O Que É Giro De Estoque, Como Calcular E Melhores Dicas

Imagem de Sanon Matias

Giro de estoque é um indicador que mostra a circulação de mercadorias no estoque de uma empresa

Em outras palavras, indica quantas vezes cada produto foi vendido e reposto, assim como a quantidade de produtos armazenados. 

Assim, acompanhar o giro de estoque da empresa permite que o gestor administre melhor as mercadorias, reduzindo as perdas e os custos e aumentando a lucratividade. 

Nesse artigo, você saberá tudo sobre giro de estoque. Dessa forma, vai aprender como fazer o cálculo, qual a importância do indicador e como melhorar o desempenho do giro na sua empresa.

Mas, se quiser pular direto para a ação, conte com o ERP WebMais!

Isso porque o sistema é completo e pensado para a gestão de indústrias e distribuidoras, e traz uma ferramenta para inventário que facilita seu giro de estoque.

Agende agora uma demonstração gratuita do ERP WebMais. Agendou? Então vamos para o artigo!

BANNER TOPO BLOG Estoque, compras e muito mais

O Que É Giro De Estoque?

O giro de estoque, também conhecido como rotação de estoque, é um indicador fundamental utilizado para avaliar a eficiência do gerenciamento de estoque de uma empresa. 

Ele representa a quantidade de vezes que o estoque médio da empresa é completamente renovado e vendido durante um período de tempo específico, geralmente anual.

Ao analisar o giro de estoque, os gestores podem obter informações valiosas sobre a velocidade com que os produtos são movimentados, vendidos e substituídos. 

Essa métrica oferece uma visão clara da dinâmica do fluxo de mercadorias na empresa, destacando a agilidade ou lentidão no ciclo de vida dos produtos.

O acompanhamento do giro de estoque é crucial porque proporciona insights sobre o tempo médio que um item permanece armazenado antes de ser vendido. 

Uma alta taxa de giro de estoque geralmente indica uma gestão eficiente, sugerindo que os produtos estão sendo comercializados rapidamente e que o capital investido no estoque está sendo otimizado.

Por outro lado, um baixo giro de estoque pode indicar problemas, como obsolescência de produtos, excesso de estoque ou dificuldades na venda. 

Isso pode levar a custos adicionais, como armazenagem e depreciação de mercadorias, afetando negativamente a rentabilidade da empresa.

Em resumo, o giro de estoque é uma ferramenta crucial para a gestão de estoque, permitindo que as empresas ajustem suas estratégias de compra, vendas e reposição de produtos. 

Sendo assim, compreender a dinâmica por trás do movimento do estoque, os gestores podem tomar decisões mais informadas e eficazes para otimizar o desempenho geral do negócio.

Qual É O Impacto Do Giro De Estoque?

O giro de estoque, que significa a rapidez com que os produtos são vendidos, tem um impacto significativo nos negócios. 

Quando o giro é alto, ou seja, os produtos são vendidos rapidamente, a empresa consegue manter o dinheiro circulando, evitando ter muitos produtos parados. 

Isso ajuda a melhorar o dinheiro disponível e a reduzir os custos relacionados ao armazenamento por muito tempo.

Por outro lado, se o giro de estoque é baixo, significa que os produtos estão demorando para serem vendidos. 

Isso pode levar a ter um excesso de produtos armazenados, ocupando espaço e usando dinheiro que poderia ser usado de maneira mais eficiente em outras áreas do negócio.

Ou seja, o giro de estoque é uma medida muito importante para garantir que um negócio funcione bem.

Quais As Vantagens De Manter Um Alto Giro De Estoque?

Manter um giro de estoque mensal alto traz vantagens para a empresa. Dentre as principais delas, podemos destacar as seguintes:

Otimização Dos Espaços Para Armazenamento

Ao realizar um movimento constante de produtos no estoque, a empresa consegue utilizar de maneira mais eficiente os espaços destinados ao armazenamento. 

