conheça o cálculo da margem de contribuição unitária para sua empresa

Margem De Contribuição Unitária: O Que É, E O Melhor Jeito De Calcular

A margem de contribuição é um dos mais importantes indicadores financeiros de uma empresa. Isso porque ela mostra se a receita é suficiente para que os seus custos e despesas sejam pagos e, ainda assim, o negócio tenha lucro. 

Em outras palavras, é um indicador essencial e o seu acompanhamento é fundamental para que o gestor tenha uma visão ampla sobre a saúde financeira da empresa. Assim, poderá detectar problemas de forma antecipada. Ela também ajuda na precificação dos produtos. 

Neste artigo, você vai saber tudo sobre margem de contribuição: o que é, para que serve, qual a sua importância e como calcular. 

Além do conhecimento, também é importante contar com uma ferramenta de gestão completa para sua empresa. É o caso do ERP WebMais. Agende uma demonstração gratuita e entenda como o sistema otimiza seu controle financeiro, incluindo a margem de contribuição. 

Continue lendo!

BANNER GERAL Estoque, compras, financeiro e muito mais com o ERP WebMais

O Que É Margem De Contribuição?

A margem de contribuição é o valor que sobra depois de retirar da receita de uma empresa os gastos e despesas variáveis. Por isso, ela também é chamada de lucro bruto ou ganho bruto sobre as vendas.

Para Que Serve A Margem De Contribuição?

A principal utilidade da margem contribuição é dizer quanto dinheiro uma empresa consegue gerar por meio de suas vendas para pagar as suas despesas e ainda ter lucro.  

Quando o valor da margem é maior que o total de custos e despesas, é porque a empresa tem lucro. Quando é inferior, é sinal de que o negócio dá prejuízo.

Por Que Margem De Contribuição Tem Esse Nome?

Quer entender melhor por que a margem de contribuição se chama assim? 

Margem, como você já deve saber, é um termo muito utilizado na administração de empresas, especialmente quando se trata de finanças. Ele indica a diferença entre o preço de venda e as despesas envolvidas em uma operação.

Já contribuição é o termo que se refere a quanto de cada venda feita contribui para que a empresa pague os seus custos e despesas fixas. Ele também indica o quanto cada venda contribui para a obtenção de lucro.

Qual É A Importância Da Margem De Contribuição No Mundo Dos Negócios?

Calcular a margem de contribuição é muito importante porque, por meio dela, a gestão consegue entender se o negócio tem saúde financeira ou não. Além disso, ela ajuda a organizar a distribuição dos recursos dentro da empresa. 

É exatamente igual ao que acontece com uma pessoa física. Ela recebe a sua remuneração pelo trabalho e deve dividir o valor entre as suas despesas e ainda ter um excedente para investir.

Quais As Vantagens De Entender A Margem De Contribuição?

Conhecer a margem de contribuição ajuda a empresa a:

  • Precificar produtos e serviços;
  • Entender qual o volume mínimo de vendas para cobrir os seus custos e despesas (ponto de equilíbrio);
  • Estipular políticas de descontos e promoções;
  • Identificar os produtos mais lucrativos e quais trazem prejuízo;
  • Conhecer o volume mínimo de vendas para que se cumpram as metas de lucro.

O Que É Margem De Contribuição Unitária E Total?

A margem de contribuição pode ser calculada com base no valor total das vendas de um negócio ou no preço de venda de um único produto.  

Quando acontece o primeiro caso, estamos trabalhando com a margem total e, no segundo caso, com a margem unitária. 

(Comparativo)  Diferenças entre Margem de Contribuição Unitária x Total  Margem Unitária  Calculada com base no valor total das vendas de um negócio  X   Total  Calculo usa o preço de venda de um único produto como base

É importante fazer ambos os cálculos. Isso porque, mesmo que a margem de contribuição unitária seja negativa, a margem total pode ser positiva – e vice-versa. 

Somente uma análise completa dos dados pode dar ao gestor uma visão realista sobre a saúde financeira do negócio.

Por Que Calcular A Margem De Contribuição?

Como falamos, o cálculo da margem de contribuição é importante para que o gestor entenda se o negócio está financeiramente saudável ou não. A partir da análise do resultado, é possível tomar uma série de decisões a respeito do negócio, como:

  • Precificação de produtos e serviços;
  • Definição de ações para vender mais os produtos que são mais lucrativos;
  • Definição de ações para diminuir os custos de produção dos produtos menos lucrativos;
  • Criação de políticas de desconto;
  • Planejamento de metas de vendas.

Como Calcular A Margem De Contribuição?

Existem duas fórmulas para calcular a margem de contribuição, uma relativa à margem total e outra à unitária: 

  • Margem de contribuição total = valor das vendas – (custos variáveis + despesas variáveis)
  • Margem de contribuição unitária = preço de venda de um produto – (custos variáveis + despesas variáveis envolvidas na venda) 

Não se esqueça de reunir dados relativos a um mesmo período para que o cálculo seja condizente com a realidade do negócio!

O Que É O Índice De Margem De Contribuição?

O índice de margem é a margem de contribuição dividida por 100. Ou seja, para encontrá-lo, você vai aplicar uma das fórmulas e dividir o resultado por 100 para encontrar o percentual da margem. 

