Fluxo de caixa

Entenda O Que É Fluxo de Caixa e Como Aplicar no Seu Negócio!

O relatório de fluxo de caixa organiza de forma clara todas as movimentações bancárias (entradas e saídas) que ocorrem dentro de um período determinado, assim como as movimentações que foram agendadas. Possibilita que o gestor faça uma análise para obter previsões de caixa futuro, facilitando sua tomada de decisão.

Existem diferentes tipos de fluxo de caixa para aplicar na gestão da sua empresa, os quais vamos abordar neste artigo.

Um desafio comum entre todas as empresas é a gestão do fluxo de caixa, isso porque se trata do relatório mais importante para garantir o controle assertivo das finanças.

Ao utilizar uma boa ferramenta para auxiliar a gestão do seu fluxo de caixa, você tem acesso a todas as informações financeiras do seu negócio em tempo real, além de uma previsão para períodos futuros.

Ao contrário do que você pode estar pensando, a implantação não é supercomplexa e nem vai custar um absurdo, mas é importante levar em conta ao definir o sistema para fluxo de caixa, que ele tenha condições de trabalhar por você, sem que precise investir 60% do seu dia com lançamentos manuais de entradas e saídas.

O Que É o Fluxo de Caixa?

Segundo o SEBRAE o fluxo de caixa é “um Instrumento de gestão financeira que projeta para períodos futuros todas as entradas e as saídas de recursos financeiros da empresa, indicando como será o saldo de caixa para o período projetado. É de fácil elaboração para as empresas que possuem os controles financeiros bem organizados, ele é utilizado para controle e principalmente, como instrumento na tomada de decisão.”

A partir desta definição, entendemos que o fluxo de caixa é uma ferramenta de gestão, a qual permite ao gestor conferir as entradas e saídas atuais e futuras da empresa. Apresentando dessa forma o cenário financeiro do negócio e participando do processo de tomada de decisão. 

Com a realização do fluxo de caixa e apuração dos saldos futuros, o controle financeiro pode acontecer de forma mais simplificada e assertiva! Dessa forma o gestor tem consciência de quanto poderá ou não gastar, baseado nas receitas futuras apontadas nesse tipo de relatório.

capa-ebook-fluxo-de-caixa

Para Que Serve o Fluxo de Caixa?

O fluxo de caixa ajuda a minimizar os gastos e maximizar os ganhos, trata-se da melhor ferramenta para aumentar o lucro de uma empresa. Para atingir esse resultado é preciso primeiramente conhecer esses números na sua realidade. É com essa intenção que trabalha um fluxo de caixa, dar ao gestor o conhecimento das informações de forma simples.

Esse controle só é possível a partir do momento que você estrutura uma forma de visualizar todas as informações do caixa, para isso é preciso manter os dados organizados e atualizados diariamente, esses dados são as entradas e saídas do caixa, realizadas e agendadas, você também pode optar por um sistema de gestão financeira online.

Realizar esse controle de fluxo de caixa permitirá que você faça análises diárias, semanais ou anuais sobre o andamento do seu financeiro, possibilitando a conferência do saldo atual ou previsto para outra data.

É indispensável para o sucesso de uma empresa ter o controle dessas informações, tendo em vista que elas impactam diretamente as tomadas de decisão do gestor, o qual poderá planejar ações futuras com base nos resultados atuais e previsões.

Vamos supor que você acabou de implementar um modelo de fluxo de caixa na sua empresa e você já inseriu os dados referente as movimentações bancárias do mês, agora você poderá: consultar o saldo da sua empresa para diferentes datas, podendo assim antecipar decisões quanto a falta ou à sobra de dinheiro, além de planejar ações de vendas para períodos em que terá gestos maiores.

Quais os Modelos de Fluxo de Caixa?

Você já entendeu que um fluxo de caixa entrega informações valiosas para o gestor financeiro e agora você irá modelos de fluxo de caixa e para que servem.

