Conheça a metodologia Six Sigma

Guia Completo Com Tudo Que Precisa Saber Sobre Six Sigma

Imagem de Sanon Matias

Você já ouviu falar em Six Sigma? Atualmente, é uma das diversas metodologias de gestão da qualidade existentes no mercado. Mas, possui um grande diferencial: ela se baseia em estatísticas para aplicar melhorias nos processos produtivos de uma empresa.

Quer saber mais sobre essa metodologia e entender quando ela pode ser aplicada? Então continue lendo!

BANNER GERAL Estoque, compras, financeiro e muito mais com o ERP WebMais

O Que É Six Sigma?

Six Sigma é uma metodologia de gestão da qualidade focada no aperfeiçoamento de processos.

Aplicando melhorias em seus processos, as empresas podem melhorar resultados como um todo, pois agregam valor ao negócio e melhoram a experiência dos clientes.

O nome Six Sigma vem do termo grego sigma, usado para medir o desvio de um processo em relação à média.

Em outras palavras, a ideia da metodologia é diminuir a variação entre o que é feito e o que deveria ser feito. Assim, é possível diminuir a ocorrência de erros e padronizando as atividades.

Em português, o Six Sigma também é chamado de Seis Sigma ou 6 Sigma.

Qual a Origem do Six Sigma?

O Six Sigma foi criado na década de 1920, com o engenheiro Walter Andrew Stewart. Ele definiu que, se um processo tiver variação igual ou maior do que 3 sigma, precisa ser revisado.

A metodologia, no entanto, foi popularizada na década de 1980 pela Motorola e pela General Motors.

Foi nessa época que as empresas passaram a valorizar ainda mais a diminuição dos custos de produção. Então, por isso, a variação dos processos começou a ser cada vez mais expressiva.

Nesse contexto, a metodologia começou a ser aplicada justamente para evitar e diminuir essas variações.

Qual o Objetivo da Metodologia Six Sigma?

O objetivo do Six Sigma é eliminar as variações nos processos de uma empresa. Em outras palavras, garantir que todas as atividades sejam realizadas dentro de um mesmo padrão e remover aquilo que sai da conformidade.

Em resumo, pode-se afirmar que o objetivo do Six Sigma é acabar com os defeitos no resultado de um produto.

Na busca por esse objetivo, as empresas conseguem ainda atingir outras metas, principalmente aquelas relacionadas à redução de custos, otimização de processos e melhoria da satisfação do cliente.

Quais as Vantagens do Six Sigma?

O Six Sigma é uma metodologia comprovada que traz benefícios tangíveis para as empresas, ajudando-as a se destacarem no mercado e alcançarem a excelência operacional.

Então, se você leu até aqui, já sabe que o Six Sigma traz muitas vantagens para o negócio. Afinal, ela diminui significativamente as chances de erros na fabricação e defeitos no produto final.

Mas, além disso, a metodologia traz ainda outras vantagens para as empresas que a aplicam:

Aumento Do Nível De Qualidade

Ao eliminar defeitos e reduzir variações nos processos, o Six Sigma melhora a qualidade dos produtos e serviços.

Vantagens do Six Sigma

Maior Satisfação Do Cliente

Com processos mais eficientes e produtos de melhor qualidade, a satisfação do cliente aumenta. Assim, a reputação da empresa é fortalecida.

Aumento Da Lucratividade

Ao reduzir custos, desperdícios e retrabalho, o Six Sigma contribui para aumentar a lucratividade das empresas.

Redução De Desperdício

A metodologia ajuda a identificar e eliminar desperdícios nos processos. Dessa forma, otimiza recursos e reduzindo custos desnecessários.

Diminuição De Custos

Com processos mais eficientes e menos retrabalho, os custos operacionais são reduzidos, aumentando a rentabilidade.

Processos Padronizados

O Six Sigma promove a padronização de processos. Com isso, você facilita a gestão e a replicação de boas práticas em toda a organização.

Engajar Equipes

O envolvimento dos colaboradores é fundamental no Six Sigma. Isso porque ao engajar as equipes e incentivá-las a participar da melhoria contínua, o clima organizacional é fortalecido.

