como o estoque mínimo fortalece os lucros da sua empresa?

Descubra O Que É Estoque Mínimo E Como Fazer O Cálculo

Imagem de Sanon Matias

O estoque é parte fundamental de qualquer indústria ou distribuidora. Mas, para que não vire uma dor de cabeça, é importante que ele seja controlado, já que mercadorias paradas significam dinheiro parado. Por isso, o uso do estoque mínimo pode ser uma excelente solução!  

Ele também é chamado de estoque de segurança, já que protege a empresa de situações indesejadas. A ideia é que o seu estoque seja adequado às necessidades do seu negócio e que você não sofra com mercadorias estagnadas e sem giro. 

Mas você sabe o que é e como aplicar o estoque mínimo na sua empresa? Para te ajudar, preparamos este artigo com tudo o que você precisa saber sobre o tema.

Antes da leitura, temos uma dica valiosa para o seu negócio: o ERP WebMais. A ferramenta oferece muita tecnologia e eficiência para a sua gestão de estoque, facilitando seu trabalho. Assista uma demonstração gratuita e conheça o sistema. 

Agora, vamos continuar com a leitura.

BANNER GERAL Estoque, compras, financeiro e muito mais com o ERP WebMais

O Que É O Estoque Mínimo?

O estoque mínimo nada mais é do que ter uma quantidade de mercadorias que atenda sua demanda. Para isso, ela tem que ser suficiente para lidar com eventuais aumentos de procura pelos produtos. 

Outra função do estoque mínimo é cobrir possíveis atrasos nas reposições por parte dos fornecedores.

Por isso, o estoque mínimo também é conhecido como estoque de segurança ou estoque reserva.

Na prática, quando sua empresa atinge o estoque mínimo de um produto, já é hora de fazer o pedido ao fornecedor. Isso significa que você possui estoque apenas para cobrir a sua demanda até que seu fornecedor possa fazer uma nova entrega. 

É importante ressaltar que a necessidade de estoque mínimo poderá variar de acordo com diferentes empresas e setores. 

Uma distribuidora, por exemplo, precisa armazenar estoque para atender os clientes de forma imediata. Já uma indústria, por ter foco na produção, deve se preocupar com a quantidade de insumos e matéria prima.  

Neste momento, você deve estar se perguntando: como consigo calcular meu estoque mínimo? Continue aqui que nós vamos responder essa pergunta!

O ESTOQUE MÍNIMO OTIMIZA SEU CONTROLE

Como Calcular O Estoque Mínimo?

Calcular o estoque mínimo não é difícil. Basta aplicar uma fórmula para chegar ao resultado. No entanto, antes de fazer esse cálculo, você deverá atentar para alguns pontos sobre o seu estoque!

Atualize O Inventário

O primeiro passo é garantir que o inventário da empresa esteja atualizado. Para isso, você deve ter controle sobre tudo o que entra e sai do estoque, sempre dando baixa nas vendas e cadastrando novas entradas.

Se não tiver esses dados atualizados, será preciso fazer um novo inventário. Isso é muito importante porque esses dados influenciam no cálculo do estoque mínimo!

Calcule O Consumo Médio Diário

O consumo médio diário é a quantidade média de produtos que saem do estoque a cada dia de funcionamento da empresa. Para calcular esse consumo, aplique a fórmula:

  • Consumo médio diário = consumo das mercadorias em um determinado período / dias do período em questão

Calcule O Estoque Mínimo

Agora sim é hora de calcular o estoque mínimo. Para isso, use a seguinte fórmula:

  • Estoque mínimo = consumo médio diário x tempo de reposição

Para que fique mais claro, vamos usar um exemplo. Imagine que seu produto teve um consumo de 120 unidades em um mês. Logo, o consumo médio diário é de 4 unidades (120 unidades/30 dias). 

Se o tempo para reposição é de 15 dias, seu estoque de segurança é de 60 unidades (15 dias x 4 unidades). 

Viu como é fácil?  

