Entenda o que são custos fixos e variáveis

O Que É Custo Fixo E Como Identificar

Imagem de Sanon Matias

Os custos fixos são a estrutura que sustenta o operacional, independente de qualquer situação. Mas você sabe o que são eles e por que impactam diretamente o funcionamento de um negócio?

Se não sabe, fique tranquilo. Isso porque vamos explicar o conceito e vamos destacar a diferença dos custos fixos para outros tipos. Além disso, vamos ensinar você a identificá-los com facilidade.

Mas, antes, conheça nossa solução para facilitar o encontro de qualquer custo: o ERP WebMais. Peça uma demonstração gratuita para ter acesso aos seus inúmeros benefícios.

Agora, vamos à leitura!

BANNER GERAL Estoque, compras, financeiro e muito mais com o ERP WebMais

O Que São Custos Fixos De Uma Empresa?

Podemos definir os custos fixos de uma empresa como os gastos que são constantes, independentemente do volume de produção ou das vendas.

Eles não variam com as flutuações na atividade da empresa e precisam ser pagos mesmo que a produção ou as vendas estejam em níveis baixos. Por isso, merecem atenção para serem honrados.

E Os Custos Variáveis?

Já os custos variáveis mudam proporcionalmente ao volume de produção ou de vendas. Em outras palavras, estão diretamente relacionados à quantidade de produtos ou serviços produzidos e vendidos.

A principal diferença entre custos fixos e custos variáveis é que os custos fixos permanecem o mesmo, enquanto os custos variáveis se ajustam de acordo com essas flutuações.

Custos Diretos E Indiretos

Além dos custos fixos e variáveis, existem também os custos diretos e indiretos. Essas categorias de custos referem-se à forma como os gastos podem ser alocados e associados aos produtos ou atividades da empresa.

Assim, os custos diretos estão relacionados a um produto específico, projeto, ou atividade. Dessa forma, são rastread de forma precisa e clara.

Por exemplo, o custo das matérias-primas usadas na fabricação de uma determinada mercadoria. Mas eles podem variar conforme a quantidade de produtos produzidos ou atividades realizadas.

Várias atividades ou produtos compartilham os custos indiretos. Alguns exemplos envolvem aluguel de instalações, salários de funcionários administrativos, contas de serviços públicos e despesas de escritório.

Diferença Entre Custos E Despesas

A principal diferença entre custos e despesas está relacionada à forma como esses termos são usados na contabilidade e na gestão financeira das empresas.

Os custos referem-se aos gastos diretamente associados à produção de bens ou serviços que uma empresa vende. Eles podem ser divididos em custos diretos e indiretos.

Por outro lado, as despesas são os gastos relacionados à operação geral da empresa, não diretamente vinculados à produção. Elas são necessárias para manter a empresa funcionando, mas não são diretamente ligadas à criação.

Qual A Importância De Manter O Controle Sobre Custos Fixos Da Empresa?

Ter uma compreensão clara dos custos fixos permite que a empresa faça um planejamento financeiro mais preciso. Isso é essencial para definir metas realistas, criar orçamentos e estabelecer estratégias de crescimento.

Dessa forma, permite tomar decisões mais estratégicas. Afinal, saber quanto é preciso gerar em vendas para cobrir os custos fixos é indispensável para determinar preço de venda, por exemplo.

O controle também identifica áreas de ineficiência. Isso permite tomar medidas para otimizar a utilização de recursos e reduzir gastos desnecessários. Além disso, ajuda a enfrentar flutuações econômicas, períodos de baixa demanda ou outros desafios que possam surgir.

Como Identificar Custos Fixos E Variáveis?

Identificar os custos fixos e variáveis de uma empresa requer uma análise minuciosa dos gastos associados às operações. Então, comece classificando os custos por natureza, como produção, administração e marketing.

Ilustração de gestora com uma lupa olhando pra várias palavras embaralhadas

Analise a relação desses custos com a atividade operacional da empresa. Os custos fixos estão ligados à estrutura organizacional e podem ser identificados por meio de registros contábeis passados.

