wms: o que é e quais os benefícios para gestão de armazém

Entenda O Que É WMS e Quais os Seus Benefícios Para a Logística!

O controle de estoque é fundamental para todas as empresas, em especial as distribuidoras, que precisam assegurar que os pequenos e médios empresários terão acesso às mercadorias desejadas e nas quantidades certas para o seu negócio. 

A questão é que, por lidarem com um volume grande de produto e uma variedade de itens, fazer uma gestão eficaz e livre de erros pode ser um desafio. Sem contar que, uma boa gestão de armazém pode ser o grande diferencial para uma distribuidora. 

O WMS é uma forma das distribuidoras superarem os obstáculos e fazerem o controle dos seus estoques de um jeito prático e simples.

Neste post, você vai saber mais sobre esse software e entender como ele ajuda a otimizar a gestão de estoque. Vamos mostrar tudo o que você precisa saber sobre essa ferramenta e como ela pode ser útil para organizar e gerenciar o seu armazém.  

Preparado? Então, vamos lá!

O Que É WMS?

WMS (Warehouse Management System) é um Sistema de Gerenciamento de Armazém projetado para otimizar o controle de estoque por meio da automatização.  

Ele consegue fazer isso pois utiliza tecnologias como códigos de barras, redes locais sem fio e dispositivos móveis (smartphones, tablets, notebooks, etc) para acompanhar o fluxo de produtos.  

Após os dados serem lançados no sistema, o WMS faz a sincronização de todas as informações cadastradas para fornecer relatórios atualizados sobre o status das mercadorias. 

Por trabalhar com dados em tempo real e contribuir para a administração de processos, produtos e equipes, o software é extremamente útil para diminuir erros no recebimento de itens, armazenagem e envio para transporte. 

Além disso, ele também serve para mitigar os custos com logística e evitar estoque parado.

sistema para controle de expedição

Como Funciona Um Software WMS?

O WMS é conectado a um banco de dados que armazena todas as informações sobre os produtos — quantidade, dimensões, peso, preço, data de validade, fornecedor, lote e até o histórico de compras. 

Por conta disso, é possível registrar automaticamente toda e qualquer movimentação usando tecnologias auxiliares, como scanners e leitores de códigos de barras.

Hoje em dia, uma alternativa interessante aos códigos de barras são as etiquetas RFID (Radio Frequency Identification). Elas permitem que os produtos sejam identificados à distância e podem ser reconhecidas até por tablets e smartphones.

Com essas tecnologias, o sistema WMS consegue por exemplo:

  • registrar todas entradas e saídas de produtos no estoque;
  • atualizar o inventário em tempo real e sem chances de erros;
  • sugerir métodos de organização do estoque de acordo com as principais demandas da empresa;
  • fornecer relatórios completos com dados sobre o status dos produtos e seu histórico de movimentações.
O sistema WMS consegue por exemplo:

registrar todas entradas e saídas de produtos no estoque;
atualizar o inventário em tempo real e sem chances de erros;
sugerir métodos de organização do estoque de acordo com as principais demandas da empresa;
fornecer relatórios completos com dados sobre o status dos produtos e seu histórico de movimentações.

Quais as Principais Funções de Um Software WMS?

Até pouco tempo atrás, os softwares WMS eram mais rígidos, pois ofereciam poucas funções. No entanto, com o avanço da tecnologia eles foram ganhando novos features e hoje oferecem uma série de funções que tornam o trabalho do gestor de estoque muito mais fácil. 

Conheça as principais!

Controle de Segurança de Mercadorias

A tecnologia RFID permite que o controle de mercadorias seja muito mais eficaz, pois, com ela, os produtos podem ser monitorados remotamente.

Integração com ERP

A maioria dos sistemas WMS pode ser integrada com ERPs e sistemas de gerenciamento de negócios. A principal vantagem dessa função é a sincronização dos dados de ambas as ferramentas, que pode incluir informações sobre contabilidade de estoque e faturamento.

Geração de Relatórios

O WMS pode gerar relatórios completos sobre o estoque em poucos segundos. Em casos de integração com ERPs, esses relatórios podem trazer inclusive informações sobre outras áreas da empresa.

Assim fica muito mais fácil ter uma visão mais ampla e analítica sobre as operações, permitindo uma tomada de decisões mais inteligente e estratégica.

Integração Com Outras Áreas

O WMS pode ser acessado remotamente por computadores ou dispositivos móveis. Assim, gestores de outras áreas da empresa que não estão diretamente ligadas à gestão de estoque conseguem ter acesso às informações de inventário — com o setor de compras, por exemplo.

Mais uma vez, o WMS facilita o acesso a dados valiosos e facilita a tomada de decisões.

Transferência Entre Estoques

Caso a empresa tenha mais de um estoque, é possível fazer a integração de todos eles usando um sistema WMS.

Como o WMS Pode Auxiliar Nos Negócios?

Visto que os dados sobre recebimento, armazenagem e saída de mercadorias ficam centralizados no sistema — e como as tarefas passam a ser executadas de forma totalmente automatizada  —, a ferramenta consegue proporcionar uma série de vantagens para os negócios.