Dessa forma, os produtos não ficam estocados por longos períodos, possibilitando a entrada de novas mercadorias e assegurando um uso mais eficaz das instalações disponíveis.

Vantagens do alto giro de estoque

- Espaço de armazenamento otimizado
- Mais rotatividade dos produtos
- Melhor distribuição do caixa e do mix de produtos
- Aumento da lucratividade
- Redução de custos com armazenagem

Essa prática permite uma melhor organização e aproveitamento do espaço disponível, contribuindo para a operação fluida e eficiente da empresa.

Maior Rotatividade Dos Produtos

Em resumo, uma maior rotatividade dos produtos significa que os itens são vendidos mais rapidamente. 

Isso tem como principal efeito a rápida comercialização dos produtos, evitando que eles fiquem obsoletos ou fora de moda. 

Essa dinâmica de movimentação constante dos itens disponíveis contribui para a satisfação do cliente, pois o catálogo é constantemente renovado, proporcionando uma variedade de opções sempre atualizadas.

Melhor Distribuição Do Caixa E Do Mix De Produtos

Garantir uma gestão eficaz do dinheiro disponível e da variedade de produtos é de grande importância.

Ao manter um fluxo constante de vendas, a empresa consegue administrar seus recursos financeiros de forma mais eficiente, evitando a acumulação de capital em mercadorias que não estão sendo comercializadas. 

Além disso, a pronta comercialização dos produtos facilita uma distribuição ágil e eficaz da variedade de itens oferecidos, atendendo de forma rápida e adequada às demandas do mercado. 

Essa agilidade na resposta às necessidades do consumidor promove um equilíbrio saudável entre a oferta de produtos e a procura, contribuindo para o sucesso e a sustentabilidade do negócio.

Aumento Da Lucratividade

A melhoria na rentabilidade de uma empresa pode ser alcançada ao evitar a retenção de capital em mercadorias que permanecem estagnadas nos estoques. 

Ao manter um fluxo de caixa mais dinâmico e ágil, a organização se beneficia significativamente. 

Essa prática oferece a oportunidade de adquirir novos produtos a preços mais acessíveis, resultando em uma margem de lucro mais substancial.

Além disso, a eficiência nas operações diárias e a adoção de processos gerenciais eficazes desempenham um papel crucial nesse cenário. 

Ao otimizar esses elementos, a empresa pode reduzir seus custos operacionais, contribuindo assim para uma gestão financeira mais eficiente. 

Então, como consequência direta, essa abordagem culmina em um aumento geral na lucratividade da empresa, consolidando sua posição no mercado e fortalecendo sua capacidade de investir em oportunidades futuras.

Redução De Custos Com Armazenagem

A comercialização ágil dos produtos reduz os gastos com a preservação e guarda. 

Sendo assim, evitar que os itens fiquem estagnados por períodos prolongados diminui os custos vinculados, como aluguel de espaço, seguros e consumo de energia. 

Além disso, a prevenção de questões relacionadas à desvalorização ou danos contribui para a minimização de despesas suplementares.

Como Fazer O Controle De Estoque?

Agora que você já sabe o que é e como calcular o giro de estoque, vamos falar sobre gestão? 

Aqui, deixamos algumas dicas que facilitam o controle desse indicador na sua empresa e ajudam você a usufruir dos benefícios trazidos pelo conhecimento sobre o estoque.

Faça O Registro De Todas As Movimentações

Primeiramente, para manter um controle preciso do estoque, é fundamental anotar cuidadosamente todas as operações de entrada e saída de produtos. 

Optar por um sistema automatizado é aconselhável, não apenas por simplificar o procedimento, mas também por diminuir a chance de equívocos.

3 passos para fazer o controle de estoque

1. Registrar todas as movimentações
2. Compre de acordo com as vendas
3. Faça a gestão do inventário

Essa prática garante que cada transação seja devidamente registrada, fornecendo uma visão clara e atualizada do inventário.

