reduza os custos de produção da sua empresa

O Que São Custos De Produção, Exemplos E Cálculo

Imagem de Sanon Matias

Estar atento aos custos de produção de um negócio é uma forma de garantir que os seus lucros sejam mantidos e que a sua operação seja financeiramente saudável. 

Afinal, não adianta vender muito se o preço de venda não é suficiente para cobrir tudo o que foi gasto nos processos produtivos, certo?

Para ajudar você a entender melhor os seus custos de produção, aqui neste conteúdo vamos falar mais sobre este conceito.

Também vamos mostrar a importância de acompanhar esses valores, além de falar sobre a diferença entre custos, despesas e gastos (sim, elas existem!).

Para complementar, temos uma dica para facilitar a sua gestão de produção. Com o ERP WebMais, você tem em mãos os dados mais importantes da sua empresa e sabe como planejar melhor todo o negócio, da produção ao financeiro. Faça um teste grátis

Continue lendo e saiba mais!

BANNER GERAL Estoque, compras, financeiro e muito mais com o ERP WebMais

O Que É Custo De Produção?

O custo de produção é o conjunto de gastos relativos a uma atividade produtiva que tenha o objetivo de manufaturar um produto ou oferecer um serviço.

Alguns exemplos de custos são a aquisição de matéria-prima, remuneração de mão de obra, compra e manutenção de equipamentos e logística.

Os custos de produção podem ser fixos ou variáveis. Os custos fixos são aqueles que não variam de acordo com o volume produzido, como a remuneração do funcionário. 

Se ele não receber comissão, todo mês o seu salário vai ser o mesmo, tendo produzido 10 ou 1000 peças.

Já os custos variáveis são aqueles que mudam de acordo com o volume produzido, como é o caso da compra de matéria-prima. Afinal, se você produzir 10 itens, vai gastar muito menos material do que se produzir 1000 itens.

PRODUÇÃO + EFICIENTE? SÓ COM O ERP WEBMAIS!
EXPERIMENTE AGORA

Qual A Importância De Fazer Os Custos De Produção?

Conhecer detalhadamente os custos de produção do negócio é essencial para se analisar a eficiência da empresa. Em outras palavras, é preciso entender se os custos estão acima ou abaixo do esperado.

A partir daí, é possível traçar um plano com as ações necessárias para que esses custos diminuam, caso seja necessário.

O cálculo dos custos de produção também é fundamental para a correta precificação dos seus produtos ou serviços. Isso porque o preço de venda deve ser suficiente para cobrir todos os seus custos e ainda trazer lucro para o negócio.

Quando isso não acontece, a empresa opera no prejuízo ou no zero a zero, e esse não é o desejo de nenhum empresário, certo?

Como O Custo De Produção Funciona?

O custo de produção sempre deve ser calculado a partir da soma dos custos de matéria-prima, mão de obra e custos indiretos de fabricação.

É importante deixar claro que é preciso considerar aqui os impostos pagos nas compras de materiais e as contribuições pagas por cada funcionário. Além disso, também deve-se incluir o frete cobrado para a entrega das matérias-primas.

Existem duas formas de calcular os custos de produção: de maneira unitária e de maneira total. O custo de produção unitário é o valor investido para a fabricação de cada item. É esse custo que deve ser considerado, por exemplo, no momento da precificação.

Conheça o custo de produção da sua empresa (Gestor com lupa de um lado, olhando documentos. Do outro:)  - Calcular a partir dos custos de matéria-prima - Considerar custo de mão de obra e outros indiretos - Inserir os impostos pagos na compra e no pagamento dos funcionários - Valores de fretes e entregas

Já o custo total é aquele que a empresa investe para a fabricação de todos os itens que comercializa. Ele é útil especialmente na hora fazer análises da saúde financeira do negócio e dos resultados de cada período.

Quais As Diferenças Entre Custos, Despesas E Gastos?

Antes de falarmos com mais detalhes sobre o cálculo do custo de produção, é muito importante que você entenda a diferença entre custos, despesas e gastos.

Custos

Os custos são todos os investimentos que a empresa faz na produção dos itens que vende. Alguns exemplos, como já falamos aqui, são a mão de obra produtiva, a compra de matérias-primas, embalagens, estoque e logística.

Sem essas coisas, os produtos não teriam como ser fabricados e distribuídos.

