Quais módulos ERP facilitam a sua gestão?

Entenda O Que São Módulos ERP E Para Que Servem

Imagem de Sanon Matias

Já imaginou integrar todos os departamentos da sua empresa com facilidade? Com os módulos do ERP você tem essa chance e pode aproveitar os diversos benefícios que essa tecnologia traz.

Mas, mesmo sendo uma ferramenta facilitadora da gestão, nem todos os empreendedores sabem o que é e o que podem encontrar ao contratar um sistema desse tipo.

Por isso, separamos tudo sobre o assunto para você tirar todas as suas dúvidas e saber como personalizar a tecnologia para o seu negócio.

Após a leitura, recomendamos experimentar, na prática, o ERP WebMais. Assim, você saberá como ele se comporta e como pode ajudar na sua gestão. Experimente agora.

Agora, vamos para o artigo. Boa leitura!

BANNER GERAL Estoque, compras, financeiro e muito mais com o ERP WebMais

O Que É ERP?

ERP (Enterprise Resource Planning) significa Sistema Integrado de Gestão Empresarial, na tradução. Em outras palavras, é uma ferramenta que permite gerenciar a empresa integrando os dados de diversas áreas e os organizando.

O Que São Os Módulos De Um ERP?

Os módulos do ERP são as funcionalidades que dão sequências lógicas conforme o fluxo de trabalho. 

Eles podem variar de acordo com o fornecedor do sistema e com as necessidades da empresa, mas refletem sempre duas visões: por departamento e por segmento.

Na visão departamental, ficam os módulos contábeis, de finanças, de vendas, de compras, de faturamento, CRM, etc. Mas, na prática, todos os processos são encontrados em uma única área.

Já na visão por segmento de mercado, há escolha de atribuições conforme o nicho. Por exemplo, uma indústria de alimentos precisa de módulos muito diferentes de uma agência de marketing.

Quais Os Principais Módulos De ERP?

Cada negócio tem o seu próprio sistema ERP, mas uma das formas de implementá-lo é por meio de agrupamentos por setores. Eles são classificados em operacionais, táticos, estratégicos e de gestão de relacionamento. Saiba mais em detalhes, a seguir!

Módulos Operacionais

Os módulos do ERP operacionais fornecem suporte à gestão dos departamentos envolvidos nas atividades diárias.

Isso porque são classificados em módulos verticais e horizontais, com os mais comuns de contabilidade, faturamento, compras, controle de produção, recursos humanos, estoque, etc.

Mas os módulos verticais, por sua vez, são projetados para atender a segmentos de mercado específicos, como gestão agrícola, educacional e automotiva. Eles são agrupados conforme os nichos de mercado que atendem.

Módulos Táticos

Também são conhecidos como verticais e atendem nichos específicos, como planos de saúde, gestão educacional, de acervos, de transportadora, comércio exterior, entre outros.

O objetivo é fornecer soluções personalizadas e uma espécie de padronização dos processos. Assim, a tomada de decisões é facilitada e aumenta a competitividade a longo prazo.

Módulos Estratégicos

Como o próprio nome esclarece, os módulos do ERP estratégicos ajudam nas questões de planejamento do negócio. Então, alguns exemplos são a gestão de processos, de conhecimento, de indicadores, de tempo e outros.

Gestão De Relacionamento Com O Cliente

Por fim, temos o módulo que traz métricas sobre o relacionamento da empresa com o cliente. Ele mede o quão estão satisfeitos e como melhorar obstáculos na prestação de serviços.

Os registros permitem gerenciar desde o pré até o pós-venda, para criar uma relação de confiança entre as partes, aumentando o engajamento no atendimento.

Um ERP costuma ter módulos do tipo:

(ERP em uma tela, mostrando os tópicos:)

- Operacional
- Tático
- Estratégico
- Relacionamento com o cliente

Como Os Módulos Do ERP São Distribuídos?

Geralmente, os módulos do ERP são organizados em diferentes áreas funcionais de negócios. Além disso, elas abrangem processos e funcionalidades relacionados àquela área.