Índice de margem de contribuição = (margem de contribuição / valor das vendas) x 100 

Quer um exemplo? 

Imagine que uma loja venda R$ 10 mil por mês e tenha um total de custos e despesas de R$ 4 mil.  

Nesse caso, a sua margem seria de R$ 6 mil e, o seu índice, de 40%. Ou seja, de tudo o que ele ganha, 40% é destinado ao pagamento de custos e despesas.

Qual A Diferença Entre A Margem De Contribuição E Lucro?

Agora você já sabe o que é margem de contribuição. Mas, ainda pode ser que tenha dúvida sobre a diferença entre esse índice e o lucro de uma empresa. 

O lucro, de forma clara e resumida, é o que sobra de uma venda depois de cobertos os custos da empresa.

Já a margem de contribuição é um dado mais detalhado. Ela ajuda a entender melhor se a empresa como um todo está dando lucro depois de descontados todos os custos e despesas fixas da operação.

ANÁLISE E GESTÃO FINANCEIRA EM DIA COM O PLANO DE CONTAS DO ERP WEBMAIS
CONHEÇA A FERRAMENTA

Como Precificar Produto Por Meio Da Margem De Contribuição?

O ideal é que uma empresa precifique os seus produtos de forma eficiente. Assim, a cada venda, a ideia é conseguir cobrir os custos e despesas relativos à produção do item e ainda ter algum lucro.

Ou seja, o primeiro passo para isso é conhecer os custos e despesas envolvidos na produção de cada item ou na prestação de um serviço. O valor cobrado na venda deve ser sempre maior do que esse total, para que haja lucro.

A margem de lucro varia de acordo com o setor e a realidade de cada negócio. Na indústria, por exemplo, a margem média é de 8% a 12% de lucro para cada venda. 

Para fazer o cálculo, portanto, é necessário somar o valor desejado de lucro aos valores dos custos. Se você produz cada item a R$ 100, por exemplo, deve vender por, pelo menos, R$ 112 para ter 12% de lucro.

Como Melhorar A Margem De Contribuição?

Se a sua margem for insatisfatória, é possível colocar em prática algumas ações para melhorar esse indicador. Confira as nossas dicas!

Aumente O Preço Dos Produtos

Assim, pode aumentar os lucros e equilibrar as finanças da empresa. No entanto, é preciso fazer isso com cautela, para não deixar clientes insatisfeitos e perder vendas.

Aumente O Volume De Vendas

Para isso, você pode criar estratégias de divulgação, promoções e condições especiais para quem fizer compras a partir de determinado valor.

4 passos para melhorar sua margem de contribuição  (Organizar os passos na ordem, como se fosse em uma escada, e um gestor subindo feliz)  1 - Aumente o preço dos produtos 2 - Aumente o volume de vendas 3 - Ofereça novos produtos 4 - Faça análises constantes da margem

Ofereça Novos Produtos

A inovação pode ser uma excelente forma de atrair novos consumidores e desenvolver produtos com margem unitária mais satisfatória.

Faça Análises Constantes Da Sua Margem

É muito importante estar sempre de olho no valor da margem de contribuição, já que os custos de produção podem variar de acordo com o mercado. 

Essa é a melhor forma de entender com mais detalhes a vida financeira da empresa e garantir uma margem sempre positiva!

Quando A Margem É Positiva Ou Negativa?

A margem de contribuição é positiva quando o valor arrecadado com uma ou mais vendas é suficiente para cobrir todos os custos e despesas fixas de produção. Porém, ainda deve sobrar dinheiro. Ou seja, a margem positiva indica que há lucro.

A margem negativa, por outro lado, indica que o valor da venda não é suficiente para cobrir todos os gastos. Isso quer dizer, portanto, que a operação resultou em prejuízo para o negócio.

Ou seja, quando a margem de contribuição é zero, a venda está em seu ponto de equilíbrio. Todo o valor arrecadado com a venda serve para cobrir os gastos, mas não é suficiente para que o negócio tenha lucro.

Qual É A Margem De Contribuição Ideal?

A margem de contribuição ideal varia de acordo com cada segmento e com a realidade de cada mercado. Mas, para ajudar a precificar seus produtos e serviços, vamos mostrar aqui a média da margem utilizada em cada ramo:

  • Comércio: entre 15% e 20%;
  • Indústria: entre 8% e 20%;
  • Serviços: entre 20% e 30%.

Conclusão

A margem de contribuição é um indicador fundamental para qualquer empresa. Com ela, a gestão sabe qual parte da receita é usada para cobrir custos e despesas e qual parte é lucro.  

Assim, além de ter uma visão ampla sobre as finanças da empresa, é possível traçar estratégias de precificação e detectar problemas com antecedência. 

Para uma análise completa da margem, o gestor deve fazer o cálculo tanto da margem total como unitária de cada produto.  

O objetivo dessa estratégia é entender quais produtos trazem mais lucro e, por isso, devem receber mais investimentos, e quais podem ser retirados do catálogo.

Se você quer ter controle total sobre margens, lucro, investimentos e diversos outros indicadores, precisa contar com ajuda da tecnologia. Agende uma demonstração gratuita do ERP WebMais e saiba como o sistema facilita e otimiza sua gestão.

Deixe um comentário