Gestor calculando estoque e fazendo sinal de aprovação

Você também pode incluir uma margem de segurança para evitar qualquer falha no estoque. Se essa margem de segurança for de 15%, a quantidade adicional armazenada será de 9 unidades (60 + 15%). 

Sabemos que o consumo pode ser alterado em datas comemorativas ou sazonalidade. Por isso, o cálculo deve ser feito de forma diferente. Faça um levantamento de quais datas seu consumo aumenta ou diminui e prepare seu estoque de forma adequada nestes períodos.

Calcule O Ponto De Pedido

Nem sempre ter o resultado do estoque mínimo é o suficiente para que você saiba quando realizar novos pedidos. 

Afinal, é possível que haja imprevistos nesse processo, como atrasos na entrega, por exemplo. Por isso, você deve se preparar para lidar com eles sem prejudicar as suas vendas!

Então, a sugestão é fazer mais um cálculo. Dessa vez, ele vai indicar o momento certo de fazer um novo pedido.

Para isso, você vai precisar conhecer o tempo que cada fornecedor leva para fazer uma entrega. Lembre-se de considerar o tempo de processamento do pedido, a sua preparação e o transporte. Depois, aplique a fórmula:

  • Ponto de Pedido = média de consumo de mercadorias por dia x tempo de reposição + estoque mínimo

Quais Aspectos São Importantes Na Gestão De Estoque?

Na boa gestão de estoque, tanto a falta como o excesso de itens podem ser prejudiciais para o negócio. Um pode significar a perda de vendas, enquanto o outro indica uma elevação desnecessária dos custos de manutenção da empresa.

Nessa gestão, três fatores são bastante relevantes e não podem deixar de ser considerados. Saiba quais são!

facilidade na gestão do estoque

Produtos Mais Vendidos

Para fazer uma gestão eficiente do seu estoque, é fundamental conhecer os produtos que têm maior saída. Isso significa que você vai ter que saber quais são os mais vendidos. 

Isso porque, naturalmente, eles devem ser repostos com maior frequência. Dessa forma, tanto a empresa como os fornecedores precisam estar preparados para atender a essa demanda.

Produtos Mais Rentáveis

Além dos mais vendidos, também é importante conhecer os produtos mais rentáveis. Esses são os que, mesmo que com menos vendas, trazem maior retorno financeiro para a empresa. 

Esses produtos devem estar sempre disponíveis no estoque para que a empresa não perca vendas. Deixar de vendê-los pode causar um grande impacto na saúde financeira do negócio.

Hábitos Do Cliente

Por fim, o bom gestor de estoque também deve conhecer os hábitos de consumo dos seus clientes. Assim, é possível planejar a reposição adequada dos itens, evitando a falta principalmente em épocas de picos de compra, como a Black Friday, por exemplo.

Sabia que o nosso ERP te ajuda a coletar e organizar dados importantes para entender suas vendas? Com a ferramenta de controle de compras, você sabe o quê, quando e por quanto está vendendo. Conheça e entenda como ela vai simplificar o seu trabalho. 

Vantagens E Desvantagens De Operar Com Estoque Mínimo

Como toda e qualquer metodologia, há prós e contras em se aplicar o estoque mínimo na sua empresa. 

Para que você tome a decisão certa, trouxemos as vantagens e desvantagens de se trabalhar com o estoque de segurança.

Desvantagens

Primeiro falaremos das desvantagens, que são menores, mas não menos importantes!   

Uma das maiores desvantagens do estoque mínimo é que você perde um pouco do poder de barganha com os seus fornecedores. Mas como assim? 

Simples, a grande parte dos fornecedores oferece descontos maiores ou condições de pagamentos melhores quando a compra é maior, certo? 

Como você vai adquirir somente o necessário, é provável que suas compras diminuam e você perca um pouco este poder de negociação.  

Outro ponto importante é que essa metodologia requer um acompanhamento quase que diário por parte dos gestores. É preciso estar sempre de olho nas quantidades em estoque para não correr o risco de ficar sem produto.

