quando eu devo usar o cfop 6102 no meu negócio?

O Que É O Cfop 6102 E Principais Aplicações

Imagem de Sanon Matias

O CFOP 6102 é um código usado para indicar a venda de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros em notas fiscais e outros documentos semelhantes.  

Esse código, assim como outros, é essencial na emissão das NF-e, pois indica as características da operação e a necessidade de tributação. 

Se você achou um pouco confuso, não se preocupe. O sistema tributário brasileiro é mesmo complexo, mas o blog WebMais preparou este conteúdo para ajudar. 

Primeiro, vamos explicar o que é o CFOP e por que esse código é tão importante. Depois, você vai saber mais sobre o CFOP 6102, entendendo quando ele deve ser utilizado e como é feita a emissão da nota fiscal com esse código. 

Depois que acabar a leitura, aproveite para conhecer a ferramenta de emissão de NF-e com CFOP automatizado da WebMais. Ela faz parte do ERP WebMais, um sistema construído especialmente para fortalecer a gestão completa de indústrias e distribuidoras. Agende uma demonstração gratuita e conheça o software.

Boa leitura!

CONHEÇA O ERP ESPECIALIZADO EM INDÚSTRIAS E DISTRIBUIDORAS COM CFOP NA NOTA EXPERIMENTE AGORA

O Que É CFOP?

CFOP é a sigla para Código Fiscal de Operações e de Prestações. Ele é um código de 4 dígitos que identifica as operações registradas em notas fiscais eletrônicas. 

O preenchimento do CFOP é obrigatório em todas as notas que correspondem à movimentação de bens e mercadorias e prestação de serviços de telecomunicações ou transporte.

CFOP de Entrada

Cada dígito do código CFOP indica uma característica da operação em questão. O primeiro deles é o que indica se a nota fiscal é de entrada ou de saída. 

Todas as notas de entrada deve utilizar CFOPs com os seguintes dígitos iniciais:

  • 1.000: entrada e/ou aquisições de serviços do estado;
  • 2.000: entrada e/ou aquisições de serviços de outros estados;
  • 3.000: entrada e/ou aquisições de serviços do exterior.

CFOP de Saída

Já o CFOP de saída deve sempre ser iniciado em 5, 6 ou 7, seguindo essas regras:

  • 5.000: saídas ou prestações de serviços para o estado
  • 6.000: saídas ou prestações de serviços para outros estados
  • 7.000: saídas ou prestações de serviços para o exterior

Os demais dígitos do código CFOP vão indicar outras coisas, como o tipo de operação e a situação tributária de cada mercadoria.

Para Que Serve CFOP?

O CFOP tem uma série de utilidades. Uma delas você já sabe se leu até aqui, que é a identificação na natureza de uma operação — se ela é de entrada ou de saída.  

Mas, além disso, ele também indica se a nota fiscal terá de recolher impostos e se a operação ocorreu dentro do estado, foi interestadual ou internacional. 

Para que serve o CFOP?  ("CFOP" no meio da imagem, rodeado de:)  - Identificar operações de entrada ou saída - Indica se a NF-e deve recolher impostos - Mostra se a negociação é do estado, interestadual ou internacional - Facilita a fiscalização da Receita Federal - Estipula bases de tributação para o SPED

O CFOP foi criado com o objetivo de ajudar a Receita Federal em seu trabalho de fiscalização. Além disso, também tem grande importância para o Sistema Público de Escrituração Digital  (SPED), pois ajuda a estipular as bases para a tributação.

A sua empresa precisa de ajuda para ficar em dia com o SPED e o uso dos CFOPs? Então conheça o ERP WebMais e saiba como ele pode facilitar o seu trabalho. Fale com nossos especialistas e entenda mais.

O Que É O Código CFOP 6102?

O CFOP 6102 indica a venda interestadual de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros.  

Na estrutura do código, você consegue observar que o primeiro dígito 6 indica que houve venda interestadual.  

Os três últimos dígitos, 102, indicam a saída de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros para industrialização ou comercialização. Elas não podem ter sido objeto de qualquer processo industrial no estabelecimento. 