Como o WMS atua nos processos logísticos?

1. Recebimento;
2. Armazenamento;
3. Picking;
4. Produção;
5. Expedição;
6. Gerenciamento.

Abaixo, veja quais são elas!

Maior Controle de Estoque

Como as informações estão sempre atualizadas e existe facilidade para acessar dados, emitir relatórios e monitorar atividades, a empresa consegue garantir um controle muito mais amplo sobre o departamento. 

Otimização de Espaços

A empresa pode utilizar as informações cadastradas no sistema para alocar melhor todos os produtos e com isso aproveitar os espaços de forma mais inteligente.  

Diminuição de Perdas e Avarias

Como tem controle sobre toda movimentação do estoque e consegue otimizar melhor os espaços, a empresa pode diminuir perdas e até mesmo evitar avarias de produtos. 

Redução de Custos Com Mão de Obra

O WMS não requer intervenção humana na realização de tarefas, visto que o sistema possui inteligência para realizar operações. Assim, a empresa pode reduzir custos relacionados à contratação de mão de obra ou gastos mensais com funcionários. 

Diminuição de Erros

Como o sistema é todo automatizado, as chances de erros na hora de contabilizar o estoque e registrar são praticamente nulas.

7 Benefícios Que o WMS Oferece

Agora que você já sabe o que é WMS, como funciona e como ele contribui para os negócios, que tal conferir 7 benefícios que essa super ferramenta pode oferecer para a sua distribuidora? 

1 – Melhora a Organização do Seu Estoque

Como falamos, o WMS é um sistema que coleta informações sobre o estoque e faz a sincronização dos dados para entregar relatórios atualizados sobre a movimentação de produtos. 

Podendo acompanhar de perto o status de cada mercadoria, fica mais fácil para você gerenciar melhor o seu estoque e, consequentemente, manter a organização.

2 – Facilita a Entrada dos Pedidos 

Os sistemas WMS utilizam tecnologias modernas para monitorar a movimentação das mercadorias. Assim sendo, a distribuidora pode verificar com mais facilidade quais são os espaços disponíveis no seu armazém, facilitando assim a entrada e locação de pedidos.  

3 – Otimiza a Inspeção e Rastreabilidade dos Itens

Uma vez que as informações são lançadas no sistema, em tempo real, e é possível acessar os dados sempre que necessário, você é capaz de otimizar a inspeção e rastreabilidade dos itens. 

Por exemplo, pode pesquisar um determinado produto no software e verificar dados como: lote em que se encontra e qual é a quantidade disponível de itens nas prateleiras.    

4 – Reduz o Tempo de Espera

Já que o WMS ajuda a otimizar as inspeções e a rastreabilidade dos itens, a sua distribuidora consegue reduzir o tempo de espera dos produtos.  

Isso quer dizer que, seja para trocar uma mercadoria de lugar, coletar um determinado item para um cliente ou até mesmo dar a entrada de novos pedidos, o tempo de operações pode ser menor com o apoio da tecnologia. 

5 – Aumenta a Produtividade

Contar com um WMS torna os processos da empresa muito mais ágeis, pois é mais fácil localizar e despachar as mercadorias. 

Além disso, o sistema facilita o compartilhamento de informações entre a equipe e mostra a localização exata de cada um deles. O resultado são processos mais eficientes e produtivos.

6 – Otimiza o Percurso dos Pedidos

Quando a  empresa tem mais de um depósito, o WMS otimiza o percurso do pedido pois informa a localização exata do item a ser despachado. Assim a empresa sabe qual é o depósito mais perto do cliente e garante um envio mais eficiente.

7 – Aumenta a Qualidade do Material Estocado

Por indicar o melhor lugar para armazenar cada produto, o WMS ajuda a manter as propriedades de cada item e evitar sua deterioração, avarias e defeitos.

WMS e ERP São a Mesma Coisa?

WMS e ERP São a Mesma Coisa?

Nessa altura do texto você deve estar pensando: “Ok! Entendi que o WMS é um sistema que pode ajudar no gerenciamento do meu estoque. Mas, e quanto aos outros software de gestão, tipo o ERP? Eles não são a mesma coisa?” 

Não necessariamente! Embora ambas as tecnologias auxiliam na gestão, a finalidade entre uma e outra é distinta.  

O WMS, por exemplo, é um software especializado em otimizar a operação logística. Já o ERP é um sistema integrado que abrange diversas áreas do negócio como vendas e faturamento. 

Em termos mais simples, o ERP é uma ferramenta que procura atender mais de um setor da empresa, enquanto que o WMS é direcionado exclusivamente para suprir as necessidades dos armazéns e centros de distribuição. Conseguiu entender a diferença?  

Ah! Um bom ERP pode estar adaptado ao WMS, sendo alimentado por ele e atualizando informações sempre que necessário, sabia? Como é o caso do WebMais, um sistema ERP especializado para distribuidoras e indústrias, que possui o recurso de WMS integrado.

Gostou do tema? Já sabe como usar o Sistema de Gerenciamento de Armazém para agilizar o controle de estoque?

Deixe um comentário

1 + 15 =