Fluxo de Caixa Operacional

Conhecido também pela sigla FCO, é o fluxo de caixa que apresenta as entradas e saídas geradas por uma operação no caixa, pode ser calculado facilmente pois é composto apenas por receitas de vendas, custos de produção, salários e despesas fixas.

Através do fluxo de caixa operacional é possível consultar os gastos totais da sua empresa, bem como os ganhos, conhecendo assim o lucro obtido e os resultados de seus investimentos.

Fluxo de Caixa Diário

A gestão financeira é uma tarefa que exige muita dedicação e atenção, pois todos os dados de entradas e saídas do caixa devem ser lançados corretamente e absolutamente tudo deve ser lançado para que você não tenha problemas quando realizar uma conciliação bancária.

É possível alimentar o seu fluxo de caixa no final do mês ou diariamente, isso varia conforme o seu fluxo de movimentação bancária, quanto maior ele for mais aproximado deve ser sua gestão.

O fluxo de caixa diário, como o próprio nome diz, é realizado diariamente para um acompanhamento aproximado das finanças, muito utilizado por empresas com muita movimentação, como e-Commerces, supermercados e lojas.

Esse tipo de gestão de fluxo de caixa permite que você identifique quando algo não vai bem com mais agilidade, possibilitando que se tome medidas para reverter situações negativas com antecedência.

O fato de realizar o fluxo de caixa diariamente não significa que você deve deixar de analisar seus resultados mensais, pois ambos resultam em informações diferentes, por exemplo, para identificar os melhores dias da semana para fazer uma promoção em uma rede de supermercado você precisaria fazer uma análise mensal dos resultados.

Fluxo de Caixa Projetado

Através do fluxo de caixa projetado você obtém previsões para o futuro financeiro da sua empresa. Quando os dados diários são registrados e depois analisados pelo gestor, acabam gerando informações que podem ser utilizadas para tomada de decisão futura.

Grande parte das empresas utilizam-se desse recurso para programar suas ações, como datas de pagamentos, novos investimentos, contratações, intensificação de campanhas de vendas e aquisições. Esse modelo de fluxo de caixa tem o intuito de dar mais segurança ao gestor em suas tomadas de decisões.

Fluxo de Caixa Livre

Trata-se do valor em caixa que não está destinado a nenhuma ação, ele é obtido após o pagamento de todas as despesas e normalmente destinado a investimentos ou aquisições importantes para empresa.

O cálculo desse caixa livre é realizado através da soma de fluxo de caixa operacional + o fluxo de caixa de investimentos, o resultado informará se tem entrado ou saído dinheiro do caixa da empresa.

A importância desse dado está diretamente ligada às condições da empresa em arcar com seus compromissos financeiros e por isso é de suma importância que esse levantamento seja realizado dentro de diferentes períodos.

Fluxo de Caixa Descontado

Quanto vale a sua empresa? E o seu investimento? Essa pergunta é respondida através do fluxo de caixa descontado, o qual avalia o valor atual de uma empresa, levando em consideração risco e retorno.

Como todos sabemos, o dinheiro sofre alterações de valor com o passar do tempo e para calculá-lo vinculado a uma empresa existe uma forma, através do fluxo de caixa descontado, também utilizado para verificar um provável Retorno sobre Investimento (ROI).

Fluxo de Caixa Simples

O fluxo de caixa simples é capaz de armazenar e organizar suas movimentações bancárias de forma clara, informando todas as entradas e saídas do seu caixa além de todas as movimentações agendadas, obtendo assim uma previsão para o seu fluxo de caixa, permitindo que você tome decisões baseadas no seu saldo previsto.

Apesar de gestão financeira ser um assunto sério e por vezes complexo, existem formas simples de gerenciar o seu fluxo de caixa, desde a possibilidade de anotar suas vendas e despesas em uma agenda, lançar suas movimentações bancárias em planilhas ou adquirir um sistema de gestão online.

Implementar um fluxo de caixa não é uma tarefa muito complicada, o que deve ser levado em consideração são os dados que você poderá obter em cada método de gestão e quanto tempo eles custarão do seu dia.

