As melhores formas de reduzir a inadimplência dos seus clientes

Veja 9 Dicas Para Reduzir A Taxa De Inadimplência Na Sua Empresa

Imagem de Sanon Matias

Atualmente, um dos índices que mais preocupam os donos de empresas no Brasil é a inadimplência. Para muitos, vender não é a parte mais difícil, mas sim receber, por isso a importância de reduzir a taxa de devedores.

Sabemos que manter uma ótima gestão financeira da sua companhia não é nada fácil, ainda mais quando você já tem muitos clientes inadimplentes. Com base nisso, separamos algumas dicas que ajudarão a reduzir a inadimplência na sua empresa.

Se quiser melhorar a gestão financeira da sua empresa e evitar que os clientes não paguem, peça um teste gratuito do ERP WebMais e descubra como nossa solução ajuda a controlar as finanças, monitorar o histórico dos clientes e evitar esse tipo de problema.

BANNER GERAL Estoque, compras, financeiro e muito mais com o ERP WebMais

O Que É Inadimplência?

A inadimplência é uma situação na qual uma pessoa, empresa ou entidade devedora não cumpre com suas obrigações financeiras, especialmente no que diz respeito ao pagamento de dívidas, empréstimos, contas ou qualquer tipo de compromisso financeiro que tenha sido contratado ou estabelecido.

Em outras palavras, a inadimplência ocorre quando alguém não paga o que deve no prazo acordado ou não segue as condições de pagamento estipuladas em um contrato.

Por exemplo, a indústria A forneceu uma grande quantidade de componentes eletrônicos para uma montadora de automóveis (B). O acordo era para B pagar R$ 100.000 até o final do mês após a entrega dos componentes.

No entanto, após a entrega, a B não efetuou o pagamento no prazo acordado, tornando-se inadimplente em relação a A. Isso criou um problema de fluxo de caixa para A, que precisava dos fundos para cobrir seus custos operacionais.

Causas da inadimplência

Antes de falarmos sobre como conter a inadimplência, é fundamental entender os fatores que levaram a ela, tendo uma visão mais clara de todo o cenário.

A inadimplência pode acontecer por uma série de fatores, tanto externos como internos. Os fatores externos estão mais ligados a situação política e econômica do país, o que não é o nosso foco neste artigo.

O ponto principal aqui são as questões internas, pois, na maioria das vezes, tem uma representatividade maior e podem ser controlados por você e sua equipe.

Alguns pontos que podem te ajudar é uma análise de crédito mais atenciosa e até mesmo a falta de alguns dados que podem impossibilitar a cobrança, que podem ser facilmente contornados.

Impactos da inadimplência na sua empresa

Todas as empresas precisam estar preparadas para enfrentar algum imprevisto. Apesar de parecer uma situação fora de controle, é importante que você fique atento aos problemas que podem ocorrer.

A inadimplência pode afetar os resultados do seu negócio de algumas maneiras, e o primeiro impacto que ela causa na sua empresa é no fluxo de caixa. Pense um pouco, se não tem dinheiro entrando, fica mais difícil pagar as contas em dia.

Quando você fizer o planejamento financeiro dos próximos meses, é primordial considerar a sua taxa de inadimplência, para assim não ter surpresas em relação à saúde financeira do seu negócio.

Ilustração de moedas e e um X vermelho, com o texto "Impactos negativos da inadimplência nas empresas"

Sua empresa não vive apenas para pagar as contas, não é mesmo? E para isso é muito importante que os seus clientes paguem sempre em dia!

Dicas para reduzir a inadimplência

Reduzir a inadimplência é fundamental para manter uma boa saúde financeira da sua empresa. Agora que você já sabe que controlando alguns fatores internos você consegue aumentar seus recebimentos, existem algumas ações para colocar em prática agora mesmo. 

Para que seu negócio não fique no vermelho, trouxemos nove dicas para te ajudar a diminuir a sua inadimplência.