Onde e Como Aplicar o Six Sigma?

Por ser uma metodologia voltada para processos, o Six Sigma pode ser aplicado em praticamente todos os setores de uma empresa.

Ele começou a ser utilizado na produção, mas, hoje em dia, é aplicado também por equipes de atendimento, recursos humanos e financeiro.

O Six Sigma ajuda a fabricar produtos de qualidade. Além disso, também pode contribuir com o pós-venda e processos de contratação de novos talentos. Além disso, até mesmo na redução de custos de contas de consumo, como água e luz.

O importante é que ele seja aplicado de forma permanente, garantindo benefícios cada vez maiores e que possam ser usufruídos no longo prazo.

BANNER Melhore a eficiência dos seus processos com o ERP WebMais

Quais São os Métodos Utilizados no Six Sigma?

Existem dois métodos de aplicação do Six Sigma. Ambos são parecidos em suas primeiras etapas, mas se diferenciam nas duas últimas.

Um dos métodos é voltado para o desenvolvimento de novos produtos, enquanto o outro funciona melhor para a identificação de pontos de melhoria.

Saiba mais sobre cada um dos métodos!

Dmaic

O método Dmaic é o mais indicado para quem quer encontrar oportunidades de melhoria nos processos e identificar a causa dos problemas. Ele é dividido em cinco etapas:

  • definir: decidir qual problema deve ser resolvido;
  • mensurar: levantar dados e informações sobre o problema e o processo do qual ele faz parte;
  • analisar: descobrir as causas do problema e traçar um plano de ação;
  • melhorar: aplicar as melhorias definidas na etapa anterior;
  • controlar: confrontar os resultados obtidos com os esperados para planejar ações de correção.

Dmadv

O Dmadv é uma espécie de evolução do Dmaic, mas voltado para a criação de novos produtos. As suas primeiras três etapas são iguais às do Dmaic, mas, depois de definir, mensurar e analisar, os passos seguintes são outros:

  • desenhar: fazer testes e experimentos em pequena escala e, depois, detalhar ainda mais o plano de ação;
  • verificar: validar os testes e lançar um novo produto.

Um dos principais objetivos do Dmadv é aumentar o giro de lançamento de novos produtos pela empresa, juntamente com a garantia de uma boa qualidade nessas entregas.

Quais São os 6 Sigmas?

O Six Sigma é uma escala que mede a variação dos processos. Mas, como já explicamos, ele faz isso considerando as suas falhas e defeitos. Dessa forma, a metodologia considera seis níveis Sigma:

  • 1 sigma: 690.000 defeitos por milhão;
  • 2 sigma: 308.537
  • 3 sigma: 66.807
  • 4 sigma: 6.210
  • 5 sigma: 233
  • 6 sigma: 3,4

Quanto menor for desvio, maior a qualidade do processo ou do produto.

O Que São Os Belts Da Metodologia Six Sigma?

Na metodologia Six Sigma, os “Belts” são profissionais treinados e certificados para liderar projetos de melhoria usando os princípios e ferramentas do Six Sigma. Mas existem diferentes níveis de Belts, cada um com seu nível de conhecimento e responsabilidades.

Seja como for, os Belts desempenham um papel crucial no sucesso da implementação do Six Sigma, liderando projetos, treinando equipes e impulsionando a cultura de melhoria contínua na organização.

Qual a Diferença entre as Certificações Six Sigma?

O treinamento para o Six SIgma se inspira nas faixas das artes marciais para definir os níveis de cada profissional.

White Belt

A certificação de nível mais básico faz uma introdução às ferramentas de melhoria. Além disso, é voltada para profissionais de nível operacional. Sendo assim, devem ser treinados para concretizar ações rotineiras dentro de uma empresa e dar suporte aos profissionais com nível maior de certificação.

Yellow Belt

O segundo nível de certificação é indicado para profissionais de alto nível tático.

A ideia é que essas pessoas já consigam desenvolver pequenos projetos de melhoria dentro da sua área de atuação. Então, devem ter capacidade para dar suporte a profissionais com certificações mais avançadas.

