melhorar a eficiência e reduzir custos. Mas, se o valor for superior, significa obtenção de lucro.

Comparativo entre custo marginal e custo médio

O Que É O Custo Marginal Zero?

O termo “custo marginal zero” refere-se a uma situação em que o aumento na produção não gera nenhum preço adicional significativo. Isso ocorre quando uma empresa consegue reproduzir suas ofertas sem incorrer em despesas extras.

Um exemplo comum desse cenário é observado em empresas de tecnologia. Elas frequentemente desenvolvem produtos digitais, como software ou conteúdo digital, em que a replicação é praticamente gratuita.

Assim, após o primeiro custo de desenvolvimento, a produção adicional pode ser feita sem incorrer em custos marginais adicionais.

Exemplo Para Custo Marginal

Se você ainda não entendeu o que é custo marginal, vamos considerar um exemplo prático de uma fábrica de camisetas.

Cada camiseta produzida requer R$ 5 de tecido e R$ 2,50 de mão de obra. Tanto o tecido quanto a mão de obra são custos variáveis.

A fábrica de camisetas também possui custos fixos de R$ 8.000 por mês.

Se a empresa produzir 1.000 peças por mês, cada uma terá um custo fixo de R$ 8 (R$ 8.000 custos fixos totais / 1.000 camisetas).

Nesse exemplo simples, o custo total por camiseta seria de R$ 15 (R$ 8 de custo fixo por unidade + R$ 5 de tecido + R$ 2,50 de mão de obra).

Se a fábrica aumentar a produção e produzir 2.000 camisetas por mês, cada uma terá um custo fixo de R$ 4 (R$ 8.000 custos fixos totais / 2.000 camisetas).

Dessa forma, o custo total por camiseta diminuirá para R$ 11,50 (R$ 4 de custo fixo por unidade + R$ 5 de tecido + R$ 2,50 de mão de obra).

Nessa situação, o aumento no volume de produção leva a uma redução nos custos marginais.

Outro Caso

No entanto, imagine que a fábrica de camisetas não possa aumentar a produção com a capacidade atual. Assim, o valor de adicionar uma nova máquina de costura deverá ser incluído no cálculo do custo marginal de produção.

Suponha que a fábrica e os recursos atuais possam lidar com 2.500 camisetas. A produção da 2.501ª camiseta exigiria comprar uma nova máquina de costura, no valor de R$ 10.000, e possivelmente a expansão do espaço da fábrica.

Nesse caso, o preço da nova máquina de costura e da expansão do espaço da fábrica deverá ser considerado no cálculo.

A partir desse ponto, o custo marginal aumentaria. A decisão de investir nessa expansão dependerá da receita adicional obtida com a venda de mais camisetas.

BANNER Chega de cálculos! Deixe que o ERP WebMais faz as contas para você

Conclusão

O custo marginal desempenha um papel crucial na gestão financeira e na tomada de decisões estratégicas das empresas.

Ao compreender o impacto financeiro de produzir unidades adicionais, é possível identificar o ponto ideal de produção e maximizar os lucros. Isto é, você desenvolve o negócio com segurança.

Para garantir uma análise precisa do custo marginal em sua empresa, é essencial contar com uma solução de gestão eficiente. Por isso, peça uma demonstração gratuita do ERP da WebMais para levar sua gestão empresarial a um novo patamar de sucesso.

Deixe um comentário