Custo de estoque afetando gestão da empresa

O Que É Custo De Estoque E Como Fazer O Cálculo

Imagem de Sanon Matias

Entender sobre o custo de estoque sempre foi necessário em qualquer nicho. Isso porque esse é um dos principais ativos de uma empresa e seu eficiente gerenciamento é fundamental para garantir a saúde financeira e a competitividade no mercado.

Por isso, determinar quanto é investido para adquirir e manter os produtos se torna benéfico para a tomada de decisão. Afinal, é possível avaliar se traz retornos positivos ou não.

Neste artigo, mostraremos mais sobre o que é esse processo, como funciona, a sua importância e como calculá-lo com sucesso no seu negócio.

Além disso, para contar com dados corretos, temos uma dica facilitadora: o ERP WebMais. Então, após a leitura, você pode agendar uma demonstração gratuita para conhecer a ferramenta e usá-la como ajuda no seu cálculo!

BANNER GERAL Estoque, compras, financeiro e muito mais com o ERP WebMais

O Que É Custo De Estoque?

O custo de estoque é uma medida administrativa que uma empresa gasta para manter seus produtos em estoque. O seu resultado ajuda a medir o investimento necessário para sustentar o seu inventário conforme os seus gastos.

Para Que Serve O Custo De Estoque?

Em poucas palavras, o custo de estoque possibilita tomar decisões importantes sobre compras, vendas e produção com base nos recursos desprendidos para manter os produtos armazenados.

Por exemplo: ao conhecer esses números, é possível planejar as compras para atender à demanda e evitar a escassez de itens disponíveis. Também impede o excesso ou a obsolência por gerenciar melhor o fluxo de caixa.

Ambas as situações prejudicam o nível de serviço prestado e, assim, afetam diretamente a satisfação dos clientes. Assim, nesse contexto, pode levar à perda de transações.

Além disso, serve para definir o preço final de forma competitiva com base no cálculo da margem de lucro desejada. Dessa forma, o consumidor final paga um valor justo por toda a operação e a empresa não perde nenhum real.

Como Funciona O Custo De Estoque?

No custo de armazenagem, as receitas brutas de vendas são subtraídas dos custos envolvidos nas mercadorias. Funciona apenas a partir de todas as despesas do estoque.

O cálculo pode variar ao longo do ano conforme muda os fornecedores, a quantidade de envio de pedidos e a troca de itens. Por isso, existem sistemas avançados que simplificam o processo.

Um exemplo é o ERP WebMais. Agende uma demonstração gratuita e veja como o software otimiza a sua gestão completa de estoque.

O Que Compõe O Cálculo Do Custo De Estoque?

Para encontrar uma resposta, a fórmula inclui o CMV (Custo por Mercadoria Vendida) e o resultado do custo de estoque vem da soma de algumas variáveis relevantes.

As despesas com armazenagem e manutenção são incorporadas nessa longa lista. Outras delas envolvem pedido, produto, falta, riscos e serviços.

Cada uma é individual para os negócios e estão relacionadas às suas decisões e gestão, como terceirizar as operações logísticas.

Componentes do cálculo do custo de estoque

Quais São As Categorias Do Custo De Estoque?

Os custos de estoque têm sete categorias principais e demonstram os principais elementos a serem considerados para calculá-lo. Confira, a seguir, alguns exemplos!

Custos De Pedido

Também chamado de custo de processamento ou de reposição de estoque, está relacionado aos pedidos feitos por um cliente. Esses custos podem ser divididos entre:

  • Os fixos, ligados ao gerenciamento de contas dos clientes, comunicação e cobranças;
  • Os implícitos de logística, referidos ao transporte e recepção de mercadorias.

O cálculo muda em diferentes modelos de negócios e, mesmo em um único setor, há variações devido às estratégias de produtos específicas. Assim, entender o seu fluxo é indispensável para chegar a um resultado correto.

Custos De Manutenção

Concentra-se apenas nas despesas do estoque parado. Por isso, existem algumas subcategorias que, juntas, ditam o resultado dos custos de manutenção, como o capital, armazenagem, serviços de estoque e riscos.

Custo De Capital

É um dos componentes do custo de manutenção e constitui tudo o que vem dos investimentos em capital intelectual e até o custo do dinheiro.

Nele, é importante separar o estoque entre a parte que vem do ativo da empresa e a parte que depende do fluxo de caixa. A primeira envolve patrimônios, como equipamentos, e a segunda mercadorias e matérias-primas adquiridas.