Tipos de certificações Six Sigma

Green Belt

O green belt é considerado um nível intermediário do Six Sigma. Portanto, têm essa certificação os profissionais responsáveis por liderar e executar projetos estratégicos de melhorias contínuas e relevantes.

O mais comum é encontrar supervisores e coordenadores com o nível green belt.

Black Belt

O black belt é o nível máximo da metodologia. Isso porque tem o objetivo de capacitar profissionais para liderar uma equipe.

Sendo assim, os profissionais com essa certificação têm total domínio das ferramentas estatísticas de qualidade e sabem liderar grandes equipes em projetos longos e de maior complexidade.

Normalmente, os profissionais black belt ocupam altos cargos dentro de uma organização.

Principais Etapas Da Metodologia

A metodologia Six Sigma segue as etapas DMAIC: Definir, Mensurar, Analisar, Melhorar e Controlar. Mas, como vimos, cada etapa tem um propósito específico.

Essas etapas são executadas sequencialmente. Dessa forma, permitem uma abordagem sistemática para a melhoria contínua dos processos, buscando a excelência e a redução de variações indesejadas.

Definir

Na primeira etapa, o problema ou oportunidade de melhoria é identificado e definido claramente. Então, são estabelecidos os objetivos do projeto, a equipe é formada e o escopo do trabalho é delimitado.

Mensurar

Nesta etapa, são coletados dados relevantes sobre o processo em questão. Isso envolve a definição de métricas de desempenho, a coleta de dados e a análise inicial dos mesmos. Assim, é possível compreender a situação atual e quantificar o desempenho do processo.

Analisar

Aqui, os dados coletados são analisados em profundidade para identificar as causas raiz dos problemas e entender as relações entre as variáveis. Então, ferramentas estatísticas e de análise são aplicadas para identificar os principais fatores que afetam o desempenho do processo.

Melhorar

Já com base nas descobertas da análise, são propostas soluções e ações de melhoria.

São desenvolvidos planos de ação e são implementadas as mudanças necessárias para resolver as causas raiz identificadas. O objetivo é otimizar o processo e alcançar os objetivos definidos.

Controlar

Nesta etapa, os controles e sistemas de monitoramento são estabelecidos para garantir que as melhorias implementadas sejam sustentadas ao longo do tempo.

São definidos indicadores-chave de desempenho e são implementados mecanismos de monitoramento contínuo. O objetivo é garantir a estabilidade e a eficácia do processo melhorado.

Perguntas Frequentes

A seguir, vamos conferir algumas respostas para perguntas frequentes:

Quais As Diferenças Entre Six Sigma X Kaizen X Melhoria Contínua?

O Six Sigma, o Kaizen e a Melhoria Contínua são abordagens distintas para aprimorar os processos empresariais, embora compartilhem o objetivo de buscar melhorias contínuas.

O Six Sigma é uma metodologia estruturada, baseada em dados e estatística, focada na redução de defeitos e na melhoria da qualidade.

Já o Kaizen, por sua vez, é uma filosofia japonesa que valoriza as mudanças incrementais e graduais. Dessa forma, incentiva a participação de todos os níveis da organização.

Já a Melhoria Contínua é um conceito amplo que abarca várias abordagens, incluindo tanto o Six Sigma quanto o Kaizen. Assim, busca constantemente aprimorar os processos, produtos e serviços de uma empresa.

O Six Sigma se concentra em projetos específicos de melhoria, utilizando a metodologia DMAIC. Por outro lado, o Kaizen enfatiza as melhorias diárias e a criação de uma cultura de melhoria contínua.

Em outras palavras, a Melhoria Contínua abrange essas diferentes abordagens e pode incorporar tanto metodologias estruturadas como a adoção de práticas diárias de aprimoramento.

Diferenças entre Six Sigma, Kaizen e Melhoria Contínua

O Que É Um Programa De Ideias?

Um programa de ideias é uma iniciativa implementada pelas empresas para encorajar e colher ideias e sugestões dos funcionários. Ele também conhecido como programa de sugestões ou programa de melhoria de ideias.

O objetivo é envolver os colaboradores no processo de melhoria contínua e incentivar a geração de novas soluções, aprimoramentos e inovações.

