Centro de custos fortalece gestão da empresa

Descubra O Que É Centro De Custo E Melhores Exemplos

Imagem de Sanon Matias

Você já ouviu falar em centro de custo? Muitas empresas utilizam essa estratégia de gestão. Isso porque ajuda a manter as finanças mais organizadas e controladas.

A empresa que opta por dividir os seus custos em centros reúne informações de forma separada sobre cada setor ou projeto. Dessa forma, é possível ter uma gestão mais cuidadosa e aprofundada, além do maior controle sobre cada movimentação.

Então, neste artigo, você conhecerá melhor essa estratégia. Vamos mostrar como ela funciona, quais benefícios pode trazer e quais são os tipos de centro de custo. Além disso, também vamos ajudar você a aplicar essa técnica no seu negócio.

Para facilitar ainda mais, o centro de custos do ERP WebMais simplifica seu trabalho de forma eficiente. Agende uma demonstração gratuita e veja como o sistema reduz seus custos em até 12%.

Continue lendo!

BANNER GERAL Estoque, compras, financeiro e muito mais com o ERP WebMais

O Que É Centro De Custo?

Centro de custo é uma ferramenta de gestão de custos que consiste na separação da empresa em setores. Assim, cada centro de custo tem as suas responsabilidades – contas a pagar, investimentos, valores a receber, entre outras coisas.

Em outras palavras, a junção de todos os centros de custos representa a empresa como um todo.

Existem diversas formas de fazer a separação em centros de custos. Além da separação por setores, como já falamos, é possível dividir a empresa em projetos. Assim, também é possível, até mesmo, fazer a separação entre matriz e filiais, no caso de empresas maiores.

Por Que O Centro De Custo É Fundamental Na Gestão Financeira?

Quem tem uma empresa sabe como o planejamento e o controle financeiro são importantes para uma jornada de sucesso. Sem isso, além de trazer prejuízos financeiros, a empresa pode ter a sua manutenção comprometida e acabar fechando as portas.

Os centros de custo são uma ferramenta que permite um controle maior sobre todas as movimentações financeiras da empresa. Isso porque trazem um olhar mais aprofundado sobre cada setor ou projeto.

Assim, as decisões podem ser tomadas de acordo com as particularidades de cada departamento. Dessa forma, você facilita a distribuição de novos investimentos, de acordo com a necessidade e capacidade de retorno de cada centro.

Quais São Os Tipos De Centro De Custo?

Existem dois tipos de centro de custo. Então, para aplicar melhor a metodologia, é importante que você conheça as diferenças entre eles!

Centros De Custo Produtivos

O centro de custo produtivo é aquele impacta diretamente na geração de receita para a empresa. Geralmente, ele está relacionado a atividades de fabricação e comercialização de produtos e serviços, já que essas são as principais fontes de recursos de uma empresa.

O setor de produção, departamentos de serviços e vendas e marketing são bons exemplos que envolvem gastos essenciais para fazer tudo funcionar, estando diretamente envolvidos ou não na produção.

Centros De Custo Não Produtivos

Já o centro de custo não produtivo é aquele que não influencia diretamente na produção, mas se relaciona à boa administração da empresa. Alguns exemplos são os centros de custos de RH, jurídico e a própria gestão financeira e contábil.

Percebeu como eles são responsáveis por fornecer suporte e serviços internos que permitem que os centros de custo produtivos funcionem de forma eficiente?

Quais As Vantagens De Fazer Gestão Por Centro De Custo?

Fazer uma gestão por centro de custo pode trazer diversas vantagens para a sua empresa. Isso porque, com ela, você consegue analisar de forma mais fácil as finanças do seu negócio.

A análise dessas atividades permite a melhor organização e distribuição de recursos. Dessa forma, se gera a redução de despesas desnecessárias e, como consequência, uma gestão mais eficiente. Vamos ver algumas das vantagens a seguir.

Melhora O Processo Produtivo

Utilizando a gestão por centro de custo, você tem uma visão clara dos custos associados a cada departamento ou área específica. Então, é possível fazer uma análise detalhada dos recursos e custos envolvidos no processo produtivo.

Gestão por centro de custos traz vantagens para empresa

Isso permite identificar ineficiências, gargalos ou desperdícios de recursos em cada departamento. Assim fica mais fácil implementar ações corretivas para otimizar o processo produtivo, aumentar a eficiência e melhorar a qualidade dos produtos ou serviços.

