crm e erp diferenças

Conheça as diferenças entre CRM e ERP e saiba em qual deles investir

Provavelmente você já ouviu falar de CRM e ERP, certo? Os dois são soluções que tem por objetivo gerir os recursos empresariais e podem ajudar muito no desenvolvimento da sua empresa. Eles podem ter algumas semelhanças, entretanto é muito importante que você saiba diferenciá-los.

Embora os dois sejam voltados para gestão empresarial, o CRM tem foco maior na relação da empresa com seus clientes. Basicamente, ele é usado para controlar informações e analisar diferentes estratégias de vendas. Já o ERP interliga todos os processos da empresa, tornando-os mais rápidos, eficientes e simples.

Ambas soluções trazem diversos benefícios para qualquer empresa, mas na impossibilidade de ter as duas de imediato, qual seria melhor: CRM ou ERP? É o que vamos abordar no artigo de hoje. Acompanhe.

CRM e seus benefícios

CRM é uma sigla para Customer Relationship Management, ou seja, é um software voltado para a gestão de relacionamento com o cliente. O programa traz uma série de funções que permitem analisar o comportamento dos seus clientes e potenciais clientes de modo a otimizar as suas ações de marketing e aumentar as vendas.

Isso é possível porque o CRM armazena informações de todos os seus contatos — tais como: nome, e-mail, telefone etc — e as interações que eles têm feito com a sua empresa. Portanto, as chamadas telefônicas, a troca de e-mails entre outros dados, podem ser vistos no CRM.

Esta solução possui muitas vantagens, principalmente para a sua equipe de vendas, confira algumas:

  • redução de custos, em especial com o uso de papel; 
  • otimização do tempo de busca de informações importantes e documentos; 
  • facilidade no treinamento da sua equipe para uso do sistema; 
  • aumento das vendas. 

O que é ERP e quais suas vantagens

Já o ERP é a sigla de Enterprise Resource Planning, portanto, é um sistema de gestão empresarial integrado.

Como software, o ERP melhora a gerência de uma empresa ao automatizar processos e integrar as atividades comerciais, contábeis, financeiras, fiscais, de estoque, compras, produção e logística.

Isso torna muito mais fácil a sincronia entre os departamentos, eliminando a necessidade de retrabalhos, diminuindo custos e evitando perda de informações.

Assim, o ERP é uma ferramenta implementada por empresas que buscam:

  • consolidar as informações de gestão, de modo a facilitar análises e decisões;
  • validar as informações de entrada;
  • automatizar os processos;
  • eliminar controles paralelos (sobretudo em planilhas);
  • melhoria de comunicação entre os departamentos;
  • aumento da produtividade da empresa.

Quais as diferenças entre CRM e ERP

CRM vs ERP

Acreditamos que, por tudo que você viu até aqui, já deu para perceber várias diferenças entre estes dois tipos de softwares de gestão empresarial.

Enquanto o CRM é um software que gerencia o relacionamento com clientes e auxilia na gestão da força de vendas e dos negócios, o ERP é um conjunto de softwares unificados que gerencia os processos da organização como um todo, focado no planejamento dos recursos e em como aumentar a eficiência desses processos.

Mas para que tudo fique ainda mais claro para você, detalharemos isso com mais profundidade, em tópicos:

Abrangência

Apesar de poderem trabalhar de forma integrada e complementar, o ERP é um sistema mais abrangente que combina várias unidades funcionais da organização para poderem compartilhar a informação e se comunicar umas com as outras em tempo real, através de um único sistema informatizado.

Já o CRM é um sistema específico para o gerenciamento da força de vendas e do relacionamento com os clientes.

Objetivos

O foco do ERP é diminuir custos e aumentar a eficiência de maneira geral, enquanto o do CRM é aumentar receitas, a organização e a eficiência em vendas, bem como possibilitar um relacionamento de longo prazo com clientes.

Onde são empregados

O CRM é usado na linha de frente, no cantão direto com os clientes e força de vendas, enquanto o ERP tem funções mais internas e administrativas, o chamado “back office”.

Orientação

Enquanto o ERP é orientado para a empresa e em como empregar seus recursos da melhor forma, o CRM é orientado para o cliente e em como se relacionar com ele da melhor forma possível – por meio de mais organização, ações alinhadas com suas necessidades, acompanhamento pontual de negociações.

Para quem o CRM é mais vantajoso

para-quem-CRM-é-mais-vantajoso

Até agora percebemos que as finalidades do CRM e do ERP são distintas. Enquanto o primeiro trata dos processos comerciais buscando melhorar o relacionamento com os clientes, o ERP otimiza os processos operacionais da sua empresa, visando eficiência, produtividade e redução de riscos.