Dentre eles, estão:

  • Finanças: gerencia o capital de giro e mantém o controle das movimentações relacionadas às entradas e saídas, além dos impostos;
  • Vendas: permite realizar consulta de clientes, elaborar propostas, aceitar pedidos, enviar materiais, elaborar faturas de vendas e rastrear pedidos pendentes;
  • Compras: organiza e controla as aquisições de insumos para o funcionamento da empresa;
  • Produção: direciona as demandas de trabalho operacionais;
  • Estoque: acompanha tudo relacionado ao estoque, como material de escritório, de uso e consumo, produtos finalizados, etc.;
  • Recursos humanos: concentra as rotinas que envolvem a folha de pagamento, de ponto, o controle de ausências e a disponibilização de relatórios de gestão para análise de custos.

Como Funcionam Os Módulos De Um ERP?

Basicamente, os módulos do ERP funcionam como peças de um quebra-cabeça. Em outras palavras, cada módulo é responsável por gerenciar um conjunto específico de processos e atividades em uma área funcional de negócios.

Eles trabalham juntos para automatizar e integrar os dados de uma empresa, garantindo o compartilhamento entre si e proporcionando uma visão completa de tudo.

Cada um deles tem sua própria interface, onde os usuários podem inserir, editar e visualizar informações. Além disso, são sempre atualizados em tempo real.

Assim, imaginemos que um pedido é inserido no módulo de vendas. Ele pode ser automaticamente atualizado no módulo de estoque, que verifica a sua disponibilidade.

Por fim, após a reserva, o módulo de finanças atualiza para gerenciar as contas a receber e a pagar.

Quais Os Benefícios Dos Módulos ERP?

Juntos, todos os módulos do ERP trazem diversos benefícios para uma empresa, incluindo:

  • Automatização de processos, reduzindo a necessidade de trabalho manual e melhorando a eficiência;
  • Tomada de decisões otimizada por conta da visão completa das atividades;
  • Entendimento exato sobre o estoque em tempo real;
  • Mais segurança por permitir acesso somente por meio de login e senha, protegendo de pessoas mal-intencionadas;
  • Aumento da visibilidade, permitindo que tomem decisões mais informadas e baseadas em dados;
  • Redução de custos operacionais e administrativos;
  • Avanço na colaboração das equipes por meio da integração, aumentando a produtividade;
  • Personalização para atender às necessidades específicas de cada empresa, garantindo que o sistema seja adaptado;
  • Melhoria do atendimento ao cliente ao responder mais rapidamente às solicitações e fornecendo informações precisas sobre pedidos e entregas;
  • Acesso de qualquer lugar por oferecer mobilidade já que o ERP está na nuvem.
APP de vendas totalmente integrado com o ERP WebMais
QUERO CONHECER

Quais São Os Tipos De ERP?

Por ser um software, o ERP pode ser construído de várias formas, por isso, existem diversos tipos. Para escolher o melhor deles para a sua corporação, é preciso saber um pouco mais sobre cada um.

On-premise (Local)

Nesse molde, a instalação ocorre na infraestrutura da própria empresa. Então, é necessário um servidor físico (hardware) conectado aos computadores que usarão o sistema.

A sua vantagem é o controle total sobre as informações. Por outro lado, exige um grande investimento inicial, além de uma equipe de TI especializada para dar suporte.

On-cloud (Na nuvem)

É instalado na nuvem, permitindo acesso aos dados de qualquer lugar com acesso à Internet. O seu maior benefício é descomplicar e trazer mobilidade, o que é ideal para todo modelo de negócios, principalmente indústrias e distribuidoras.

Software como serviço (SaaS)

O SaaS é disponibilizado totalmente na Internet e acessado por meio de um servidor (fornecedor.com.br). Há menos personalizações, com menos apoio e suporte genérico, mas os custos com infraestrutura são menores.

 ERP para gestão completa de indústrias e distribuidoras
CONHEÇA O ERP WEBMAIS

Conclusão

Os módulos do ERP facilitam muito a administração de qualquer corporação. Isso porque conferem ao gestor organização e controle acerca de todas as tarefas a serem realizadas, em andamento e concluídas.

Se você quer personalizar o seu sistema, fale com um dos nossos especialistas e descubra como o ERP WebMais pode ajudar você. Agende uma demonstração gratuita e entenda mais!

Deixe um comentário