Redução De Despesas

Ao usar uma gestão de por centro de custo, é possível ter uma compreensão detalhada dos custos envolvidos em cada área.

Com ela, você pode identificar oportunidades de redução de despesas. Além disso, mediante um acompanhamento rigoroso dos custos em cada centro de custo, a empresa pode identificar zonas onde os gastos estão acima do orçamento planejado.

Otimização Do Processo Produtivo

A otimização do processo produtivo pode ser identificada em cada departamento através da análise dos custos e recursos envolvidos em cada centro de custo. Assim você identifica áreas que precisam de aprimoramento em eficiência, produtividade, qualidade ou tempo de ciclo.

Então, com base nessas informações, a empresa pode agir para otimizar o processo, reduzindo os custos e melhorando a qualidade dos produtos ou serviços.

Melhoria Na Análise De Resultados

A gestão por centro de custo possibilita uma análise precisa dos resultados obtidos em cada unidade do negócio, compreendendo o desempenho financeiro ao total.

Dessa forma, a empresa pode avaliar o desempenho de cada área em relação às metas estabelecidas, identificando variações, tendências e oportunidades de melhoria.

Isso ajuda na tomada de decisões informadas e no direcionamento de recursos para onde são mais necessários, permitindo uma análise profunda dos resultados obtidos em cada área.

Responsabilidade Compartilhada

A gestão por centro de custo promove responsabilidade compartilhada entre gestores. Isso porque ela incentiva a tomada de decisões eficazes, orientadas para resultados e colaboração entre departamentos.

Essa característica ajuda no sucesso e na eficiência de uma organização. Isso porque permite agir de forma rápida, clara e justificada. Além disso, cria sinergia entre seções e incentiva a atingir os resultados das metas propostas.

Aumento Das Chances De Alcançar As Metas

A gestão por centro de custo ajuda a empresa a entender melhor como cada unidade de negócio está indo financeiramente. Dessa forma, é possível ver se as metas estão sendo alcançadas e identificar áreas que precisam de mais dinheiro ou estão gastando demais.

Com essas informações, a empresa pode tomar medidas para melhorar o desempenho, como dar mais dinheiro ou mudar a estratégia.

Além disso, a gestão por centro de custo ajuda a controlar melhor os gastos para cada setor. Isso aumenta as chances de alcançar as metas financeiras e operacionais.

Quais As Diferenças Entre Centro De Custo E Centro De Resultado?

A principal diferença entre centro de custo e centro de resultado é a inclusão do aspecto de receitas e lucros no centro de resultado. Dessa forma, ele se torna mais abrangente em termos de responsabilidade financeira do gerente.

O centro de resultados é uma forma de gestão bem similar, mas que funciona como uma evolução do centro de custos. Isso porque dão ainda mais autonomia para cada área da empresa.

Eles têm a responsabilidade de analisar o resultado financeiro global, considerando tanto as despesas quanto as receitas geradas por suas atividades. Assim, o gerente deve se preocupar, também, com o resultado.

Isso implica em tomar medidas para melhorar a eficiência operacional, aumentar a eficácia das vendas ou serviços e buscar oportunidades de crescimento.

Já no centro de custos, o gerente é responsável somente pelo desembolso, ou seja, pela decisão de onde alocar os recursos da sua área.

Em resumo, monitoram e controlam os custos operacionais, como salários, aluguel, suprimentos e outras despesas associadas ao funcionamento da área.

Como Escolher Os Centros De Custos Para A Sua Empresa?

Agora que você já conhece as vantagens da gestão por centro de custos, vamos falar sobre a parte prática. Primeiramente, para escolher os centros de custos da sua empresa, é preciso decidir qual será o critério para fazer a separação.

Escolhendo centro de custos para empresa

Isso deve considerar, de forma geral, o funcionamento do seu negócio. A sua empresa tem áreas bem definidas ou desenvolve projetos com pessoas representantes de diversas áreas?

Depois de definir se separará por setor ou por projeto, é hora de dividi-los por tipo. Quais áreas ou projetos da sua empresa são produtivas e quais são não produtivas?

Em uma indústria, o setor de compras de matérias-primas pode ser considerado uma área produtiva, por exemplo.

Por isso, na divisão, não deixe de considerar as particularidades da sua empresa.

Quais Os Riscos De Uma Empresa Que Não Faz Essa Gestão?

A empresa que não faz a gestão por centro de custo pode deixar passar a chance de ter um controle rígido sobre os seus gastos. Assim, como você sabe, quanto mais detalhado for esse controle, maiores as chances de a empresa ter sucesso financeiro.