Também são classificadas no CFOP 6102 as vendas de mercadorias por estabelecimento comercial de cooperativas destinadas a seus cooperados ou estabelecimentos de outras cooperativas.

Quando Usar CFOP 6102?

O CFOP 6102 deve ser utilizado sempre que uma empresa vender produtos para outros estados e eles tenham sido adquiridos de terceiros. Porém, não devem ter passado por processos industriais dentro da própria empresa. 

Esse é o caso de empresas de varejo que compram produtos para revenda na mão de distribuidores. Sempre que a venda for feita para um cliente de outro estado, o CFOP 6102 deve ser utilizado. 

Como Funciona A Emissão Da NF-E Com CFOP 6102?

A emissão da nota fiscal com o CFOP 6102 deve ser feita normalmente, utilizando o software emissor que a sua empresa costuma utilizar.  

Em alguns casos, quando são utilizados softwares mais completos, o CFOP 6102 é preenchido automaticamente e você não precisa se preocupar com isso. 

Portanto, o mais indicado é que você use um emissor assim na sua empresa! Dessa forma, tem mais segurança na emissão das suas notas e mais tranquilidade em suas operações, evitando erros e problemas com a Receita Federal.

EMITA NF-E COM O CFOP 6102 DIRETO NA NOTA! CONHEÇA O ERP WEBMAIS

Qual CFOP Para Devolução 6102?

As devoluções são indicadas pelo segundo dígito do código CFOP – no formato x2xx. 

No caso do CFOP 6102, o código de devolução é o 6202, que indica que houve devolução de mercadoria que seria comercializada, já anteriormente registrada como entrada na empresa.

Qual A Diferença Entre 5102 E 6102?

Se você já conhece a estrutura dos códigos CFOP, fica fácil entender a diferença entre o  6102 e o 5102.  

Como os três últimos dígitos são iguais, ambos indicam que houve movimentação de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros. Além disso, os dois dígitos iniciais indicam que houve saída, ou seja, venda. 

A única diferença está na indicação se a operação foi dentro ou fora do estado. O número 5 corresponde a uma saída dentro do estado, enquanto o número 6 indica movimentação interestadual. 

Ficou claro?

Como Saber O  CFOP De Um Produto?

Para saber qual CFOP deve ser usado na emissão de uma nota fiscal, é preciso consultar a Tabela CFOP. A tabela é disponibilizada pelo governo no Portal da Nota Fiscal Eletrônica e a nossa dica é que você sempre faça essa consulta online.

Assim, garante o acesso ao documento sempre atualizado. Se você fizer o download da tabela, pode usar o código errado caso aconteçam alterações nos CFOPs. Qualquer erro, por menor que seja, pode resultar na tributação errada da operação em questão.

Aplicação Do  CFOP 6102 Na Prática

Na prática, o CFOP 6102 é muito utilizado, como já falamos aqui, por empresas de varejo que vendem produtos adquiridos de terceiros para outros estados.

Um exemplo muito claro desse tipo de operação é a venda de produtos por e-commerces. Sempre que a mercadoria for vendida para um cliente de outro estado senão aquele em que a empresa está estabelecida, o CFOP 6102 será utilizado.

Entretanto, se o cliente do e-commerce estiver no mesmo estado, deve-se usar o CFOP 5102.

NÃO SABE USAR O CFOP 6102? DEIXA QUE O ERP WEBMAIS RESOLVE SEU PROBLEMA CLIQUE PARA RESOLVER O PROBLEMA

Conclusão

Se além do CFOP 6102, você quiser conhecer os demais códigos que devem ser utilizados para identificar operações e prestações, é possível consultar a tabela CFOP, disponível no Portal Nacional da Nota Fiscal Eletrônica. 

E, para garantir uma operação sem erros na sua empresa, o mais indicado é contar com o auxílio de um bom contador, além de ter acesso a um software emissor de notas completo, como o ERP WebMais!

Agende uma demonstração gratuita e conheça o sistema que vai revolucionar a gestão da sua indústria ou distribuidora. Além da emissão de NF-e com CFOP integrado, o ERP traz diversas outras ferramentas que otimizam o controle completo do seu negócio.

Deixe um comentário