A gestão de custos vai aumentar a sua margem de lucro!

Saiba O Que É Gestão De Custos, Vantagens E Como Fazer

Imagem de Sanon Matias

A gestão de custos é a estratégia de gerenciamento de todos os gastos e investimentos necessários para que uma empresa realize todas as suas atividades. 

Quando ela é feita de maneira eficiente, o negócio consegue obter melhores resultados financeiros, pois é possível trabalhar com maiores margens de lucro. É por isso que a gestão de custos deve fazer parte da rotina de trabalho de todo gestor. 

Uma boa saúde financeira exige conhecer o tema e entender quais medidas podem ser adotadas para que se tenha um controle rigoroso sobre todos os custos do negócio. Por isso, preparamos este artigo para ajudar você que quer saber mais sobre isso.

A seguir, você vai conhecer melhor o conceito de gestão de custos. Também trouxemos as vantagens de realizar esse tipo de atividade no dia a dia da empresa e os principais tipos de gestão. 

Para complementar, você pode agendar uma demonstração gratuita do ERP WebMais e ver a gestão de custos executada na prática. A ferramenta é especializada na gestão de indústrias e distribuidoras, facilitando o seu trabalho.

Já garantiu sua demonstração gratuita? Então vamos continuar com o artigo. Boa leitura!

BANNER GERAL Estoque, compras, financeiro e muito mais com o ERP WebMais

O Que É Gestão De Custos?

A gestão de custos é um conjunto de processos de gestão. A ideia é conhecer e controlar todos os investimentos necessários para que uma empresa possa realizar as suas atividades e se manter produtiva. E é claro, tudo isso sem operar no negativo.

Os custos de uma empresa podem ser variados e se dividem entre despesas fixas, variáveis, diretas e indiretas. Faz parte do trabalho do gestor classificar cada gasto, calcular, entender a sua importância e controlar esses valores.

Qual É A Finalidade Da Gestão De Custos?

O principal objetivo da gestão de custos é fazer com que o negócio seja lucrativo. Afinal, quanto menos se investe para a fabricação de um produto, mais se ganha em sua venda.

Imagine que você vende um produto a R$ 100. Se o custo dele é R$ 50, sobram outros R$ 50. Mas, se o custo dele é R$ 30, sobram R$ 70. É por isso que fazer a gestão dos custos do negócio pode ser tão vantajoso!

Mas, além disso, a gestão de custos também pode ter outras finalidades dentro de uma organização. 

Ela ajuda, por exemplo, a precificar produtos e serviços. Isso porque, é essencial que o preço de venda seja suficiente para cobrir os custos e que ainda sobre algum valor em forma de lucro. 

E o primeiro passo para isso é ter um conhecimento aprofundado sobre os custos reais de cada produto!

Outro objetivo da gestão de custos é servir como base para o planejamento estratégico do negócio. Afinal, como toda empresa busca o lucro, é essencial conhecer os seus custos para traçar estratégias para aumentar os ganhos.

O ERP WebMais oferece gestão financeira completa EXPERIMENTE AGORA

Quais As Vantagens Da Gestão De Custos De Uma Empresa?

O bom gerenciamento de custos pode trazer muitas vantagens para a organização. Conheça as principais:

  • Redução de gastos: quando se conhece bem os custos do negócio, é mais fácil saber quais podem ser cortados ou diminuídos. O melhor é que isso pode ser feito sem prejudicar a operação ou a qualidade das entregas;
  • Melhor precificação: como falamos, o primeiro passo para a precificação correta é o conhecimento sobre os verdadeiros custos de produção;
  • Decisões mais acertadas: o conhecimento sobre os custos serve como base para tomadas de decisão orientada por dados;
  • Redução de riscos: não conhecer a dinâmica por trás dos custos do negócio é uma das razões pelas quais as empresas vão à falência;
  • Mais produtividade: entender a situação financeira e a lógica de custos do negócio dá ao gestor maior controle sobre a produtividade da empresa;
  • Aumento da lucratividade: como você já sabe, quanto menores os custos de produção de uma empresa, maior é a sua margem de lucro.

Como A Gestão De Custos Funciona?

Agora vamos partir para a prática? A seguir, você vai entender como funciona cada passo da gestão de custos dentro de uma empresa!

Custo Por Serviço

O primeiro passo do trabalho é fazer um levantamento dos custos de cada produto ou serviço vendidos pela empresa. 

Para isso, é preciso somar tudo o que se investe em mão de obra, matéria-prima, equipamentos e tudo o que possa estar envolvido nas etapas produtivas.

Precificação De Serviço

Depois, com esses custos em mente, é hora de fazer a precificação de cada produto ou serviço. Nesse momento, você deve considerar, além dos custos, as despesas e a margem de lucro desejada.