Vantagens

Trabalhar com estoque mínimo possui muitas vantagens, por isso deixamos para o final! Muitas indústrias e distribuidoras vêm utilizando este método, já que é uma saída para reduzir seus gastos e, como consequência, aumentar o faturamento.  

A primeira grande vantagem é a economia que trabalhar com estoque de segurança pode te trazer. Isso porque, além de contar com uma quantidade menor de produtos estocados, não existe a necessidade de grandes investimentos em estrutura física e logística interna.

Além disso, como você vai trabalhar com um estoque menor, as chances de erro humano ou furtos ficam diminuídas. Isso ocorre por conta da maior facilidade na hora de realizar o controle.

Existem, ainda, outras vantagens de aplicar o estoque mínimo:

  • Mantém o fluxo de produção e vendas;
  • Permite cumprir prazos tanto quando uma operação com estoques maiores;
  • Possibilita uma equipe mais enxuta;
  • Dificulta a perda de produtos por avarias causadas com o tempo;
  • Evita produtos parados;
  • Oferece à empresa fundos para investimentos voltados para vendas e produtividade.

E O Estoque Máximo?

O estoque máximo também é um ponto que precisa de atenção. A ideia não é perder vendas pela falta de itens, mas sim evitar ficar sem giro ou com produtos estragados. Em resumo, ele é a quantidade limite de produtos que podem ser armazenados por uma empresa.  

Assim, o estoque máximo é fundamental para evitar desperdícios de recursos na sua empresa. 

Seu cálculo é muito simples, basta seguir a fórmula: 

  • Estoque máximo = estoque mínimo + lote de reposição 

Com estes indicadores em mãos, fica difícil que a sua empresa sofra com a falta ou excesso de produtos em estoque. Além disso, a sua gestão estará equilibrada. 

Porém, seu estoque máximo pode alterar devido a dois fatores: custo de aquisição das mercadorias e capacidade de armazenamento. Por isso, fique de olho ao calcular. 

Qual É A Diferença Entre Estoque Mínimo E Máximo?

Como você viu aqui no artigo, o estoque máximo é o contrário do estoque mínimo. Porém, embora sejam opostos, esses dois conceitos são complementares e, juntos, contribuem para uma gestão eficiente.

estoque mínimo x estoque máximo

Na prática, o estoque máximo é a soma do estoque mínimo e do lote de reposição necessário por um determinado período.

Quais As Consequências De Não Controlar O Estoque Mínimo?

Não controlar o estoque mínimo pode trazer impactos negativos para a empresa. Isso porque, caso um produto fique em falta no estoque, você certamente vai perder vendas. 

E essa pode ser uma oportunidade para que aquele cliente que ficou sem o produto conheça os seus concorrentes – ou pior, fidelize-se a eles.

Ou seja, o estoque em falta pode significar a perda definitiva de um cliente da empresa!

Além disso, quando o cliente busca por mais de um item e um deles está faltando, dificilmente comprará só um. O mais comum é que ele procure o concorrente e faça a compra de todos os produtos que precisa de uma só vez.

Por Que Utilizar Um Sistema De Gestão De Estoque?

O uso de um sistema de gestão faz com que você possa gerir o seu estoque de forma completa.

O ERP WebMais permite o cadastro de todo o seu fluxo de entradas e saídas de produtos de forma automatizada. 

Além disso, possibilita a geração de diversos relatórios referentes ao seu estoque. Os principais são a curva ABC de produtos vendidos, margem de contribuição de cada produto, estoque mínimo e muitos outros indicadores importantes para decisões mais assertivas.

domine o seu estoque!

Conclusão

Como você pode perceber, o uso do estoque mínimo tem inúmeras vantagens e não é complicado de implementar na sua empresa. Mas ele requer um bom planejamento, controle e, sobretudo, acompanhamento por parte do gestor.

Se você está tendo problemas com o controle de estoque do seu empreendimento, saiba que podemos te ajudar. Converse com um de nossos consultores e veja como o ERP da WebMais vai facilitar o seu trabalho!

2 Comentários “Descubra O Que É Estoque Mínimo E Como Fazer O Cálculo

Deixe um comentário