estoque minimo e a sua importancia para as empresas

A importância do estoque mínimo para sua empresa

O estoque é parte fundamental de qualquer indústria ou distribuidora. Mas para que ele não vire uma dor de cabeça, é importante que ele seja controlado , já que mercadorias paradas significam dinheiro parado.Por isso, o uso do estoque mínimo pode ser uma excelente solução! 

Para que o seu estoque seja adequado às necessidades do seu negócio e que você não sofra com mercadorias estagnadas e sem giro, é recomendado o uso do estoque mínimo. Mas, você sabe o que é e como aplicar na sua empresa? Para te ajudar, preparamos este artigo com tudo o que você precisa saber sobre o estoque mínimo, ou de segurança!

O que é o estoque mínimo?

O estoque mínimo, conhecido também por estoque de segurança ou estoque reserva, nada mais é do que ter uma quantidade de mercadorias que atenda sua demanda, bem como um eventual aumento nesta e cobrir possíveis atrasos nas reposições por parte dos fornecedores.

Na prática, quando sua empresa atingir o estoque mínimo de um produto já é hora de fazer o pedido ao fornecedor, pois isso significa que você possui estoque apenas para cobrir a sua demanda  até que seu fornecedor possa fazer uma nova entrega.

É importante ressaltar que a necessidade de estoque mínimo poderá variar de acordo com as diferentes empresas. Uma distribuidora, por exemplo, precisa armazenar estoque para atender os clientes de forma imediata, enquanto que uma indústria por ter foco na produção, deve se preocupar com a quantidade de insumos e matéria prima. 

Neste momento você deve estar se perguntando, como consigo calcular meu estoque mínimo? Calma, que já responderemos esta pergunta!

Como calcular o estoque mínimo?

Para que você descubra o estoque mínimo para manter no seu negócio, você vai utilizar duas fórmulas matemáticas bem simples. Primeiro você precisa calcular seu consumo diário de mercadorias para depois o saber qual é o seu estoque mínimo. 

Consumo médio diário = consumo das mercadorias em um determinado período / dias deste período

Estoque mínimo = consumo médio diário x tempo de reposição

Para que fique melhor entendido, vamos a um exemplo: seu produto teve um consumo de 120 unidades em um mês, logo, o consumo médio diário é de 4 unidades (120 unidades/30 dias). Se o tempo para reposição é de 15 dias, seu estoque de segurança é de 60 unidades (15 dias x 4 unidades). Viu como é fácil? 

Você também pode incluir uma margem de segurança, para evitar qualquer falha no estoque. Se essa margem de segurança for de 15%, a quantidade adicional armazenada será de 9 unidades (60 + 15%).

Sabemos que em datas comemorativas ou sazonalidade o consumo pode alterar por isso, o cálculo deve ser feito de forma diferente. Faça um levantamento de quais datas seu consumo aumenta ou diminui e prepare seu estoque de forma adequada nestes períodos.

infografico controle de lote e validade

A importância do estoque mínimo para as empresas

O estoque mínimo também é um indicador extremamente útil para a gestão da organização, já que indica a quantidade mínima necessária de produtos para o pleno funcionamento da sua empresa. Com ele você também evita o esgotamento de produtos caso haja um pico de vendas. 

E é por este motivo que , o estoque mínimo é um fator tão importante na gestão da logística, com parâmetros que permitem que as suas decisões de compra sejam mais lógicas, estratégicas e organizadas.  

O objetivo aqui é suprir adequadamente todas as necessidades de produtos da sua empresa, sem que sejam necessários investimentos extraordinários ou imprevistos. Resumidamente, podemos afirmar que trabalhar com estoque mínimo implica organizá-lo da forma mais justa possível, sem excedentes nem falta de produtos.

Vantagens e desvantagens de operar com estoque mínimo

Como toda e qualquer metodologia, há prós e contras em se aplicar o estoque mínimo na sua empresa. Para que você tome a decisão certa, trouxemos as vantagens e desvantagens de se trabalhar com o estoque de segurança.

Desvantagens

Primeiro falaremos das desvantagens, que são menores mas não menos importantes!  

Uma das maiores desvantagens é que você perde um pouco do poder de barganha com os seus fornecedores. Mas como assim? Simples, a grande parte dos fornecedores oferece descontos maiores ou condições de pagamentos melhores quando a compra é maior, certo? Como você vai adquirir somente o necessário, é provável que suas compras diminuam e você perca um pouco este poder de negociação. 

Outro ponto importante, esta metodologia requer um acompanhamento quase que diário por parte dos gestores, que devem estar sempre de olho nas quantidades em estoque para não correr o risco de ficar sem produto.

planilha controle de lote e validade

Vantagens

Trabalhar com estoque mínimo possui muitas  vantagens, por isso deixamos para o final! As indústrias e distribuidoras vêm utilizando este método, já que é um saída para reduzir seus gastos e, consequentemente, aumentar o faturamento.  

A primeira grande vantagem é a economia que trabalhar com estoque de segurança pode te trazer, até porque, além de contar com uma quantidade menor de produtos estocados, não existe a necessidade de grandes investimentos em estrutura física e logística interna. 

Além disso, como você vai trabalhar com um estoque menor, as chances de erro humano ou furtos ficam diminuídas, já que o controle acaba sendo mais realizado de forma mais fácil.  

Existem outras vantagens de aplicar o estoque mínimo , que são:

  • Mantém o fluxo de produção e vendas;
  • Permite cumprir prazos tanto quando uma operação com estoques maiores;
  • Possibilita uma equipe mais enxuta;
  • Evita perder produtos por avarias causadas com o tempo;
  • Evita produtos parados;
  • Possibilita à empresa fundos para investimentos voltados para vendas e produtividade.

E o estoque máximo?

Utilizando a mesma lógica de que o estoque mínimo é a quantidade de mercadorias para que você não perca vendas pela falta de itens, o estoque máximo é a quantidade limite de produtos que você pode ter armazenado, para que não fiquem sem giro ou venham a estragar. 

Assim, o estoque máximo é fundamental para evitar desperdícios de recursos na sua empresa.

Seu cálculo é muito simples, basta seguir a fórmula:

Estoque máximo = estoque mínimo + lote de reposição

Com estes indicadores em mãos, fica difícil que a sua empresa sofra com a falta ou excesso de produtos em estoque e, certamente a sua gestão estará equilibrada.

Porém, seu estoque máximo pode alterar devido a dois fatores: custo de aquisição das mercadorias e capacidade de armazenamento.

Por que utilizar um sistema de gestão de estoque?

O uso de um sistema de gestão faz com que você possa gerir o seu estoque de forma completa. O ERP WebMais, permite o cadastro todo o seu fluxo de entradas e saídas de produtos de forma automatizada. Além disso, possibilita a geração de diversos relatórios referentes ao seu estoque como: a curva ABC de produtos vendidos, margem de contribuição de cada produto, estoque mínimo e muitos outros indicadores igualmente importantes para que a sua tomada de decisão seja muito mais assertiva.

Conclusão

Como você pode perceber, o uso do estoque mínimo tem inúmeras vantagens e não é complicado de implementar na sua empresa, porém, ele requer um bom planejamento, controle e sobretudo, acompanhamento por parte do gestor. 

Se você está tendo problemas com o controle de estoque do seu empreendimento, não deixe de conversar com um de nossos consultores e ver como um software ERP pode te ajudar nesta tarefa!

fale-com-especialista

Deixe um comentário

seis + dezoito =