Uma má gestão dos recursos, pode, muitas vezes, inviabilizar a operação de todo o negócio.

Por outro lado, a empresa que faz uma gestão eficiente dos seus recursos pode usufruir dos benefícios de uma maior produtividade e maior lucratividade. Mas é claro, isso se souber quando economizar e quando e onde investir.

Exemplos De Centros De Custos

Vamos imaginar que você tenha uma vinícola. Com centros de custo, é possível controlar os gastos de cada área, como produção, vendas e administração. Identificando e alocando os custos, é possível monitorar os gastos por centro de custo e tomar decisões mais precisas.

Os custos diretos, como uvas e mão de obra, seriam alocados diretamente aos centros de custo, como produção e colheita. Também teriam os custos indiretos, como energia elétrica e água.

Com os custos registrados nos centros de custo, seria possível analisar o desempenho de cada área e tomar decisões para aumentar a eficiência e reduzir os custos.

Outro exemplo é em uma indústria, onde os centros de custos são as áreas que consomem recursos financeiros para a realização das operações.

Na produção, por exemplo, há custos relacionados à mão de obra, matéria-prima, energia elétrica, manutenção de máquinas e equipamentos, entre outros.

Já a manutenção de máquinas e equipamentos envolvem salários dos técnicos de manutenção, peças de reposição e serviços de terceiros, como contratos de manutenção.

Também temos o estoque, que engloba despesas com armazéns, controle de estoque, custos de transporte para movimentação de produtos e seguros.

Esses três centros de custo são suficientes para gerenciar os principais aspectos financeiros da produção em uma pequena indústria.

Como pode ver, eles controlam os gastos associados à fabricação, garantem a manutenção adequada de seus ativos e gerenciam eficazmente seu estoque para atender à demanda do mercado.

Como Criar Centro De Custos?

Agora que você já sabe o que é e para que serve um centro de custos, pode estar se perguntando como criar um para a sua empresa. Por isso, separamos quatro passos para você criar o centro de custo do seu negócio!

Separe O Escopo Financeiro

Para criar o centro de custos, a primeira etapa é definir o escopo financeiro da empresa e identificar áreas que serão consideradas.

4 passos para criar seu centro de custos

Essas áreas devem ser definidas com base na estrutura organizacional e nas necessidades da empresa. Por exemplo, podem ser criados centros de custos para departamentos, unidades de negócio, projetos ou locais geográficos específicos.

Elenque As Receitas E Despesas

Após definir os centros de custos, liste todas as receitas e despesas relacionadas a cada um. Então, analise os registros financeiros, como balanços e demonstrações de resultados, para incluir todas as informações relevantes de forma completa e precisa.

Essa elencagem minuciosa das receitas e despesas pode receber suporte de um sistema ERP para ter uma compreensão completa dos aspectos financeiros de cada área da empresa. Dessa forma, você facilita a tomada de decisões informadas e estratégicas.

Afinal, o software facilita a coleta, organização e análise de dados financeiros, tornando esse processo mais preciso e ágil. Também reduz erros e economiza tempo por fornecer relatórios automáticos.

Distribua As Receitas E Despesas

Com a lista de receitas e despesas em mãos, distribua-as entre os centros de custos adequados. Aloque as receitas e despesas diretamente aos centros de custos relevantes, proporcionalmente às atividades de cada um.

Despesas compartilhadas devem ser distribuídas proporcionalmente com base em critérios apropriados, como recursos utilizados ou número de funcionários.

Monitore O Desempenho Por Centro De Custo

Após distribuir as receitas e despesas, monitore e controle o desempenho de cada centro de custo com relatórios financeiros periódicos. Analise os resultados em relação aos objetivos estabelecidos e tome medidas corretivas, se necessário, para garantir a eficiência operacional e o sucesso global da empresa.

Como Usar O Centro De Custo A Favor Da Sua Empresa?

O centro de custo é uma ferramenta para alocar de forma precisa os recursos e despesas a diferentes áreas ou departamentos. Isso é fundamental para manter o controle dos gastos e otimizar o desempenho organizacional.

Para usá-lo a favor da sua empresa você precisa começar pela identificação de todos os setores ou departamentos. Cada um deles terá suas próprias responsabilidades e despesas associadas.

Após isso, considere a alocação de custos. Imagine que diferentes setores compartilham o mesmo espaço físico. Nesse caso, o aluguel deve ser dividido proporcionalmente entre eles.

