ordem de producao

Ordem de produção: o que é e como fazer?

Você sabe o que é a ordem de produção (OP)? As indústrias podem achar que emitir uma OP é um processo complexo, cheio de etapas e condições. Mas não é assim. Principalmente com a ajuda de um sistema de gestão, gerá-la é bastante simples, sendo um elemento fundamental para organizar e controlar a produção dentro das indústrias. 

No post de hoje, descomplicamos o processo de geração das OPs para você não ter mais dor de cabeça com isso. Vamos explicar: 

  • O que é uma ordem de produção 
  • Qual a sua importância
  • Como emiti-la e quais são os seus componentes
  • O papel da utilização da tecnologia

Continue lendo!

O que é ordem de produção

O termo ordem de produção te causa calafrios? Pois não deveria! Vamos explicar agora, de maneira simples, o que esse conceito significa para você nunca mais ter dúvidas sobre ele. 

A ordem de produção nada mais é do que um documento necessário para a execução de qualquer processo produtivo dentro de uma indústria. O seu principal objetivo é categorizar, organizar e controlar a produção industrial ou o estoque dando uma visão completa da cadeia para os gestores. 

A fabricação de um produto dentro de uma  indústria só pode ser iniciada após a geração da OP, que traz todas as informações necessárias para o começo desse processo. Mais para frente, vamos ver exatamente quais são os dados que devem ser incluídos em uma ordem de produção.

Agora, é hora de saber como fazer a emissão da OP. Venha ver! 

Como emitir uma ordem de produção?

A OP a ser emitida depende do tipo de produção envolvida. Ela pode ser contínua ou por encomenda. 

A produção contínua diz respeito à fabricação em massa de produtos, normalmente com o objetivo de estoca-los. Ou seja, esse modelo privilegia os itens padronizados e que são produzidos com frequência. 

Para que o processo se inicie, é necessário emitir uma ordem de produção que tenha as instruções para a fabricação dos itens com o objetivo de guiar os responsáveis pela produção. A ordem de produção, nesse caso, precisa estar de acordo com a programação do processo industrial. 

Já a produção por encomenda é feita por meio de um pedido de venda realizado por um determinado cliente. Diferentemente do modelo anterior, aqui os itens não são padronizados e nem produzidos em massa. 

Pelo contrário, eles são feitos sob a demanda do consumidor. Para iniciar o processo produtivo, também é preciso gerar uma nova ordem de produção com as especificações dos itens a serem fabricados. Como dissemos, essa OP é emitida a partir do pedido de vendas para que então a produção comece.  

Ah, não podemos esquecer que todas as OPs geradas, seja em um caso, seja no outro, precisam estar bem armazenadas para evitar qualquer problema de rastreamento e para registrar as especificações de produção, facilitando os próximos processos. 

Por isso que é tão importante contar com um sistema de gestão confiável para guardar as OPs. Vamos falar mais sobre isso no último tópico do post. Não deixe de ler!

Agora, como vimos, para gerar uma ordem de produção é necessário incluir alguns componentes no processo de emissão. Vamos ver quais são eles a seguir. 

gestão de produção

Quais os componentes de uma ordem de produção 

Uma ordem de produção traz todas as especificações necessárias para dar início a fabricação de um produto. Além disso, é a OP que traz o código para rastrear os itens fabricados. Entre os seus componentes estão:

  • Número 
  • Data de emissão
  • Relação das matérias-primas usadas no processo de produção
  • Quantidade de cada matéria-prima 
  • Prazos de montagem e entrega
  • Quantidade de itens a serem produzidos matéria-prima utilizada em cada produto
  • Outras especificações do item produzido
  • Demais observações 

Quanto mais completa for a OP, mais dados os operadores vão ter para produzir os itens de acordo com as diretrizes da indústria. 

Todas essas informações são extremamente relevantes para a cadeia produtiva. Mas, além do detalhamento da produção, quais são as vantagens de gerar uma ordem de produção para a sua indústria? 

Vantagens de usar a ordem de produção

Lembra que falamos sobre a organização e o controle que uma ordem de produção traz para a indústria? Então, além desses benefícios, as OPs também oferecem maior facilidade e agilidade para quem trabalha no setor. 

Uma vez que as OPs têm todos os dados centralizados em um lugar acessível, a produção se torna mais rápida e eficiente. 

No caso dos itens padronizados, por exemplo, as especificações na ordem de produção ajudam a manter a qualidade dos produtos. Já para a fabricação sob demanda do cliente, essas informações também são fundamentais para atingir as suas expectativas e entregar aquilo que foi prometido. 

As OPs também contribuem para uma comunicação eficiente entre diferentes setores da indústria, já que os profissionais conseguem saber exatamente o que deve ser feito sem intermediadores, apenas conferindo a ordem de produção

Além disso, se você conta com um ERP para emitir e armazenar as OPs, elas se tornam bastante acessíveis, facilitando o processo de produção e rastreamento dos itens. Mas não é apenas nesse ponto que um sistema de gestão pode auxiliar a sua indústria a organizar a cadeia produtiva com a ordem de produção.  

Conheça o módulo de produção do Sistema ERP WebMais

Como um ERP pode ajudar? 

Um ERP pode contribuir muito para organizar o processo produtivo na indústria, incluindo a emissão e o armazenamento das OPs. Um sistema como esse permite não apenas o acompanhamento da ordem de produção, como o gerenciamento das receitas a serem produzidas. Isso tudo com o monitoramento em tempo real do que é fabricado. 

Além disso, um ERP permite padronizar os processos, ter exatidão na produção e controlar o uso das matérias-primas com grande precisão. Se você quer garantir a qualidade da entrega na sua indústria e facilitar o processo de geração e acompanhamento da ordem de produção, deve buscar um ERP robusto que se adeque aos padrões da sua empresa

Deixe um comentário

17 + 8 =