Despesas

Já as despesas são gastos que não são essenciais para a produção, mas dão apoio à operação da empresa. Elas podem ser tão importantes para a manutenção do negócio quanto o processo produtivo.

Alguns exemplos de despesas são os investimentos feitos em marketing, administração, gestão de recursos humanos, gestão financeira, materiais de escritório, entre outros.

Sem essas coisas, os itens comercializados continuam sendo produzidos.

Gastos

Os gastos, por sua vez, são todas as movimentações financeiras que correspondem a saídas de dinheiro do caixa da empresa. Ou seja, tanto os custos como as despesas podem ser considerados gastos!

GESTÃO FINANCEIRA COMPLETA COM O ERP WEBMAIS
CONHEÇA A FERRAMENTA

Como Os Custos De Produção São Categorizados?

Agora voltando a falar especificamente sobre os custos de produção, é hora de apresentar as duas classificações possíveis para esses gastos.

Custos A Priori

Aqui são considerados os custos antes de iniciar o processo produtivo. Esse cálculo ajuda a ter uma previsão sobre gastos futuros e sobre o fluxo de caixa.

Além disso, ele pode servir como base para a tomada de decisão sobre rentabilidade e ajudar a determinar os melhores métodos de produção. 

Custos A Posteriori

Os custos a posteriori, como o nome indica, são obtidos depois da produção do produto ou serviço. Eles costumam ser mais precisos do que os custos a priori, pois aqui todos os valores envolvidos já foram observados.

Essa é uma ótima forma de acompanhar a evolução dos custos necessários para a produção ao longo do tempo. Isso ajuda a empresa a se planejar e evitar problemas financeiros.

Como Calcular Os Custos De Produção?

Agora vamos partir para o cálculo? A fórmula mais utilizada pelas empresas é a de custo de produção total, que considera o que foi investido para produzir tudo o que está em estoque:

Custo de produção total = matéria-prima + mão de obra direta + custos fixos e variáveis + extras

Fórmula para calcular os custos de produção da sua empresa  (Pessoa apontando pra um quadro branco, com a fórmula abaixo nele:)  Custo de produção total = matéria-prima + mão de obra direta + custos fixos e variáveis + extras

Mas também é possível calcular o custo unitário. Para isso, basta saber quantas unidades de cada produto foram fabricadas e dividir esse valor pelo custo total. veja a fórmula:

Custo unitário de produção = custo total de produção / quantidade de produtos fabricados

Exemplo De Custos De Produção

Para que você entenda melhor, vamos dar um exemplo. Imagine que você tem uma pequena empresa. 

Os custos fixos mensais são de R $800 para o aluguel do espaço e de R$ 100 para o aluguel da máquina que utiliza. Ou seja, os seus custos fixos são de R$ 900.

O custo da matéria-prima para produzir cada item é de R$ 10 e, nesta data, você tem 100 produtos no estoque. Isso quer dizer que os seus custos variáveis com matéria-prima foram de R$ 1000. 

Além disso, você teve outros custos variáveis de R$ 1500 com embalagens para cada produto. 

Quem cuida da produção é um único funcionário, que recebe R$ 2000 de salário. Considerando que, neste período, você não teve nenhum gasto extra, temos:

Custo de produção = 1000 + 2000 + 900 + 1500 = 5400

Para saber o custo unitário, é só dividir o custo total, que é de R$ 5400, pelo número de itens produzidos:

Custo unitário = 5400 / 100 = 540

Fazer o cálculo do custo de produção não é difícil. Para isso, no entanto, é preciso ter registro de todos os gastos feitos pela empresa em cada período, para que você consiga ter acesso às informações que precisa.

CONTROLE DE CUSTOS DE PRODUÇÃO E MUITO MAIS!
CONHEÇA O ERP WEBMAIS

Conclusão

Outra forma de calcular o custo de produção é usando um sistema ERP, que armazena e organiza todas as informações sobre o seu negócio.

Assim, além de entregar indicadores de forma automática, um ERP permite que você analise relatórios sobre todos os setores da empresa.

Dessa forma, você consegue fazer uma gestão cada vez mais eficiente e tomar decisões com base em dados!
Que tal experimentar o ERP WebMais e descobrir, na prática, como ele simplifica seu trabalho e otimiza os resultados da empresa? Agende uma demonstração gratuita e confira!

Deixe um comentário