Lembre-se de determinar percentuais. A divisão não precisa ser necessariamente igual (50-50). Em algumas situações, um setor pode utilizar mais recursos do que outro. Assim, é necessário determinar os percentuais apropriados para cada um deles.

Um fator crítico a ser considerado é o número de funcionários em cada departamento. Um grande número de funcionários leva a custos salariais mais altos, o que deve ser refletido na alocação de recursos.

Essa alocação adequada de custos e recursos fornece um gerenciamento mais consciente e eficaz. A partir disso, proporciona uma visão clara de onde tudo é aplicado e ajuda a evitar gastos desnecessários.

Para funcionar, você pode estabelecer sistemas de incentivos que recompensem os setores que conseguem controlar os custos e melhorar o desempenho financeiro.

Além disso, integre o centro de custo com a estratégia global da empresa. Certifique-se de que a alocação de recursos esteja alinhada com os objetivos de longo prazo da organização.

BANNER Gestão financeira com ERP WebMais

Como Ocorre A Apuração Dos Custos Por Centro De Custos?

A apuração dos custos por centro de custos ocorre por meio da identificação e alocação dos custos diretos e indiretos aos respectivos centros de custos.

Os custos são registrados no sistema contábil da empresa. Então, em seguida, são analisados e monitorados por meio de relatórios financeiros para identificar variações e tomar ações corretivas, se necessário.

Como A Tecnologia Pode Te Ajudar Com O Centro De Custos?

A tecnologia traz inúmeras vantagens para a gestão dos centros de custos. Por meio de softwares de gestão financeira e contábil, é possível automatizar a coleta e registro dos dados financeiros, além de gerar relatórios atualizados em tempo real.

Com sistemas integrados, é possível compartilhar informações entre diferentes áreas da empresa, facilitando a alocação e análise dos custos por centro de custo.

Com um sistema ERP, você consegue ter o registro detalhado das transações financeiras dos centros de custos. Além disso, também tem a integração de informações de diferentes áreas da empresa.

Isso possibilita o rastreamento dos custos de forma organizada e a alocação e análise dos custos por centro de custo de maneira integrada e automatizada. Dessa forma, se tem uma visão completa e atualizada dos custos associados.

O sistema ERP ajuda a gerenciar os centros de custos de forma mais ágil e eficiente, automatizando processos como alocação de custos indiretos e cálculo de rateios. Ele também se integra com outras áreas da empresa como compras e produção, reduzindo erros e aumentando a eficiência.

DRE Por Centro De Custo

Independentemente da abordagem adotada pela sua empresa na gestão de despesas, uma análise que pode proporcionar insights valiosos é a avaliação do Demonstrativo de Resultados (DRE) segmentado por Centro de Custo.

O DRE é um dos principais relatórios gerenciais, pois oferece uma visão abrangente do desempenho financeiro da organização. No entanto, segmentá-lo por Centros de Custo acrescenta uma camada de profundidade e clareza à análise.

Nesse relatório você poderá ter:

  • análise detalhada do desempenho de cada unidade, departamento ou projeto;
  • identificação de desafios em gerar receitas ou controlar despesas, além de oportunidades;
  • desenvolvimento de planos de ação direcionados para abordar os desafios identificados;
  • ajustes nas estratégias, alocação de recursos e treinamento de equipes, conforme necessário;
  • decisão precisa de onde investir, onde cortar custos e onde realocar pessoal com base nas necessidades;
  • avaliação da eficiência da gestão.
BANNER DRE por centro de custo na sua empresa? Com o ERP WebMais, é possível!

Conclusão

Agora você já sabe o que é um centro de custo e a importância de utilizá-lo no seu negócio. Além de, claro, saber como usá-lo a favor do seu negócio para contribuir para o seu sucesso.

Ainda vimos as vantagens de uma gestão por centro de custo e como a tecnologia pode potencializar os resultados da gestão por centro de custo.

Por isso, um ERP completo, como o da WebMais, organiza melhor as informações sobre cada setor da empresa e permite acessar relatórios completos em poucos cliques.

Dessa forma, o controle das movimentações é facilitado, assim como a comunicação entre os setores e a análise de dados para uma tomada de decisão mais inteligente.

Quer saber como o ERP WebMais trabalha para simplificar e melhorar a gestão de indústrias e distribuidoras? Agende uma demonstração gratuita e veja.

Deixe um comentário