Embora o trabalho manual seja ainda muito usado, o uso de ferramentas como sistemas de gestão ERP é recomendado para acompanhar e controlar os custos. Por isso, conheça o ERP WebMais!

Por fim, lembre-se de considerar mudanças de cenário, revisando periodicamente a análise para garantir que os custos fixos estejam alinhados com a realidade da empresa.

Exemplos De Custo Fixo

Na prática, uma indústria pode ter como custos fixos:

  • aluguel ou leasing de instalações;
  • salários de funcionários administrativos;
  • despesas de seguros;
  • depreciação de equipamentos e ativos;
  • pagamento de empréstimos ou financiamentos fixos;
  • compras de escritório e suprimentos;
  • taxas de licenças e permissões;
  • custo de aluguel de equipamentos de produção;
  • despesas com manutenção de instalações;
  • custos de marketing e publicidade recorrentes.

Exemplos De Custo Variável

Quando falamos em custo variável, estamos mencionando:

  • matérias-primas e componentes de produção;
  • mão de obra direta relacionada à produção;
  • embalagens e materiais de embalagem;
  • comissões de vendas baseadas nas vendas realizadas;
  • custo de transporte e frete que aumentam com o volume de produtos enviados;
  • custos de energia, como eletricidade e gás, utilizados na produção;
  • ingredientes usados na preparação de alimentos (indústria alimentícia);
  • taxas de processamento de transações financeiras (setor financeiro);
  • uso de largura de banda da Internet para tráfego de dados (empresas de tecnologia);
  • custos de combustível e manutenção de veículos (empresas de transporte).

Como Custos Fixos E Variáveis Impactam Nas Finanças Da Empresa?

Os custos fixos e variáveis são cruciais para a saúde financeira de uma organização, especialmente em termos de lucratividade.

Isso porque a empresa deve gerar receitas adequadas para cobrir tanto os custos fixos quanto os variáveis e alcançar uma margem de lucro viável. Essa relação afeta a flexibilidade financeira da empresa.

Se esses custos forem excessivos em relação às receitas, há chances de enfrentar dificuldades para investir ou responder às mudanças do mercado.

Além disso, esses custos influenciam diretamente a capacidade de investimento e o crescimento empresarial. Custos fixos elevados podem limitar os recursos disponíveis para expandir operações ou atender ao aumento da demanda.

Portanto, a gestão eficaz deles sustenta um crescimento saudável e prepara a empresa para enfrentar os desafios do mercado.

Como Calcular Custos Fixos Da Empresa?

Calcular os custos fixos de uma empresa é uma tarefa essencial, embora não haja uma fórmula universal. Cada negócio possui particularidades em seus tipos de custos.

Use um software de gestão ERP para calcular de forma automatizada. Mas, se essa opção não for viável, siga os passos:

  • levantamento de custos: identifique todos os gastos ocorridos em um período determinado (anual, semestral, trimestral);
  • classificação dos tipos: separe os gastos em custos fixos e variáveis;
  • soma: some os gastos para obter o total das despesas.

Uma métrica importante é o custo fixo unitário, que é obtido ao dividir o custo fixo pela quantidade produzida. Ela é inversamente proporcional: quanto maior a produção, menor o custo unitário.

BANNER Centro de custos WebMais

Conclusão

Os custos fixos são aqueles que sustentam operações e estratégias. Saber quais são e como identificá-los é uma das tarefas de qualquer líder para tomar decisões informadas e moldar o futuro da empresa.

A distinção deles com outros tipos de custos também ajuda a alocar os recursos de forma eficiente, definir preços competitivos e buscar margens de lucros saudáveis.

Felizmente, você pode contar com a ajuda de tecnologia nesse momento. Conheça o ERP WebMais para automatizar a identificação de todos os seus custos com rapidez e precisão. Peça uma demonstração gratuita agora mesmo!

Deixe um comentário