Como calcular margem líquida?

Aprenda A Usar A Margem Líquida Na Sua Empresa! Veja Cálculo

Imagem de Sanon Matias

A margem líquida é um indicador crucial da saúde financeira de uma empresa, representando a proporção do lucro líquido em relação à receita líquida após deduções fiscais. Esse cálculo, realizado dividindo o lucro líquido pela receita líquida, é essencial tanto em análises trimestrais quanto anuais.

Atualmente, é um dos principais indicadores financeiros que ajudam a analisar o financeiro do negócio. Em resumo, ela serve para indicar se a empresa gerou lucros ou não em um determinado período.

Essa métrica é especialmente útil para os investidores, pois fornece uma visão clara da eficiência operacional e da capacidade da empresa de converter vendas em lucro líquido.

No entanto, os gestores também podem fazer bom uso para tomar decisões ainda mais estratégicas baseadas na situação atual do negócio.

Então, neste artigo, você vai entender a importância desse cálculo para a empresa e conhecer a fórmula para chegar ao resultado!

Além disso, também temos uma dica para facilitar toda a sua gestão financeira, incluindo o controle da margem líquida: é o ERP WebMais! Agende uma demonstração gratuita e entenda como o sistema facilita seu trabalho.

Agora, vamos ao artigo.

BANNER TOPO BLOG Estoque, compras e muito mais

O Que É Margem Líquida?

Margem líquida é um indicador financeiro que mostra a porcentagem de lucro em relação às receitas de uma empresa. Normalmente, ele é utilizado na análise de demonstrativos de resultados trimestrais e anuais.

Também chamada de margem de lucro líquido, a margem líquida é o resultado da divisão do lucro líquido da empresa pela receita líquida. E é claro, isso tudo após a dedução de todos os impostos e tributos.

O Que A Margem Líquida Sinaliza?

A margem líquida, como falamos, indica se uma empresa está sendo lucrativa ou não. Assim, a partir da análise desse indicador, é possível tirar conclusões relacionadas a outros fatores relativos à empresa:

  • Custo de produção;
  • Gestão operacional;
  • Sinais de alerta;
  • Valor do produto;
  • Vantagens competitivas;
  • Entre outros.

Como A Margem Líquida Funciona?

Em resumo, a margem líquida funciona para medir a saúde financeira de qualquer empresa, revelando a eficiência na geração de lucro em relação à receita total.

Mas ela vai além do valor absoluto do lucro, mostrando a porcentagem da receita que se converte em lucro líquido, após todos os custos e despesas serem subtraídos.

Para tanto, é preciso aplicar uma fórmula para descobrir sua margem líquida, que envolve o lucro líquido e a receita líquida – os quais você entenderá a seguir.

Então, com os dados em mãos, você pode comparar a margem líquida com empresas do mesmo setor para ter uma visão mais precisa da performance.

Ou ainda, acompanhar a sua evolução ao longo do tempo para identificar tendências e áreas de melhoria.

Para Que Serve O Indicador De Margem Líquida?

A margem líquida é um dos principais indicadores que norteiam uma organização na hora de avaliar a sua situação financeira em um determinado período.

A empresa que tem margem negativa não conseguiu gerar lucros – no máximo, manteve os seus custos pagos.

Já a margem positiva indica que a empresa teve lucro no período analisado.

Dessa forma, a partir dessa informação, é possível traçar planos para otimizar as ações, sempre visando à melhoria dos processos e os melhores resultados financeiros.

Sendo assim, a margem líquida também funciona como uma base para a tomada de decisões. E isso é ainda mais preciso quando se trata de definir os próximos passos a serem dados pelo negócio.

Por Que O Indicador De Margem Líquida É Importante Para Sua Empresa?

Conhecer a situação financeira da empresa é o primeiro passo para uma tomada de decisão inteligente.

E aqui não estamos falando somente das decisões que envolvem o setor financeiro, mas referentes a qualquer área da empresa.

Isso porque esse conhecimento permite que você saiba quando e quanto investir em novas iniciativas e também quando parar de gastar e cortar custos.