Compre De Acordo Com As Vendas

Uma gestão de estoque eficaz depende da harmonização entre as aquisições de produtos e o padrão de vendas.

É essencial comprar mercadorias levando em consideração o entendimento sobre a rotatividade do estoque.

Isso porque, ao dar prioridade à reposição dos itens com maior demanda, seja aumentando a quantidade ou a frequência, você evita tomar decisões com base em conjecturas e assegura uma abordagem respaldada por dados reais.

Isso proporciona uma administração mais sólida e alinhada com a dinâmica do mercado, resultando em escolhas informadas e estratégicas para otimizar o desempenho do estoque.

Faça A Gestão Do Inventário

Administrar o estoque é uma atividade fundamental para o bom funcionamento de uma empresa. 

Essa prática envolve o monitoramento diário das entradas e saídas de produtos, desempenhando um papel crucial nas operações comerciais.

Mas, ao realizar essa gestão de forma regular, a empresa assegura a disponibilidade dos itens em estoque, detecta possíveis erros de forma ágil e consegue antecipar demandas futuras.

Essa abordagem sistemática contribui para evitar situações de escassez de produtos, proporcionando uma experiência mais consistente para os clientes.

Além disso, a gestão do inventário ajuda a reduzir as despesas associadas à manutenção de mercadorias. 

Ao identificar e corrigir possíveis discrepâncias nos registros de entrada e saída, a empresa evita investimentos desnecessários em produtos que não são realmente demandados, otimizando assim os recursos financeiros.

Amplie A Rotatividade

A dinâmica do mercado exige adaptação e estratégias para evitar a estagnação do estoque. A aplicação de técnicas para ampliar a rotatividade se torna essencial. 

Promoções para produtos com estoque mais antigo são uma prática comum, mas outras abordagens, como o entendimento da curva ABC, podem orientar decisões estratégicas.

Conhecer quais produtos têm maior impacto nas vendas ajuda a direcionar esforços para maximizar a eficiência do estoque.

Em resumo, um controle eficiente do estoque requer uma abordagem proativa, baseada em dados precisos e práticas consistentes. 

A implementação dessas dicas contribui para uma gestão mais estratégica, possibilitando que a empresa tire máximo proveito dos benefícios proporcionados pelo conhecimento detalhado do seu estoque.

Como Calcular O Giro De Estoque Corretamente?

Calcular o giro de estoque de maneira correta é fundamental para entender a eficiência da gestão de inventário em uma empresa. 

Para realizar esse cálculo, utiliza-se a fórmula: Giro de estoque = total do valor de vendas / valor médio do estoque.

Um exemplo prático pode ilustrar esse processo:

Suponha que, no início do mês, o valor total do estoque de uma empresa seja de R$10 mil, e ao final do mês, esse valor tenha aumentado para R$12 mil. 

Calcula-se então o valor médio do estoque, que é a média entre o estoque inicial e final, resultando em R$11 mil.

O próximo passo envolve a obtenção do valor total das vendas no período.

Se a empresa, por exemplo, vendeu R$50 mil durante o mês, aplicamos a fórmula do giro de estoque da seguinte maneira: Giro de estoque = 50.000 / 11.000. O resultado desse cálculo é 4,5.

Esse valor, expresso como 4,5, indica que o estoque foi renovado 4,5 vezes ao longo do mês. 

Em outras palavras, a empresa foi capaz de escoar e repor seu estoque 4,5 vezes durante o período considerado. 

Esse indicador é valioso para avaliar a eficiência operacional e a adequação dos níveis de estoque às demandas do mercado, proporcionando insights importantes para a gestão empresarial. 

Portanto, o cálculo preciso do giro de estoque é uma prática essencial para a otimização dos processos logísticos e financeiros de uma organização.

Qual É O Giro De Estoque Ideal?

Determinar qual é a quantidade ideal de vezes que o estoque se renova é muito importante para administrar um negócio de forma eficiente. 