Redução De Custos

Por fim, com o objetivo de aumentar a lucratividade do negócio, o gestor deve fazer uma análise aprofundada de todos os custos da empresa. 

Assim, poderá elencar aqueles que podem ser diminuídos e aqueles que podem ser eliminados – tudo isso, é claro, sem diminuir a qualidade das entregas!

Por Que Ter Uma Gestão Eficiente De Custos É Importante?

A gestão de custos é essencial para a saúde financeira de uma empresa. E, se você leu até aqui, certamente já sabe os motivos, não é mesmo?

Sem um trabalho nesse sentido, dificilmente os produtos serão vendidos pelo preço correto. Isso coloca a empresa em risco de operar no vermelho ou somente no seu ponto de equilíbrio, sem trazer lucro para os seus investidores.

Além disso, a gestão de custos tem um papel muito importante no aumento da lucratividade. Por fim, a capacidade da empresa de fazer investimentos em seu próprio crescimento também é ampliada.

A importância de uma boa gestão de custos  (Alguém de terno com aquela pose do Superman, mostrando a camiseta embaixo escrito "Gestão de Custos", rodeado por)  Produtos vendidos pelo preço correto Evita o risco de ficar no vermelho Possibilita lucro para os investidores Aumenta a lucratividade Mais investimentos no crescimento da empresa

Quais São Os Tipos De Custos?

Agora que você já sabe como a gestão de custos é importante, que tal saber mais sobre o conceito de custo?

Os custos de uma empresa são os gastos que estão diretamente relacionados à sua produção. Em outras palavras, sem eles, os produtos não podem ser fabricados ou os serviços não podem ser oferecidos.

Eles são diferentes das despesas, que são gastos para setores de apoio à produção, como o setor de recursos humanos e o financeiro, por exemplo! A seguir, veja como são classificados os custos de um negócio:

Fixos

Os custos fixos são aqueles que acontecem frequentemente, independentemente do volume produzido. Alguns exemplos são o aluguel do espaço, manutenção de equipamentos e salários de funcionários.

Variáveis

Já os custos variáveis são aqueles que aumentam ou diminuem conforme o volume de produção. Um bom exemplo é a compra de matéria-prima e embalagens!

Diretos

Os custos também podem ser classificados como diretos e indiretos. Os diretos são aqueles que têm relação direta com o produto, influenciando o valor final. Alguns exemplos são a mão de obra e a matéria-prima.

Indiretos

Os custos indiretos são os que não estão relacionados com o serviço, mas que também devem ser contabilizados. Os principais exemplos são os gastos com gasolina e alimentação de funcionários, entre outros.

Quais São Os Erros Mais Comuns Na Gestão De Custos?

Além de saber como fazer a gestão de custos, é indicado que o gestor esteja sempre ligado para não cometer alguns erros que podem comprometer o seu trabalho. Esses são alguns dos erros mais comuns:

  • Controle de estoque desleixado;
  • Fluxo de caixa deixa de ser visto diariamente;
  • não conhecer os custos da empresa de forma detalhada;
  • Falta de entendimento dos processos produtivos da organização;
  • Precificação não é feita com base nos custos.

Como Calcular Os Custos Atuais Da Sua Empresa?

Calcular os custos da empresa é simples. Basta somar os valores de todo o investimento que foi feito para que a produção se tornasse possível.

Na verdade, a maior parte do trabalho está no levantamento desses custos. A coleta desses dados deve ser feita com cuidado e considerando tudo oque é investido, mesmo que os gastos sejam pequenos. 

Além disso, é importante se atentar para o período. Se você calcula o valor da mão-de-obra por mês, também deve considerar a quantidade de matéria-prima para o mês. Isso mesmo que tenha feito uma compra de volume suficiente para períodos maiores!

ERP com centro de custo completo para indústrias e distribuidoras CONHEÇA O ERP WEBMAIS

Conclusão

A gestão de custos é uma atividade simples, porém de grande importância para a saúde financeira do negócio. É ela que permite a correta precificação, a redução de gastos e o aumento da lucratividade do negócio.

Para tornar o trabalho mais ágil e organizado, o ideal é contar com o apoio de um sistema que automatize parte das atividades. Assim, além de reduzir as chances de erros, você também pode ter acesso fácil a relatórios completos sobre o negócio!

O ERP WebMais é a ferramenta ideal para a gestão de custos de indústrias e distribuidoras. Mas não é só isso! O sistema permite um controle completo de todos os setores da empresa, integrando dados e simplificando decisões. Agende uma demonstração gratuita e saiba mais.

Deixe um comentário