Gestora calculando estoque inicial e otimizando gestão de armazém

Aprenda Como Fazer O Cálculo Do Estoque Inicial

Imagem de Sanon Matias

O estoque inicial é um dos elementos fundamentais para o bom funcionamento da sua indústria ou distribuidora. A gestão adequada permite oferecer produtos de qualidade e prestar serviços de forma eficiente.

Mas, para isso, entender como calculá-lo é fundamental para começar bem. A partir dele, você entenderá as necessidades dos seus clientes e saberá a quantidade necessária para criar um sistema de armazenamento inteligente.

Uma dica valiosa para ter um estoque inicial sem erros é usar o ERP da WebMais! Isso porque ele ajuda a monitorar de forma automatizada as entradas e saídas de produtos, bem como o estoque atual da empresa.

Solicite uma demonstração gratuita para definir melhor a quantidade de itens estocados.

Após isso, vamos ao post!

BANNER GERAL Estoque, compras, financeiro e muito mais com o ERP WebMais

O Que É Estoque Inicial?

O estoque inicial é a quantidade de mercadorias ou de matérias-primas adquiridas no início de um período contábil, geralmente mensal ou anual. Ele Inclui insumos, produtos em desenvolvimento e os que foram finalizados para venda.

Mas, se essa base não for bem estruturada, não é possível fazer um bom controle de estoque e nem colocar o negócio em prática. Portanto, é uma das primeiras etapas a ser pensada.

Vale ressaltar que o estoque inicial se difere do estoque final, pois embora sejam conceitos importantes na gestão de armazém, o último termo se refere ao número de itens possuídos ao final do período contábil.

Quais Os Tipos De Estoque De Uma Empresa?

O estoque inicial mais adequado para cada empresa depende de vários fatores e um deles se refere ao tipo de armazenamento adotado. Então, dentre eles, estão os tipos de estoque:

  • Sazonal ou de antecipação: abastece a empresa em períodos de maior demanda, baseado em dados passados;
  • De segurança: é um número a mais de itens para evitar a perda de vendas durante alguns períodos;
  • Cíclico: há produtos diversificados e com ciclos de vendas diferentes;
  • Regulador: quando há várias filiais, o negócio conta com um centro de distribuição central, minimizando a necessidade de maiores espaços nas filiais;
  • Inativo: são os produtos parados. Eles podem trazer prejuízos financeiros se não forem liquidados;
  • Mínimo: é a quantia mínima para fazer um novo pedido aos fornecedores e impedir a falta de mercadorias;
  • Máximo: é o número máximo que a capacidade de armazenagem suporta estocar;
  • Médio: calcula a soma do nível de estoque apurado no fim de um período. Além disso, divide pela quantidade de períodos a ser gerenciado.

Qual O Impacto Do Estoque No Prazo De Envio Dos Seus Produtos?

O estoque é um fator crítico para a experiência de entrega de itens. Isso porque, se for insuficiente para atender à demanda, leva a atrasos no envio dos produtos e, consequentemente, a insatisfação.

Por outro lado, se for excessivo, há uma demora na preparação dos pedidos e no seu despacho.

Nesse cenário, manter um estoque equilibrado é essencial para garantir o envio dos produtos aos clientes no prazo estipulado. Assim, para isso, deve ser feita uma análise cuidadosa da busca de seus produtos. Além disso, é preciso estabelecer um estoque mínimo e máximo que a atenda.

Calcule seu estoque inicial e otimize sua gestão de armazém

Como Calcular O Estoque Inicial?

Vamos aprender a como calcular estoque inicial, na prática. Sendo assim, é preciso entender o CMV (Custo de Mercadorias Vendidas) e encontrar o seu valor.

Com o dado em mãos, você pode seguir a fórmula do estoque inicial:

Estoque inicial = compras + custo das mercadorias vendidas

Vamos a um exemplo. Imagine que uma indústria de alimentos deseja descobrir o seu estoque inicial no mês de março.

Durante março, a empresa comprou matérias-primas, ingredientes e embalagens no total de R$ 150 mil. Dessa forma, o seu CMV foi de R$ 100 mil, com base na conta:

Custo das mercadorias vendidas = estoque inicial + compras – estoque final

CMV= R$ 250 mil + R$ 150 mil – R$ 300 mil

CMV = R$ 100 mil

Agora, usando a operação do estoque inicial, temos:

Estoque inicial = R$ 150 mil + R$ 100 mil

Estoque inicial = R$ 250 mil

Como Calcular O Estoque Final?

Também é importante saber como calcular o estoque final. Isso porque o valor é aplicado para encontrar o CMV. Assim, nesse caso, aplique a fórmula:

Estoque final = estoque inicial + compras – devoluções – custo de mercadoria vendida

Vamos exemplificar. A mesma indústria de alimentos do exemplo anterior, tem R$ 250 mil em estoque inicial, comprou R$ 150 mil, teve R$ 5 mil em devoluções e o CMV de R$ 100 mil. Portanto, nesse caso, temos:

Estoque final = R$ 250 mil + R$ 150 mil – R$ 5 mil – R$ 100 mil

Estoque final = R$ 295 mil

Como Montar O Estoque Inicial?

Montar um estoque inicial eficiente é uma tarefa fundamental para garantir o sucesso de qualquer negócio que trabalhe com vendas. Por isso, separamos algumas dicas valiosas para você seguir!

Faça Um Bom Planejamento

É importante definir qual será o volume de produtos que será mantido em estoque, o mix de produtos, os fornecedores, a forma de armazenamento, a gestão de estoque, entre outros aspectos.

Para isso, tenha clareza sobre seu modelo de negócio, sua estratégia de vendas, seus custos e margens de lucro.

Levantamento De Dados De Produtos E Fornecedores

Levante informações sobre o histórico de vendas de cada produto, os prazos de entrega dos fornecedores e a qualidade dos itens. Além disso, é preciso ver os preços e outros fatores que influenciam na escolha de fornecedores e no volume de produtos estocado.

Leve Em Consideração A Sazonalidade

Algumas épocas do ano, como o Natal, Dia dos Namorados, Dia das Mães, entre outras, geram um aumento significativo na demanda por determinados produtos.

Nesses casos, é importante planejar o estoque de forma estratégica, garantindo mercadorias suficientes para atender a demanda, mas sem gerar um excesso de estoque após o período sazonal.

Tenha Um Espaço Físico

O espaço físico adequado para armazenamento dos produtos deve ser arejado, organizado e limpo. Isso porque ele precisa garantir a qualidade dos produtos.

Também é importante entender que cada tipo requer um armazenamento específico, por isso, é preciso conhecer bem as características deles.

Invista Em Tecnologia

O investimento em tecnologia ajuda na gestão eficiente do estoque. Dessa forma, um software de gestão integrada permite o controle do inventário em tempo real, além de gerenciar pedidos de compra e controle de vendas.

Banner tecnologia que facilita sua gestão de estoque

Conclusão

O estoque inicial é um bom instrumento para garantir o prazo de envio dos produtos adequado e a satisfação dos clientes. Além disso, também vai influenciar na saúde financeira do negócio.

Por isso, dedique tempo e recursos para garantir um gerenciamento eficiente do seu inventário.

Para isso, você pode contar o ERP WebMais para controlar a disponibilidade de produtos no início de cada período contábil. Então, solicite uma demonstração gratuita para usar as funcionalidades na prática!

Deixe um comentário