1- Invista em processos claros de cobrança

Se você não cobrar do seu cliente, talvez ele esqueça de efetuar seu pagamento. Por isso, o primeiro passo para evitar a inadimplência é ter um processo claro e efetivo de cobrança

Dias antes da data de vencimento seu cliente é lembrado? Mas, e se houver um atraso no pagamento, o que você faz? Você precisa ter essas ações todas mapeadas, como lembretes de cobrança ou até mesmo o protesto de um título que não foi pago. 

Conforme as necessidades da sua empresa, você precisa desenvolver estes parâmetros, ou réguas de cobrança, para evitar que seu cliente fique inadimplente com você, facilitando para ambas as partes.

2 – Consulte o serviço de proteção de crédito

A maioria das empresas está atualmente preocupada em vender, mas se esquece de verificar se o cliente é um bom pagador e acaba concedendo o crédito a todos. 

A análise de crédito é um ponto bem importante para ajudar na redução da inadimplência. Seus clientes necessitam passar por uma verificação de crédito, seja a consulta ao SPC, SERASA ou a consulta de protestos.

Com isso, você saberá se o seu cliente tem histórico de bom pagador no mercado e assim as chances de você receber em dia são maiores.

Os impactos de uma alta taxa de inadimplência em uma economia já fragilizada podem ser potencialmente prejudiciais, comprometendo as atividades de todos os setores. Por isso, é preciso estar atento na hora de conceder crédito, para garantir que sua empresa não sofra com maus pagadores.

3 – Controle seus devedores

Você precisa ter um controle preciso de quem está inadimplente com a sua empresa. Isso porque, tendo em mãos todas as informações sobre a dívidas, como quem são os clientes e o quanto devem, é possível elaborar uma estratégia efetiva de cobrança

É fundamental que as dívidas não durem muito tempo. Alguns dias podem ser sinal de esquecimento, assim, logo que você perceber que uma entrada que estava programada não veio, acione seu cliente.

4 – Negocie sempre!

Quando você entrar em contato com seu cliente, além de demonstrar empatia, é importante ter em mãos os valores atualizados da dívida. Esteja preparado para o caso do seu cliente pedir para facilitar o pagamento ou até mesmo um desconto

Lista com o texto "As 3 principais dicas para reduzir a inadimplência são:

1 - Invista em processos claros de cobrança
2 - Consulte o serviço de proteção ao crédito
3 - Controle devedores e negocie sempre"

Estipule um prazo máximo para o pagamento ser efetuado de maneira negociada. Com isso, sua empresa pode manter um bom relacionamento com os seus clientes, que é fundamental hoje em dia!

Além disso, lembre-se: registre sempre toda e qualquer tentativa de negociação para evitar problemas judiciais.

5 – Automatize os processos

Realizar todos estes controles de maneira manual pode ser muito cansativo, e às vezes até confuso. Para que isso não ocorra, alguns softwares de gestão contam com estes processos, todos de maneira automatizada.

O ERP da WebMais possui, no módulo financeiro, o acompanhamento de liquidez, onde o próprio software traz para você quem são os seus maiores devedores, permitindo que você configure uma notificação de cobrança por e-mail, assim seu cliente não esquecerá de te pagar.

Nosso sistema de gestão proporciona uma maior agilidade e fluidez ao seu processo de concessão de crédito, além de garantir uma maior estabilidade financeira, fornecendo dados precisos e confiáveis para a sua tomada de decisão.

6 – Use Um CRM

Um sistema de Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente (CRM) é uma ferramenta poderosa para reduzir a inadimplência. Isso porque ele ajuda a manter registros detalhados de todas as interações com seus clientes, permitindo um acompanhamento eficaz.

Use o CRM para segmentar seus clientes com base em seu histórico de pagamento, comportamento de compra e outras métricas relevantes. Assim, você prioriza ações e recursos em compradores com maior risco de inadimplência.

Configure lembretes automáticos para enviar aos clientes antes das datas de vencimento de seus pagamentos. Esses lembretes podem ser por e-mail, mensagem de texto ou telefonema.