Essa quantidade pode variar dependendo do tipo de produto e do setor em que a empresa está inserida. 

Geralmente, quando o estoque se renova mais vezes, isso indica uma boa administração.

Para entender o desempenho, é necessário comparar o que é considerado normal para o setor e ver como a empresa se sai em relação a essa média. Isso ajuda a identificar onde é possível melhorar.

Para ter uma ideia mais precisa de como o estoque está sendo gerenciado, é crucial levar em conta as particularidades do setor em que a empresa atua. 

Cada setor tem suas próprias características, como a vida útil dos produtos, as variações na demanda ao longo do ano e as preferências dos clientes. 

Comparar o desempenho da empresa com a média do setor é uma prática importante para encontrar áreas que precisam ser aprimoradas.

Analisar essas diferenças entre o desempenho interno e as médias do setor ajuda a identificar oportunidades de melhoria. 

Se o estoque da empresa estiver abaixo da média do setor, pode indicar problemas no processo de entrega, ter mais produtos em estoque do que o necessário ou não estar alinhado com as preferências do mercado. 

Se o estoque estiver acima da média do setor, pode indicar que a empresa está gerenciando bem, mas é importante ter cuidado para não gastar demais com reposições frequentes.

Compreender essas diferenças e comparar com as médias do setor ajuda a melhorar a eficiência, usar os recursos financeiros de maneira inteligente e equilibrar a oferta e a procura. 

Essa abordagem estratégica não só torna a empresa mais competitiva, mas também a ajuda a se adaptar rapidamente às mudanças no mercado.

BANNER Na sua empresa, o giro de estoque sempre causa problemas?

O ERP WebMais vai te ajudar!

O Que É Análise De Giro?

A análise de giro é uma forma detalhada de observar os dados obtidos ao calcular o giro de estoque

Isso ajuda a entender como os produtos estão se saindo no mercado ao longo do tempo, identificando padrões, sazonalidades e tendências. 

Essa análise fornece informações úteis para tomar decisões estratégicas, especialmente em relação a como repor e promover os produtos.

Ao se aprofundar nessa análise, conseguimos descobrir se há algum padrão regular nas vendas, se existem épocas específicas em que os produtos têm um desempenho melhor e se há alguma tendência notável ao longo do tempo. 

Esses detalhes ajudam a empresa a tomar decisões informadas sobre como gerenciar seu estoque e como ajustar suas estratégias de promoção para maximizar o desempenho.

O objetivo principal é entender melhor como os produtos estão se movimentando no mercado para que as empresas possam tomar medidas adequadas. 

Isso não apenas melhora a disponibilidade dos produtos, mas também ajuda a empresa a ser mais eficiente em termos de logística e a obter mais lucro.

Em resumo, a análise de giro é uma ferramenta importante para as empresas que desejam entender e responder eficazmente às demandas do mercado, garantindo o sucesso no cenário comercial em constante mudança.

Como Melhorar O Giro De Estoque?

Melhorar o giro de estoque é uma prática crucial para aprimorar a eficiência da gestão empresarial. 

Existem diversas estratégias eficazes que podem ser adotadas para atingir esse objetivo:

Fornecedores De Confiança

Estabelecer parcerias sólidas com fornecedores confiáveis desempenha um papel crucial na manutenção de um fluxo de abastecimento constante e ágil. 

Essa colaboração estratégica não apenas reduz o risco de rupturas de estoque, mas também contribui para a eficácia global das operações, garantindo uma cadeia de suprimentos robusta.

Promova Seus Produtos

Implementar estratégias de marketing e promoção específicas pode impulsionar as vendas e acelerar o giro de produtos. 

Ações promocionais cuidadosamente planejadas aumentam a visibilidade dos produtos no mercado, estimulando a rápida rotatividade do estoque e atraindo a atenção dos consumidores.

Conheça Seu Cliente

Compreender o perfil do cliente é essencial para ajustar o estoque de acordo com suas preferências. 