Qual O Impacto Do Programa De Ideias Na Metodologia Six Sigma?

Um programa de ideias tem um impacto significativo na metodologia Six Sigma. Assim, permite que os funcionários compartilhem sugestões e percepções sobre processos, produtos e serviços.

Essas ideias podem se tornar projetos do Six Sigma, impulsionando a melhoria contínua. Além disso, o programa promove o engajamento dos funcionários, aumenta a diversidade de soluções e estimula a inovação, agregando valor à abordagem do Six Sigma.

Quais Os Kpi ‘s Para Mensurar A Metodologia Six Sigma?

Existem diversos Key Performance Indicators (KPIs) que podem ser utilizados para mensurar a eficácia e os resultados da metodologia Six Sigma. Alguns exemplos de KPIs comumente utilizados são:

  1. Defeitos por unidade: Mede a taxa de defeitos ou erros encontrados em um determinado produto ou processo. Quanto menor a taxa de defeitos, melhor é o desempenho.
  2. Variação do processo: Avalia a consistência e a estabilidade do processo, medindo a variação nos resultados. Menor variação indica maior controle do processo.
  3. Tempo de ciclo: Mede a duração total do processo, desde o início até a conclusão. Reduzir o tempo de ciclo resulta em maior eficiência e agilidade.
  4. Tempo médio de reparo: Mede o tempo médio necessário para reparar falhas ou defeitos. Menor tempo de reparo indica maior agilidade na correção de problemas.
  5. Redução de custos: Avalia a redução de custos alcançada por meio da implementação de projetos do Six Sigma. Esses custos podem incluir retrabalho, desperdício, tempo ocioso, entre outros.
  6. Satisfação do cliente: Mede a satisfação dos clientes em relação aos produtos ou serviços entregues. Aumentar a satisfação do cliente é um indicativo de sucesso da metodologia.
  7. Retorno sobre o investimento (ROI): Avalia o retorno financeiro obtido a partir dos projetos do Six Sigma. Mede os benefícios financeiros em relação aos investimentos feitos.

É importante selecionar os KPIs que sejam relevantes para os objetivos e metas específicos de cada projeto ou organização. Isso porque esses indicadores permitem acompanhar o progresso, identificar áreas de melhoria e avaliar o impacto dos projetos do Six Sigma na empresa.

Por Que Ter Profissionais Certificados Em Six Sigma?

Ter profissionais certificados nessa metodologia traz uma série de benefícios para as organizações. Vamos ver algumas razões importantes.

Os profissionais certificados em Six Sigma possuem um conhecimento aprofundado da metodologia e suas ferramentas.

Eles estão familiarizados com os conceitos, princípios e melhores práticas do Six Sigma. Dessa forma, podem liderar e participar de projetos de melhoria com maior eficácia.

Além disso, eles também têm uma mentalidade orientada para a melhoria contínua, e estão preparados para identificar oportunidades de aprimoramento.

Assim, aplicam metodologias estruturadas e implementam mudanças eficazes nos processos, visando alcançar níveis mais altos de qualidade, eficiência e satisfação do cliente.

Então, esses profissionais desempenham um papel fundamental na implementação bem-sucedida do Six Sigma e na obtenção de benefícios significativos para a organização.

BANNER Aprimore sua gestão com o ERP WebMais, especializado em indústrias e distribuidoras

Conclusão

Neste guia, aprendemos os principais aspectos do Six Sigma e seu impacto na busca pela excelência operacional.

A metodologia, com seu foco na redução de defeitos e melhoria contínua, oferece benefícios como aumento da qualidade, satisfação do cliente e lucratividade. Além disso, destacamos a importância dos profissionais certificados e a sinergia com programas de ideias.

Então, ao implementar o Six Sigma, sua empresa estará no caminho para processos mais eficientes, custos reduzidos e um diferencial competitivo. Não espere mais, comece sua jornada rumo à excelência com essa metodologia hoje mesmo!

Se precisar de ajuda, o ERP WebMais pode te ajudar. Agende uma demonstração gratuita e veja como!

Deixe um comentário