Também acompanhe o histórico de pagamento de cada um no CRM. Isso encontra tendências e padrões que podem indicar riscos de inadimplência.

E claro, use o sistema para personalizar a comunicação, como em ofertas especiais, descontos ou planos de pagamento alternativos para aqueles com histórico de inadimplência.

7 – Previna A Possível Inadimplência

A prevenção é sempre melhor do que ter que lidar com a situação quando se trata de inadimplência. Por isso, inicie o negócio com critérios claros para estender crédito aos clientes. Realize verificações de crédito e avalie a capacidade de pagamento antes de concedê-lo.

Assim, torne os termos de pagamento transparentes desde o início. Considere se os compradores entenderam suas obrigações financeiras e datas de vencimento.

Ao trabalhar com clientes de longo prazo, é importante ter contratos bem elaborados que detalhem os termos do acordo, incluindo as penalidades por atraso no pagamento.

Periodicamente, revise suas políticas de crédito com base no desempenho do cliente e nas condições econômicas. Ajuste as políticas conforme necessário para evitar o acúmulo de riscos.

8 – Acompanhe O Funil De Vendas

A inadimplência muitas vezes começa antes mesmo de o cliente se tornar inadimplente. É por isso que é essencial acompanhar o funil de vendas e identificar potenciais sinais de alerta.

Ilustração de gestor preocupado com os resultados da empresa ao lado de um gráfico de resultados, com o texto "Altos índices de inadimplência podem gerar problemas no seu funil de vendas"

Observe se os leads que entram no topo do funil sejam adequadamente qualificados. Isso significa avaliar sua capacidade financeira e interesse real em seu produto ou serviço.

Além disso, forneça informações claras sobre os custos, prazos e obrigações associados ao seu produto ou serviço. Quanto mais informado o cliente estiver, menor será a probabilidade de inadimplência devido a mal-entendidos.

Ainda, mantenha um acompanhamento constante com os leads ao longo do funil. Esteja atento a quaisquer preocupações ou objeções que sinalizam futuros problemas de pagamento.

E claro, a sua equipe de vendas deve estar bem treinada para identificar clientes potencialmente problemáticos. Eles devem ser capazes de fazer perguntas relevantes e ouvir atentamente para entender suas necessidades e preocupações.

9 – Fique De Olho No Histórico Do Cliente

O histórico do cliente é uma mina de informações valiosas que pode ajudar a prevenir a inadimplência. Use isso para identificar padrões de comportamento, como atrasos recorrentes, pagamentos parciais ou outros indicadores de risco.

Se você notar qualquer sinal de alerta no histórico, entre em contato imediatamente para discutir soluções. Às vezes, problemas podem ser resolvidos com planos de pagamento alternativos ou ajustes de contrato.

Com base no histórico de compra e pagamento, faça ofertas personalizadas. Isso pode incluir descontos especiais para clientes de longa data que estão enfrentando dificuldades financeiras.

Também use o histórico para entender o feedback dos consumidores e melhorar seus processos internos. Se frequentemente mencionarem problemas de faturamento ou atendimento, tome medidas para resolvê-los.

BANNER Gestão CRM integrada para indústrias e distribuidoras? Só com o ERP WebMais

Conclusão

A inadimplência é um desafio significativo que afeta tanto indivíduos quanto empresas em várias indústrias. Ela ocorre quando as obrigações financeiras não são cumpridas de acordo com os termos e prazos estabelecidos, resultando em consequências financeiras negativas para todas as partes envolvidas.

As dicas fornecidas para reduzir a inadimplência são fundamentais para mitigar esse problema e manter um equilíbrio financeiro saudável.

Para auxiliar ainda mais na gestão eficaz dos negócios e na prevenção da inadimplência, recomendamos experimentar o ERP da WebMais gratuitamente.

Nossa solução de software de gestão empresarial é projetada para ajudar empresas a otimizar suas operações, acompanhar o histórico dos clientes, automatizar processos e melhorar o controle financeiro. Solicite uma demonstração gratuita!

Deixe um comentário