Por Que o Fluxo de Caixa É Importante?

O fluxo de caixa é uma ferramenta importante não só para o controle e gestão financeira, mas também para a tomada de decisões!

Ele funciona como um mapa do cenário financeiro da empresa. As informações contidas neste documento guiam o gestor através da relação de despesas fixas e variáveis, pois apresenta a previsão de entradas referente a faturamentos e receitas da empresa.

Com este mapa em mãos, a administração do negócio pode então prever o saldo final do exercício. Essa informação pode servir de guia para diversas decisões e planejamentos da empresa. 

O saldo será negativo? O que poderemos fazer para contornar essa situação? Reduzir custos e despesas? Elaborar estratégias de vendas para aumentar o faturamento?

Mas e se o saldo aparecer positivo? Poderemos investir na estrutura da empresa? Ampliar orçamentos de marketing e vendas? Ou vamos manter o saldo como capital de giro?

Percebeu como existem muitas possibilidades de ações e decisões que podem ser tomadas a partir da estruturação do fluxo de caixa? Por isso esta ferramenta é tão importante para a gestão financeira e planejamento estratégico da empresa!

Por Que Manter o Fluxo de Caixa Sempre Atualizado?

Para reforçar ainda mais a importância desta ferramenta, listamos mais alguns motivos para que você se preocupe em manter seu fluxo de caixa sempre atualizado, são elas:

  • Calcular e controlar a entrada e saída de recursos financeiros;
  • Controlar e identificar os gastos da empresa;
  • Manter a liquidez para pagar as contas sem atrasos (evitando pagamento de juros);
  • Evitar o descasamento de operações;
  • Reconhecer a necessidade do capital de giro;
  • Conhecer a melhor data para realizar investimentos ou repor produtos em estoque;
  • Avaliar a política de recebimentos e prazos de pagamento.
Ilustração da importância de atualizar o fluxo de caixa.

Qual a Diferença Entre Fluxo de Caixa e Controle de Caixa?

O fluxo de caixa registra as movimentações do caixa por um longo período, permitindo que o gestor faça projeções com base nos dados armazenados. O controle de caixa apresenta o saldo atual da empresa, com base no registro diário de entradas e saídas.

O controle de caixa serve para consultar se não há divergência entre o valor em caixa e o valor recebido e não permite que o gestor considere as contas e recebimentos futuros.

O fluxo de caixa considera as informações do presente em caixa, suas entradas e saídas e os pagamentos agendados, assim como os recebimentos, criando previsões para o futuro do caixa.

Utilizando o Fluxo de Caixa em Tempos de Crise

Como já falamos, o fluxo de caixa é o seu aliado para tomar diversas decisões, seja para realizar um investimento ou na retenção de despesas. Ele pode funcionar como um relatório gerencial e com isso, você pode criar um controle de contas e deixar previamente definido o que poderá ser retirado sem que prejudique a sua operação, como festas e confraternizações.

Dar férias coletivas para seus colaboradores também gera um impacto positivo em seu fluxo de caixa, afinal, você terá uma economia com refeições e transporte e o trabalhador ainda tem o seu descanso sem ser prejudicado.

Você ainda pode conversar com seus fornecedores para ganhar um pouco mais de prazo. Se de um lado não é possível apertar suas contas a receber, você pode ter uma maior chance de negociar prazos com seus fornecedores.

Se o problema for dívida com bancos, procure estender o prazo ou aumentar o número de parcelas. Quando as atividades voltarem ao normal, você poderá, depois de uma análise do fluxo, proceder com amortizações de empréstimos mais generosas.

Lembre-se: É importante manter seu CNPJ livre de restrições de créditos e de impostos atrasados. Isto é ainda mais importante para empresas que precisam constantemente de certidões para participação em concorrências.

sistema de gestao financeira

Como Fazer e Analisar o Fluxo De Caixa?