A margem líquida também é importante para demonstrar a situação financeira do negócio a possíveis investidores e ajudar a calcular dividendos a serem recebidos.

Conhecer a margem líquida ajuda a empresa

Por fim, não podemos deixar de falar que ela serve como um termômetro para avaliar a gestão do negócio.

Isso porque, se uma empresa não está tendo lucro, provavelmente a pessoa responsável pela sua gestão está cometendo alguns erros!

Impacto Na Gestão Financeira

A margem líquida impacta diretamente a gestão financeira por oferecer uma visão direta da eficiência operacional e da rentabilidade do negócio.

Seu impacto é multifacetado e influencia várias decisões financeiras e estratégicas.

Por ser uma medida fundamental para avaliar a rentabilidade de uma empresa, mostra quando a empresa está gerando lucro suficiente em relação às suas vendas, ou tem problemas financeiros subjacentes.

Com seu resultado, é possível que o gestor projete orçamentos e planos financeiros com metas realistas e estratégias adequadas.

Assim, é possível identificar áreas onde os custos podem ser reduzidos ou onde as vendas podem ser aumentadas.

Além disso, a margem líquida ajuda a monitorar a eficiência operacional.

Se houver flutuações, indica a hora de mudanças nos custos operacionais, na estrutura de preços ou na competitividade do mercado, permitindo que a empresa ajuste suas estratégias conforme necessário.

E claro, os investidores podem usar o indicador para entender todos esses pontos, atraindo mais investimentos devido à confiança no desempenho futuro da empresa.

Quais São As Vantagens De Avaliar A Margem Líquida?

Além de trazer vantagens para o gestor da empresa, o conhecimento sobre a margem líquida também ajuda um negócio a se posicionar na Bolsa de Valores. Confira as vantagens.

Análise do Potencial de Valorização

A margem líquida permite analisar a saúde financeira de uma organização e, por isso, é um dos principais aspectos a serem considerados na análise fundamentalista.

Esse tipo de análise busca entender a qualidade de uma empresa no mercado de ações.

É analisando esse indicador que os investidores entendem a rentabilidade de um negócio e o seu potencial de valorização.

Isso porque oferece insights adicionais, como a capacidade da empresa em manter suas operações com eficiência e lidar com custos variáveis.

A compreensão desses detalhes aprimora a análise do potencial de valorização, permitindo que investidores considerem não apenas a rentabilidade, mas também a sustentabilidade do crescimento a longo prazo.

Identificação de Empresas em Expansão

A margem líquida negativa, no entanto, nem sempre é sinal de que o negócio vai mal.

Algumas empresas operam no negativo por anos e, ainda assim, têm alto valor no mercado, pois estão crescendo e se valorizando.

Então, entender o que cada resultado quer dizer ajuda o empresário a identificar os momentos de expansão. Assim, ele poderá tomar melhores decisões em relação aos seus próximos investimentos.

Como Calcular O Indicador De Margem Líquida?

Agora que você já sabe o que é margem líquida e qual a sua importância, é hora de aprender a calculá-la.

Para isso, você vai precisar conhecer dois outros indicadores: a receita líquida e o lucro líquido.

Passo 1. Acesse O DRE

O DRE é um dos principais relatórios financeiros que detalha as receitas, despesas e lucros de uma empresa durante um determinado período.

O que é preciso para calcular a margem líquida?

Ele é geralmente encontrado nos registros contábeis da empresa ou em seus relatórios financeiros públicos, se disponíveis.

Para calcular a margem líquida, você precisará acessar a DRE da empresa e identificar os seguintes valores:

  • lucro líquido: encontrado na última linha da DRE;
  • receita líquida: encontrada na parte superior, logo após a receita bruta de vendas e antes das deduções de custos, despesas e impostos.

Passo 2. Verifique O Lucro Líquido E A Receita Líquida

O lucro líquido representa o valor que a empresa retém após deduzir todas as despesas, incluindo impostos, juros e depreciação, da sua receita total.

Por outro lado, a receita líquida é a receita total da empresa após deduções de devoluções, descontos e abatimentos.

