gestor realizando os calculos para precificar seus produtos da forma correta

Afinal, o que devo considerar ao precificar os meus produtos?

Você sabe se está precificando suas mercadorias de maneira correta? A etapa de precificação de produtos é primordial para um bom funcionamento da sua empresa, já que o preço final não pode ser inferior aos seus custos de produção, não é mesmo?

O preço de venda deve ser justo para ambas as partes, compradores e vendedores. Para alcançar este equilíbrio é fundamental valer-se de algumas dicas e até mesmo fórmulas matemáticas.

Para que essa atividade seja eficaz, você precisa tomar uma série de cuidados e adotar algumas práticas recomendadas. Quer saber o que precisa ser feito? Continue lendo este artigo!

Importância da precificação de produtos

Se engana quem pensa que a precificação de produtos tem apenas a função de determinar o preço das mercadorias. A importância da estratégia de preço de venda vai muito além e podemos apontar boas razões para se atentar a isso, como:

  • Satisfação do consumidor: Para muitos consumidores o preço ainda é fator determinante para a compra;
  • Ajuste do público-alvo: o preço praticado também é uma forma de comunicar ao mercado seu público-alvo;
  • Concessão de descontos: Para que você saiba os descontos a serem praticados, é necessário definir a margem de contribuição dos seus produtos;
  • Resultados melhores: Para alcançar melhores resultados é necessário definir adequadamente os preços a serem praticados;
  • Pagamento das obrigações: uma correta precificação garante que haja recursos em caixa para o custeio da operação e o pagamento das obrigações relacionadas a ela, como salários e impostos.

Viu como a estratégia de precificação é fundamental para manter o seu negócio saudável?

Valor versus Preço

Antes de qualquer cálculo, é fundamental diferenciar dois termos que a maioria das pessoas e empresas ainda se confundem: valor e preço. Eles muitas vezes são utilizados como sinônimos, mas não são.

O valor pode variar de acordo com o consumidor, já que depende do grau de necessidade, satisfação e utilidade do produto para cada um.

Já o preço, é tido como a expressão quantitativa do valor de um bem ou serviço, onde um determinado produto poderá ser de grande utilidade para algumas pessoas enquanto que para outras não terá utilidade nenhuma.

Passos para a precificação de produtos

Agora que você já sabe as principais vantagens de uma política de preços, vamos as etapas da precificação. Embora falamos em produtos, este passo a passo pode se aplicar a todos os tipos de empresas, inclusive as prestadoras de serviços.

Fique atento aos seus custos e despesas

Antes de sair definindo os preços dos seus produtos, você precisa entender a sua operação, e principalmente os custos fixos e variáveis atrelados a ela. Caso contrário, você pode acabar com preços que não cubram seus custos e acabar com prejuízos, mesmo com boas vendas. 

O preço dos seus produtos precisam ser suficientes para cobrir todas as suas despesas e ainda ser atrativo ao consumidor, para que gere lucro.

Portanto, é preciso entender quais são os gastos gerados com a atividade, como o pagamento de fornecedores, a folha de pagamento, os custos ligados à aluguel, energia elétrica e água, entre outros.

Margem de lucro

Depois de conhecer e entender todos os custos envolvidos na produção, é chegada a hora de definir a sua margem de lucro, ou seja, o quanto você vai ganhar com a venda do seu produto.

Não existe uma fórmula para esta etapa, mas você deve ficar atento para que o preço não fique muito baixo, pois assim não gerará lucro, e nem muito alto para não espantar seus clientes!

Conheça seu mercado

Você, como gestor, precisa estar atento ao seu mercado de atuação, as estratégias utilizadas pelos seus concorrentes e ao comportamento dos consumidores, logo você necessita de bastante atenção e estudo.

Às vezes, você pode precisar praticar preços abaixo da tabela por algum período, para que os consumidores percebam você. Mas lembre-se, esta estratégia deve ser temporária e você deve ter bastante cautela!

Alcançando o equilíbrio

É fundamental alcançar um equilíbrio entre o preço vendido e o valor percebido pelo cliente. Esse movimento é válido tanto para chegar a um valor que não gere resultados financeiros negativos quanto para não buscar um lucro irreal e que afaste seus clientes.

Agora que você entendeu que a precificação é algo altamente estratégico e complexo, existem algumas fórmulas para que você realize este processo. Estas fórmulas não são o foco deste artigo, já que existem muitos sistemas que podem te ajudar nesta tarefa.

A regra básica da precificação é levar em conta a soma entre o custo do produto, percentuais de custo, despesas fixas e variáveis e o percentual de lucro.

Para que você não perca tempo, é fundamental ter em mãos um sistema de gestão que integre todos os setores da sua empresa e que controle os seus custos e te auxilie na formação de preço de venda.

Para isso, você pode contar com o ERP da WebMais Sistemas! Clique no banner e agende uma demonstração gratuita com um dos nossos consultores.

fale-com-especialista

Deixe um comentário

quinze − 8 =