Custo De Armazenagem

Outra vertente é o custo de armazenagem que considera o aluguel do espaço, energia elétrica, água, impostos etc. Por isso, dependem do tipo de armazenagem (própria ou alugada).

Custo De Serviços De Estoque

Ainda faz parte dos custos de manutenção, mas com relação à mão de obra, TI, equipamentos de armazenagem e manuseio. Além disso, inclui segurança e tudo o que estiver relacionado ao controle e giro de estoque.

Banner passo a passo para o controle de estoque mais eficaz com ERP WebMais

Custo Dos Riscos De Estoque

Quando armazenamos qualquer item, é importante identificar o risco da manutenção por conta da exposição dos equipamentos, insumos e mercadorias a acidentes, roubos, extravios, obsolescência e perecibilidade.

Custo De Falta

Para chegar a uma visão completa sobre o custo de estoque, é preciso considerar os que são ligados à falta de itens após os pedidos realizados. Isto é, abrange os envios emergenciais, mudanças de fornecedores ou substituições menos rentáveis.

Como Calcular O Custo De Estoque?

Primeiro, é preciso identificar o custo dos produtos vendidos ao usar o Custo de Mercadoria Vendida, desmembrado da seguinte forma:

CMV = EI (Estoque Inicial) + C (Compras realizadas no período analisado) – EF (Estoque final)

Para saber o valor total do estoque de uma empresa é somando os seus tipos, expresso desta maneira:

Custo total de Estoque = Custo do pedido + Custo total de ajuste + Custo de estocagem

Simplifiquemos para você:

Imagine que uma distribuidora de produtos hospitalares tenha um estoque inicial de R$ 50.000,00. Então, ela realizou compras no valor de R$ 100.000,00 durante 6 meses. Além disso, há um estoque final de R$ 70.000,00.

Com base nesses dados, é possível calcular o CMV:

CMV = R$ 50.000,00 + R$ 100.000,00 – R$ 70.000,00

CMV = R$ 80.000,00

Isso significa que foram gastos R$ 80.000,00 para adquirir as mercadorias vendidas durante o período.

Segundo Exemplo

Agora, vamos imaginar outro exemplo. Mas, nesse caso, a empresa teria um custo de pedido de R$ 500,00 por compra realizada. Além disso, um custo total de ajuste de R$ 1.000,00 e um custo de estocagem de 25% ao ano sobre o valor médio do estoque.

Considerando um estoque médio de R$ 60.000,00 (média entre o estoque inicial e o final), o custo de estocagem seria:

Custo de Estocagem = 0,25 x R$ 60.000,00

Custo de Estocagem = R$ 15.000,00

Assim, utilizando a fórmula Custo Total de Estoque, é possível calcular o custo total de estoque da empresa:

Custo Total de Estoque = R$ 500,00 + R$ 1.000,00 + R$ 15.000,00

Custo Total de Estoque = R$ 16.500,00

Por fim, podemos observar a relação das fórmulas:

  • Se o Custo Total de Estoque for maior do que o CMV, significa alto estoque em relação às vendas. Ou seja, pode indicar dificuldade em vender;
  • Se o CMV for maior do que o Custo Total de Estoque, expressa mais vendas do que a produção. Assim, mostra haver uma boa estratégia de vendas ou um bom controle de estoque.

Como Reduzir O Custo De Estoque?

Se o seu cálculo encontrou um resultado alto, existem algumas dicas para reduzir o seu custo de estoque, como:

  • Reúna os dados sobre todas as despesas;
  • Atualize-se sobre os níveis de estoque para controlar os excessos de produtos e pedidos futuros;
  • Acompanhe as movimentações de vendas e estoque em tempo real;
  • Use um sistema integrado de gestão (ERP) para controlar com mais facilidade e estratégia.
Banner reduza seus custos e venda mais com ERP WebMais

Conclusão

Se você chegou até aqui, já percebeu a importância de calcular o custo de estoque na sua empresa, né? Além disso, já sabe como fazer esse processo e algumas dicas para otimizá-lo.

Ainda não sabe o custo total de estoque do seu negócio? Com o ERP WebMais, no módulo de estoque, você tem acesso a todos os dados necessários para efetuar o processo com facilidade.

Então entre em contato com a gente e faça um teste gratuito para descobrir, na prática, tudo o que a WebMais pode fazer por você!

Deixe um comentário