Com esses valores em mãos, você pode aplicá-los na fórmula da margem líquida e obter seus resultados.

Qual É a Fórmula da Margem Líquida?

O cálculo da margem líquida é simples – basta dividir o lucro líquido pela receita líquida, ambos relativos ao mesmo período.

A sua fórmula é:

Margem líquida = lucro líquido / receita líquida 

Exemplo do Cálculo da Margem Líquida

Para facilitar o seu entendimento, vamos mostrar aqui o cálculo de margem líquida das Lojas Renner, divulgado pelo site The Capital Advisor.

Os dados são do quarto trimestre de 2019, período em destaque na imagem. Na época, a empresa teve uma receita líquida de R$ 2.873,1 bilhões e lucro líquido de R$ 514,2 milhões no mesmo período.

Dividindo o lucro pela receita, chegamos ao resultado: a margem líquida da empresa nesse período foi de 17,9%.

No caso das Lojas Renner, a margem líquida encontrada indica uma boa capacidade da empresa em converter suas vendas em lucro, evidenciando uma gestão eficaz dos custos operacionais.

É importante lembrar que a margem líquida de empresas de capital aberto é sempre divulgada, com o objetivo de facilitar a análise dos investidores por meio da transparência.

Quais As Diferenças Entre Margem Líquida E Margem Bruta?

A margem bruta é o indicador que aponta o retorno que uma empresa alcançou com suas vendas. É muito comum confundir esse conceito com o de margem líquida, mas eles são diferentes.

A margem bruta é o resultado da divisão do lucro bruto pelas receitas líquidas de um mesmo período, deduzindo os custos de produção.

Assim, quanto maior a margem bruta, maior a lucratividade das vendas, e não necessariamente do negócio como um todo.

Esse indicador é frequentemente usado para avaliar a eficiência da produção e a capacidade de uma empresa de controlar seus custos.

Por exemplo, se uma empresa consegue aumentar sua margem bruta ao longo do tempo, isso pode indicar melhorias na eficiência da produção, negociações mais favoráveis com fornecedores ou aumento da demanda por seus produtos a preços mais altos.

Quais As Diferenças Entre A Margem Líquida E Margem De Contribuição?

A margem de contribuição é o valor que sobra das vendas depois de descontados os custos e despesas variáveis.

Diferença entre margem líquida, margem bruta e margem de contribuição

O objetivo desse indicador é sinalizar a capacidade que a empresa tem de gerar receitas a partir de suas vendas. A ideia é pagar esses custos e despesas e, ainda assim, gerar lucro.

Quando o valor da margem de contribuição é maior que o valor total de custos e despesas, a empresa tem capacidade para cumprir com esses compromissos e gerar lucro.

Quando é igual, indica que o negócio opera no seu ponto de equilíbrio.

Por outro lado, se o valor da margem de contribuição for menos do que a soma dos custos e despesas variáveis, a empresa está tendo prejuízo. Nesse caso, a empresa deve tomar providências para reverter o cenário.

E a margem líquida, como você já sabe, é a diferença entre a receita líquida e o lucro líquido, depois da dedução de todos os tributos e impostos.

Com o ERP WebMais, você mantém o controle das suas despesas em dia, simplificando a gestão financeira e o entendimento da margem líquida. Experimente agora.

Quanto É Uma Boa Margem Líquida?

A porcentagem ideal de margem líquida varia de um setor para o outro e de acordo com a realidade de cada negócio.

Mas para ajudar você a entender se a margem líquida do seu negócio está na média do seu mercado, trouxemos aqui alguns referenciais:

  • Comércio: entre 10% e 20%;
  • Serviços: entre 20% e 30%;
  • Indústria: entre 8% e 12%.

Como Aumentar A Lucratividade Da Sua Empresa?

O objetivo de todo negócio é ter lucro. Por isso, independentemente do resultado da sua margem líquida, é importante estar sempre desenvolvendo estratégias para aumentar a lucratividade do negócio.

Assim, é possível recuperar a saúde financeira da empresa em casos de resultado negativo ou otimizar ainda mais os resultados em caso de margem positiva.