A criação do fluxo de caixa depende do empenho e dedicação dos gestores. Mesmo que ele seja feito de forma automatizada, a partir de um Software ERP como o que a WebMais oferece, sempre será preciso alimentar o sistema com informações reais e atualizadas. 

E, principalmente, é preciso comprometimento e atenção caso você decida criar e manter seu fluxo de caixa de forma manual. Comprometimento para atualizar o documento diariamente, com a compensação de recebimentos e pagamentos. E atenção no sentido de lançar de forma correta todos os dados, garantindo assim que a ferramenta apresente a realidade financeira da empresa. 

Separamos alguns dados e tarefas importantes para você levar em conta antes de realizar seu fluxo de caixa, garantindo assim uma maior eficiência.

Levantamento de Receitas e Despesas

A base do fluxo de caixa está no controle das entradas e saídas financeiras da empresa. Dessa forma é preciso levantar quais são as receitas e despesas do período atual e também as futuras!

Classificação das Receitas e Despesas

Após levantá-las, é hora de dividir as receitas e despesas em grupos, subgrupos ou até mesmo em Centros de Custo, pois, além de organizar o relatório, o gestor vai conseguir saber onde está concentrado o volume maior de entradas e saídas do caixa.

Atualização

O fluxo de caixa é um documento que precisa ser atualizado constantemente, levando em consideração cada compra e venda realizada, pois dependendo do sistema utilizado, esta atualização poderá acontecer automaticamente.

Realismo no Fluxo de Caixa

No entanto, evite ser muito otimista quanto às previsões de receitas e despesas. Tenha em mente que alguns clientes podem não realizar o pagamento da data, ou mesmo ficar inadimplentes, já que estamos vivendo um período de crise.

Acompanhamento do Fluxo

Analise e acompanhe o seu fluxo de caixa, agindo de forma proativa, pois caso algum imprevisto aconteça pode acabar refletindo na gestão financeira da empresa. Agora que você já conhece a importância do fluxo de caixa para gerir seus recursos durante a crise, conheça também outras soluções de controle financeiro que o ERP WebMais oferece para sua empresa!

Conheça o Fluxo de Caixa do Sistema ERP Webmais

Como a WebMais Pode Te Ajudar a Gerir Seu Fluxo De Caixa Em Tempos De Crise?

Um dos maiores desafios para as empresas, principalmente em momentos de crise, é manter as contas em dia. Para isso, é fundamental que o seu fluxo de caixa esteja sempre atualizado, com um controle preciso de todas as entradas e saídas.

O surgimento de novas tecnologias e com uma acessibilidade cada vez maior, a grande maioria dos negócios, de pequeno a grande porte, vem se beneficiando e acabam investindo em controles automatizados para ajudarem na gestão.

Pensando nisso, a WebMais desenvolveu um sistema ERP, com um módulo específico para o controle do fluxo de caixa do seu negócio, permitindo um acompanhamento de todos os recebíveis e compromissos por meio de relatórios e gráficos, agilizando a gestão e tornando suas decisões mais assertivas.

Dúvidas Frequentes (Guia Rápido)

O Que Devo Registrar no Fluxo de Caixa?

Para garantir um controle total sobre seu fluxo de caixa, é importante que você registre todas as informações de entradas e saídas do seu caixa, sejam elas realizadas na hora ou programadas. Isso lhe dará resultados precisos e seguros em previsões de saldo.

Caso você esteja implementando um fluxo de caixa pela primeira vez, determine um período inicial para informar todas as movimentações bancárias a partir dele.

Porque É Importante Manter o Fluxo de Caixa Atualizado?

Uma vez que você realiza uma atualização de fluxo de caixa, você tem acesso a informações reais da saúde financeira do seu negócio, quando desatualizado, você pode obter no máximo dados aproximados.

As previsões levam em consideração todos os ganhos e gastos já realizados e todas as movimentações agendadas, uma vez que você não atualiza algum desses dados, poderá tomar decisões com base em dados falsos.

Deixe um comentário

dez − 6 =