Por isso, a escolha entre um CRM e ERP irá depender exclusivamente das necessidades e objetivos do seu negócio. Conheça as características de um CRM e analise a sua necessidade na sua empresa:

  • Funcionalidades tanto para gerenciar os negócios e a força de vendas como conhecer melhor os clientes;
  • Base de dados sobre os clientes, com dados de contato unificados;
  • Histórico de todas as interações com os clientes;
  • Segurança de todas as informações comerciais;
  • Lembretes de atividades de follow-up, por exemplo, visitas, telefonemas, envio de e-mails, entrega de mercadorias;
  • Um sistema CRM eficiente, hoje em dia, precisa estar baseado na nuvem e permitir acesso remoto por meio de qualquer dispositivo móvel;
  • Visualização ágil do funil de vendas e o fluxo de negócios;
  • Acesso a estatísticas e relatórios gerenciais sobre desempenho de vendedores, previsão de vendas, segmentação e outros.

É uma boa ideia integrar CRM e ERP?

Se você pretende profissionalizar sua empresa de uma vez só, integrar uma solução de ERP com uma de CRM é essencial. Enquanto você estrutura, padroniza e otimiza os processos, também melhora o relacionamento com seus leads e clientes, criando o ambiente ideal para manter esses relacionamentos por muito mais tempo. De quebra, usar uma plataforma baseada em computação na nuvem dilui custos e eleva a flexibilidade para expandir ou enxugar conforme a necessidade.

A integração entre esses dois sistemas permite agilizar ainda mais o fluxo de informações da sua empresa, melhorando a performance e a qualidade do trabalho realizado. Por exemplo, os pedidos realizados ao comercial podem seguir automaticamente para o setor de estoque, otimizando o tempo de separação e entrega dos produtos aos clientes.

Ter o CRM integrado ao ERP também facilita a gestão da empresa, pois os dados e indicadores de desempenho de vendas podem ser compartilhados com a gestão estratégica, o que possibilita um acompanhamento mais criterioso em relação às metas da organização. Ao mesmo tempo, o setor comercial fica a par de mudanças em políticas importantes, como precificação e descontos.

Dicas para escolher um bom sistema CRM ou ERP

Claro que cada software tem as suas características, porém, de modo geral, existem alguns pontos básicos que devem ser observados ao escolher uma ferramenta de gestão para sua empresa. Confira:

Reputação do fornecedor

Confira com outros clientes qual é a reputação do fornecedor dentro do seu mercado de atuação.

Converse com usuários do software, busque recomendações, veja se há registros da empresa em sites de reclamações e fóruns para ter uma melhor percepção do sistema.

Funcionalidades

Todas as funcionalidades do ERP ou CRM precisam estar alinhados às necessidades da sua empresa. Do contrário, de nada serve, sobretudo porque mudanças processuais nas empresas, por melhores que sejam, são sujeitas a falhas.

Portanto, antes de contratar uma solução de CRM ou ERP, mapeie todos os processos da sua empresa e, só então, procure um software que corresponda, ao máximo, às suas necessidades.

A flexibilidade por parte da empresa contratada em ajustar a solução deles para atender melhor o que você precisa também deve ser levada em consideração.

Custo-benefício

Querendo ou não, temos que pensar em nossa capacidade de pagamento por uma solução. Algumas têm custo proibitivo para quem está apenas começando ou ainda não tem um faturamento vultuoso. Por outro lado, não adianta escolher a solução mais barata e ser obrigado a manter controles à parte para dar conta dos processos da sua empresa.

É por esse motivo que você deve avaliar estas duas variáveis — custo e benefício — em tudo o que buscar no mercado. O equilíbrio nessa hora é fundamental para que você tenha uma solução à altura do que precisa sem se endividar para isso. No caso de CRM, há alternativas acessíveis até para profissionais liberais.

Suporte

Por falar em atendimento, o suporte é essencial na escolha do sistema mais adequado para a sua empresa.

Especialmente porque, algumas vezes, os softwares mais atrativos podem ser estrangeiros, o que dificulta receber a prestação de um suporte adequado caso a sua equipe não fale inglês ou o idioma nativo do país onde a empresa desenvolvedora está instalada.

Se for o caso, dê preferência às soluções oferecidas por empresas nacionais ou que tenham opções de suporte em português tanto via chat e e-mail, quanto em ligações telefônicas.

E você, vai de CRM ou ERP? Se a resposta é CRM, talvez você se interesse por nosso artigo dicas para otimizar a gestão do relacionamento com os clientes. Boa leitura!

Deixe um comentário

18 − dezoito =