Confira as nossas dicas!

Controle Os Custos Fixos

Todo negócio precisa estar sempre atento aos seus custos fixos. Quanto menores eles forem, maior será a lucratividade.

Por isso é tão importante conhecer detalhadamente todas as movimentações financeiras da empresa, mas é ainda mais interessante buscar constantemente maneiras de otimizar esses gastos.

Assim, é possível tomar decisões de forma mais inteligente sobre esse tema. Você saberá exatamente o que pode ser cortado ou diminuído sem que as operações sejam prejudicadas.

Uma abordagem eficaz para controlar os custos fixos é implementar sistemas e processos que permitam uma análise detalhada das despesas.

Isso inclui o uso de softwares de gestão que possibilitem o acompanhamento em tempo real dos gastos, identificando áreas onde há potencial para cortes ou reduções.

Fique De Olho Na Margem De Lucro Dos Produtos

Outro ponto importante é o cuidado com a margem de lucro de cada produto. A precificação correta de cada item comercializado pela empresa é fundamental para que não se tenha prejuízo.

Como aumentar a lucratividade da sua empresa?

O importante aqui é conhecer os custos de produção de cada item, para, assim, determinar por quanto cada um será vendido.

Nesse momento, você deve deixar de lado a sua intuição e os preços praticados pelo mercado. Dessa forma, poderá fazer uma análise 100% racional.

Depois de chegar ao valor ideal, você pode analisar o mercado. Se achar que o valor encontrado está abaixo da média, pode optar por aumentar. Se estiver acima, é hora de refletir.

Em alguns casos, pode valer a pena diminuir um pouco a margem e ganhar no volume ou compensar com outros produtos que você tenha em seu portfólio.

O importante é nunca deixar de tomar esse tipo de decisão com base em dados e sempre colocar tudo na ponta do lápis!

Como Usar A Margem Líquida Para Tomar Decisões Estratégicas Para O Seu Negócio?

A margem líquida mostra quanto de cada unidade monetária de venda está sendo convertida em lucro líquido após todos os custos e despesas serem considerados. Por isso, influencia muito nas tomadas de decisões de um gestor.

Ao compará-la ao longo do tempo, é possível identificar tendências e padrões que revelam a eficiência operacional e a lucratividade.

Se for comparada com concorrentes do setor, fornece insights valiosos sobre a posição competitiva da empresa no mercado.

Observar essas tendências permite uma análise mais profunda das mudanças no desempenho financeiro.

Por exemplo, uma queda na margem líquida pode indicar problemas como aumento de custos, diminuição das vendas ou ineficiências operacionais que precisam ser abordadas.

E quando há essa diminuição, é possível investigar as causas, que envolve uma análise detalhada dos custos, identificação de áreas de desperdício ou ineficiência e revisão das estratégias de precificação e marketing para impulsionar as vendas e melhorar a lucratividade.

Assim, os gestores podem tomar decisões mais informadas sobre como alocar recursos financeiros de forma eficiente.

Por exemplo, segmentos com margens mais altas podem justificar investimentos adicionais para impulsionar ainda mais o crescimento.

BANNER O ERP mais completo para gestão de indústrias e distribuidoras é o ERP WebMais

Conclusão

A margem líquida é um excelente indicador para tomada de decisão e captação de novos investimentos para a empresa.

Além de saber calculá-la, é importante saber interpretá-la, porque, como falamos, nem sempre uma margem negativa é sinal de que a empresa está caminhando na direção errada.

Como você viu, uma margem líquida negativa em um período específico pode ser resultado de investimentos significativos em pesquisa e desenvolvimento, que podem gerar retornos substanciais no futuro.

Portanto, entender o contexto por trás dos números é fundamental para uma análise precisa da saúde financeira da empresa e para orientar estratégias futuras.

Se sua empresa está buscando maneiras de otimizar seus processos e impulsionar a eficiência financeira, agende uma demonstração gratuita do nosso ERP WebMais.

Nosso sistema é projetado para atender às necessidades específicas do seu negócio, proporcionando soluções integradas e personalizadas!

Deixe um comentário