Essa abordagem personalizada evita tanto o excesso de produtos não demandados quanto a falta de itens procurados, promovendo uma gestão mais alinhada com as necessidades e expectativas do mercado consumidor.

Use A Curva ABC

Classificar os produtos com base na curva ABC é uma prática eficaz para priorizar a atenção aos itens mais estratégicos.

A Curva ABC é essencial para um bom giro de estoque

Ao segmentar os produtos de acordo com sua importância para o negócio, a empresa pode direcionar seus esforços de gestão e promoção para os itens mais relevantes, otimizando assim o giro de estoque e a rentabilidade.

Tenha Um Sistema De Gestão De Estoque

A adoção de um sistema de gestão de estoque automatizado, como o ERP WebMais, facilita o acompanhamento das movimentações. 

Esse tipo de tecnologia reduz a incidência de erros, agiliza processos e fornece dados precisos sobre a situação do estoque, permitindo uma tomada de decisão mais informada e estratégica.

Ao combinar essas estratégias, as empresas podem criar um ambiente propício para a melhoria contínua do giro de estoque, otimizando não apenas o fluxo de produtos, mas também a eficiência operacional e a satisfação do cliente.

Como O ERP WebMais Fortalece Seu Giro De Estoque?

O ERP WebMais emerge como uma solução integral para a administração eficiente de indústrias e distribuidoras, destacando-se especialmente por meio do WMS WebMais

Essa ferramenta não apenas simplifica o controle de inventário, mas também acelera as operações, fortalecendo significativamente o giro de estoque das empresas que a adotam.

Ao integrar o ERP WebMais, sua empresa ganha acesso a uma solução abrangente que eleva a eficiência operacional.

WMS WebMais

Dentro do ERP WebMais está o WMS WebMais, uma ferramenta concebida para gerenciar com precisão o armazenamento e a movimentação de mercadorias. 

Essa aplicação específica oferece uma perspectiva mais ampla e um controle mais apurado sobre o estoque, desempenhando um papel crucial na aprimoração do giro de mercadorias.

Ao adotar o WMS WebMais como parte integral do processo, as empresas conseguem otimizar suas operações logísticas, resultando em uma redução significativa nos custos operacionais.

BANNER Conheça o WMS WebMais e prepare-se para transformar seu estoque!

Conclusão

Em resumo, o giro de estoque é uma ferramenta importante para as empresas. Ele mostra quantas vezes os produtos são vendidos e repostos, ajudando os gestores a administrar melhor o estoque. 

Acompanhar o giro de estoque é crucial para reduzir perdas, cortar custos e aumentar os lucros.

Manter um alto giro de estoque traz vantagens, como otimizar espaços, vender mais produtos, gerenciar o dinheiro de forma eficiente e aumentar a lucratividade. 

Para isso, é essencial fazer um controle preciso do estoque, comprar conforme as vendas, gerenciar o inventário regularmente e usar estratégias para vender mais.

Calcular o giro de estoque corretamente é fundamental, e é importante comparar o desempenho com as médias do setor. 

A análise de giro oferece insights sobre como os produtos se saem no mercado ao longo do tempo, ajudando na tomada de decisões estratégicas.

Melhorar o giro de estoque envolve práticas simples, como construir boas parcerias com fornecedores, promover os produtos, conhecer o cliente, usar a curva ABC e adotar sistemas de gestão de estoque, como o ERP WebMais.

Em conclusão, o ERP WebMais, especialmente o WMS WebMais, é uma solução completa que fortalece o giro de estoque.

Adotando essas práticas e ferramentas, as empresas podem melhorar continuamente, tornando-se mais eficientes e competitivas no mercado.

Agende agora uma demonstração gratuita do ERP WebMais e descubra como podemos impulsionar o sucesso do seu negócio. Não perca tempo, fortaleça seu giro de estoque e alcance novos patamares!

Deixe um comentário